terça, 02 de janeiro de 2018

Minibolos naked de leite ninho com nutella, trufados

2 Comentários

Eu adoro, adoro, fazer qualquer coisa em versão menor. Não é a toa que eu tenho um site que começou com o propósito único de transformar qualquer doce em uma versão cupcake.
Acredito plenamente na força das comidas em versões unitárias porque facilita pra todo mundo. Você não precisa fazer um bolão enorme, pode fazer versões menores em papéis prontos (cupcakes) – e seus convidados podem pegar cada um pra si e ninguém precisa cortar bolo na hora. Eu até curto cortar bolo, mas convenhamos que na hora da festa é uma função que ninguém quer, porque parece que não acaba nunca.

Minibolos naked cakes de leite ninho com nutella

Minibolos naked cakes de leite ninho com nutella
Minha querida amiga e organizadora de lindas festas em Brasília, Luissa, fez um chá de fraldas para sua nova princesinha que está chegando (talvez já tenha chegado no dia que esse post sair!). Ela me deixou “ser criativa” com os doces. “Faz o que você sempre teve vontade de fazer”, ela disse. Tem pessoa melhor que essa?!

Minibolos naked cakes de leite ninho com nutella

Minibolos naked cakes de leite ninho com nutella
Decidi então por esses minibolos, naked cakes lindinhos, com a famosa e adorada mistura de leite ninho com nutella. Preferência nacional há algum tempo.
São super simples e rápidos de fazer pois a massa assa muito rápido. Inclusive, no vídeo, eu fiz bolinhos até altos demais (planejo fazer mais baixinhos nas próximas versões), você pode espalhar por uma assadeira maior ainda e deixá-los com uma espessura mais fina.

Minibolos naked de leite ninho com nutella, trufados
Rende: 12 minibolos de 8cm de diâmetro

Massa
2 ovos
1/2 xícara de óleo
1/2 xícara de leite
3/4 xícara de açúcar
1 colher de sopa de extrato de baunilha
1 1/2 xícara de farinha
1 colher de chá de fermento
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/4 colher de chá de sal

Recheio
1 lata de leite condensado
50g de creme de leite (fresco ou uht)
100g de leite ninho em pó
nutella

1 – Para a massa: ligue seu forno em 180˚C. Em uma tigela, bata os ovos com um fouet e então acrescente o óleo e o leite. Misture bem até obter uma mistura homogênea.
2 – Acrescente o extrato de baunilha e o açúcar e misture. Em seguida, adicione a farinha com o fermento, o bicarbonato e o sal peneirados juntos. Bata tudo muito bem, tomando cuidado pra não bater demais senão a massa não fica fofinha.
3 – Cubra uma assadeira grande com papel manteiga e espalhe a massa por cima, nivelando com uma espátula. Deixe com uma espessura de 1 centímetro mais ou menos, ou até menos se quiser fazer bolinhos de duas camadas de recheio. Leve para assar por 8 a 9 minutos, ou até que o centro esteja coradinho. Remova e espere esfriar.
4 – Para o brigadeiro: leve todos os ingredientes do recheio menos a nutella para o fogo, numa panela de fundo grosso. Misture sempre em fogo médio pra baixo, pra não empelotar, e espere chegar à consistência de brigadeiro de colher. Não cozinhe demais senão fica muito duro pra usar num saco de confeitar. Coloque num prato, cubra com papel filme e deixe chegar a temperatura ambiente. Se quiser acelerar, coloque na geladeira por uns 30 minutos, mas cuidado pra não ficar gelado senão fica difícil de usar no saco de confeitar.
5 – E então coloque no saco de confeitar com um bico redondo (ou corte a pontinha do saco mesmo, nem precisa usar bico) e construa uma “paredinha” em cada primeiro andar de bolinho, como no vídeo. Preencha cada cavidade que ficou com uma colher de sopa bem generosa de nutella. Feche seu minibolo com outra camada de massa, dê uma “torcidinha” pra grudar no brigadeiro de leite ninho.
6 – Para decorar, você pode manter bem simples com açúcar gelado peneirado por cima, ou decorar como preferir. Como era para a festa da minha amiga, temática de shabby chic, eu fiz rosetes rosinhas com o bico 1M da Wilton, de buttercream de merengue italiano.

Minibolos naked cakes de leite ninho com nutella

segunda, 15 de dezembro de 2014

Naked cake com brigadeiro e doce de leite

80 Comentários

Ontem foi meu aniversário. E o que era pra ser um dia cheio de festinhas com meus amigos – e comilanças no almoço e jantar – se tornou um monte de cápsulas coloridas, ânsias de vômito e chás esquisitos. Tenho 364 dias no ano para gripar e inchar minhas amídalas, mas escolhi justamente o meu aniversário.
Tive que desmarcar com todo mundo o que seria um almoço num bistrô francês aqui em Brasília, no melhor estilo chique-meu-amor. Marquei lá porque era o único lugar que aceitava cachorro na área externa.

naked_cake_brigadeiro_doce_de_leite3
Aliás, foi quase impossível achar um lugar que aceitasse. Vocês têm o mesmo problema na cidade de vocês? Eu até entendo que a maioria não permita porque não dá mesmo pra prever quando vai ser um cachorro comportado ou outro meio maluco que pula em todos que passam. E tem gente que não gosta de cachorro mesmo.
Mas achei que seria mais fácil encontrar locais que deixassem. Sinto falta dos dias que passei em Buenos Aires e via pessoas com cachorros em praticamente qualquer lugar. E os cachorródromos? Grandes cercados em praças onde você pode soltar seu cachorro pra correr livre sem medo de perdê-lo em alguma distração.
Senti falta de algo assim em Brasília no sábado, quando fomos ao encontro de corgis da cidade. Com um incrível total de 4 corgis: Zeca, Freddie, Lola e Tonico, na ordem da foto.

encontro_corgis3

encontro_corgis2

encontro_corgis
As duas chances de fazer os quatro pararem quietos para uma foto: petisquinhos ou uma bolha de sabão que eles poderiam perseguir.
Freddie, que faz aniversário hoje, também comemorou bastante. Encontrou até um irmão separado na maternidade, já que ele e Tonico tem a mesma estrutura, tamanho e pelagem, com a diferença que Tonico tem rabo. Ambos se deram bem e passaram a maior parte da manhã brincando sozinhos enquanto o Zeca