segunda, 21 de setembro de 2015

Cupcakes de morango e chantilly

37 Comentários

A gente sempre pode mudar de ideia sobre as situações da vida, né? Também acho. A gente pode odiar SP um dia e no outro já achar ela bonitinha. Já mudei muita opinião, é saudável. Mas tem uma que eu nunca mudei: acredito piamente que as pessoas não têm o direito de tratar as outras mal só porque elas estão num dia ruim.

cupcakes_morango_chantilly
Olha, isso me irrita profundamente, cara. Seu dia pode estar uma bosta, mas ninguém tem nada a ver com isso. Pode até ser que esteja tudo errado por causa de uma pessoa, e não de uma situação – tipo choveu depois de você lavar o carro –, mas não é razão para agredir o próximo. É gratuito e é feio. O próximo não tem nada a ver com sua sorte e também não deve ter nada a ver com sua raiva/tristeza/mal estar/whatever.
Quando a gente desconta em outro, estamos passando pra frente negatividade. Não vai ajudar em nada pro mundo fazer isso, não vai acrescentar nada. “Mas Juliana, ninguém faz isso por mim”. Então vou dizer do mesmo jeito que mamãe me falava quando eu queria argumentar que eu precisava ir para lugar x porque todo mundo ia: se todo mundo se jogar do precipício, você vai também? Se todo mundo é grosso com o próximo, isso te dá aval para ser também? Acho que não.

cupcakes_morango_chantilly3
Devemos nos concentrar em passar o bem para frente. Eu nem sou tão positiva assim, até curto bastante um lado negro da força. Mas uma amiga me disse algo que me marcou um pouco: eu, você, todos, viemos ao mundo para fazer o bem. Fazer algo que leve o mundo pra frente, que o ajude a ser melhor. É pra isso que devíamos viver, pela felicidade pessoal e dos outros também. Até porque quanto mais gente feliz, menos gente descontando nos outros a dor própria.

cupcakes_morango_chantilly2
Vamos usar aquele lindo purê de morangos docinhos que fizemos? Foi uma das melhores ideias, porque ele produziu um cupcake sensacional. Cheio de sabor, ele ficou realmente com gosto de morango e tenho certeza que foi graças ao purê.

Cupcakes de morango e chantilly
Rende: 12 cupcakes
Receita da massa por The Kitchen McCabe, com adaptações.

Massa
1 1/2 xícara de farinha
1 xícara de açúcar
1 colher de chá de fermento
uma pitada de sal
1/4 xícara de óleo
3/4 xícara de purê de morango
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
1/2 colher de chá de suco de limão
2 ovos

Chantilly
1 xícara de creme de leite fresco (34% de gordura no mínimo)
4 colheres de sopa de açúcar impalpável
3 colheres de sopa de purê de morango

1 – Ligue seu forno em 180˚C. Em uma tigela grande, peneire a farinha, o fermento e o sal juntos. Em seguida, adicione o açúcar e misture com um fouet para que tudo esteja bem uniforme.
2 – Em outra tigela ou em um copo medidor, bata os ovos com o óleo e acrescente também o purê de morango, o extrato de baunilha e o suco de limão. Abra um buraco nos ingredientes secos e despeje essa mistura.
3 – Bata com o fouet de leve, para misturar tudo e incorporar a massa, mas sem trabalhar muito senão os cupcakes podem solar.
4 – Divida a massa entre as forminhas, preenchendo no máximo 2/3 de cada, e asse por aproximadamente 16 minutos, ou até que um palito inserido no centro de cada cupcake saia limpo.
5 – Para a cobertura, deixe sua tigela da batedeira na geladeira por uns 20 minutos antes. Então retire, despeje o creme de leite fresco e comece a bater. Ao mesmo tempo, acrescente o açúcar impalpável e vá batendo bem. Antes que ele chegue ao ponto de cobertura, acrescente o purê de morango – se você adicionar o purê só depois de chegar ao ponto de bico, vai precisar bater de novo pra misturar tudo e daí você corre o risco de bater demais e transformar em manteiga.
6 – Coloque a cobertura em um saco de confeitar e decore seus cupcakes quando já estiverem totalmente frios. Decore com morangos cortados ao meio ainda com os cabinhos, se quiser o mesmo efeito da foto.

Esse chantilly não segura bem fora da geladeira, especialmente se estiver calor como está aqui em Brasília. Além disso, com fruta fresca tanto na massa quanto na decoração, é preferível deixá-los na geladeira até a hora de servir. Ou consuma imediatamente porque, ó… é bom demais esse cupcake.
O bico utilizado na foto é um pitanga aberto sem marca.

cupcakes_morango_chantilly4
Não é só bonito, não – aliás quem aí concorda que essas foram provavelmente as fotos mais bonitas que já tirei aqui pro blog? Eu estou apaixonada por essas fotos hahaha. Essas forminhas lindas coloridas são da Ultrafest, que sempre arrasam com a qualidade dos produtos: os cupcakes assaram e a cor não desbotou em nada.

Qual opinião você nunca chegou a mudar? Por que?

segunda, 14 de setembro de 2015

Faça em casa: Purê de morango

32 Comentários

10 de setembro de 2015 foi um dia muito louco. Alguma coisa aconteceu no universo que tudo de mais esquisito, estranho, maluco, grosseiro ou constrangedor resolveu acontecer comigo. E pra algumas pessoas que conheço, o dia não foi muito bom também, então vou assumir que foi um dia zicado.
O dia zicado começou com um plágio das minhas fotos no Facebook, que já estava rolando desde o dia anterior a noite. Depois fiquei sabendo que minha poodle de 17 anos de idade estava defecando com sangue e ninguém próximo dela decidiu ligar logo para a veterinária, o que é absurdo o suficiente. Mas o dia não acabou aí. Eu ainda briguei com um segurança grosseiro do meu trabalho, que, sem a menor razão ou motivo, decidiu quase gritar na minha cara todas as suas frustrações de vida. O que me deixou até com medo de cruzar a recepção novamente e dar de cara com o rapaz. Ele tem 2 metros de altura, gente, socorro.

facaemcasa_pure_de_morango4
Também rolou um comentário de uma leitora que me deixou bem chateada – vocês podem ver aqui. Acho que eu estava psicologicamente já bem afetada por tudo de louco que estava acontecendo no dia, porque geralmente comentários assim não me abalam. Mas dessa vez rolou um fuzuê mental aqui.
Continuando o dia zicado, eu ainda quase, por muito pouco, bati o carro. E também consegui molhar minha calça duas vezes com a descarga aloprada do banheiro do trabalho.
Definitivamente, 10 de setembro de 2015 foi um dos piores dias que tive nos últimos anos. Se parece ser pouca coisa esquisita e ruim para vocês, entendam que meus últimos anos têm sido bons e felizes, então pra ter um dia tão recheado de caquinha, é muita zica.

facaemcasa_pure_de_morango
facaemcasa_pure_de_morango2
Uma sorte que não passa: a época dos morangos está aí. E eu decidi fazer cupcakes da fruta novamente. Para isso, precisava de purê de morango na receita. Decidi, então, fazer um purê mais profissa do que só bater morangos no processador.
Esse purê serve para qualquer receita de bolo ou cupcake, para misturar à massa, ou para coberturas. Mas essa receita da maravilhosa diva dos bolos, Rose Levy, capta perfeitamente o sabor do morango, deixando ele ainda mais acentuado, por causa da redução do suco.
Não é só pra receitas também. Coma com iogurte, faça uma pink lemonade, sei lá! Chega daquelas caldas açucaradas e enjoativas dos iogurtes dos supermercados, agora você tem o seu!

Faça em casa: Purê de morango
vulgo o melhor purê de morango da sua vida
Rende: 1 1/4 xícara, ou mais
Receita da rainha Rose Levy Beranbaum.

600g de morangos frescos (eu comprei 1 caixa com 4 bandejas. Removendo os cabinhos, tinha mais ou menos isso, mas o ideal mesmo é pesar)
2 colheres de chá de suco de limão, espremido da fruta

1 – Usando morangos frescos, você precisa congelá-los uma noite inteira, para depois descongelá-los novamente. Eu sei, parece idiota. Mas estamos fazendo esse processo para quebrar as membranas das células e, assim, extrair o máximo de suco possível. Então, congele os morangos durante uma noite inteira, depois retire pela manhã e deixe descongelarem em cima de uma peneira com um pote embaixo, para captar todo o suco. Lá pelo meio da tarde, já devem ter descongelado completamente.
2 – Pressione os morangos contra a peneira, para remover todo o suco possível. Faça isso com força moderada, porque não queremos que as peles e as sementes passem pela peneira, mas queremos extrair todo o suco possível. Você vai ter aproximadamente 1 1/4 xícara de suco depois desse processo. Reserve o que sobrou na peneira – olhe a foto do post pra ver mais ou menos como fica.
3 – Transfira o suco para uma panela e cozinhe em fogo médio para baixo, sempre de olho e mexendo constantemente, até obter 1/4 de xícara da mistura. Não deixe fervendo e saia de perto, ou o suco pode queimar no fundo ou até mesmo transbordar da panela. Não é um brigadeiro, mas ainda sim ele merece atenção e carinho.
4 – Quando reduzir o suficiente, remova do fogo e deixe esfriar. Enquanto isso, processe o que sobrou dos morangos até obter mais ou menos 1 xícara de purê.
5 – Adicione o suco reduzido, quando já estiver mais frio, e o suco de limão. Processe novamente para incorporar tudo e está pronto.

Voilá!
facaemcasa_pure_de_morango3

Dicas:
– Você pode usar morangos congelados, na mesma quantidade. Na verdade, a Rose afirma que eles são melhores para a receita. Ainda facilita porque remove o passo mais demorado, que é congelá-los completamente. Usando eles, é só você começar a receita pelo descongelamento.
– Ao invés de cozinhar no fogão, você pode colocar no microondas em um pote de vidro bem alto (porque ele borbulha e sobe) e cozinhar no máximo até reduzir a 1/4 de xícara também. O tempo exato eu não sei porque optei por fazer na panela, mas é só você ir checando e medindo.
– O purê dura 10 dias na geladeira ou 1 ano congelado. Isso mesmo, um ano inteiro congelado. E você pode descongelar, tirar só um pouquinho e recongelar várias vezes sem prejudicar o sabor ou a textura. Acho um esforço válido por algo tão prático e gostoso.
– Meus morangos estavam tão docinhos que não vi necessidade de adoçar o purê. Além disso, como eu ia usar em bolos e coberturas, que já tem muito açúcar, também não quis colocar mais. Mas se você quiser esse purê para comer e quiser adoçar, coloque uns 40g de açúcar e veja se está bom para você. Adicione mais se preferir.
– O suco de limão ajuda a acentuar o sabor dos morangos e deixar um pouquinho mais consistente, então ele é essencial na receita. Não, não fica com gosto de limão.

Qual foi seu último dia zicado?

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!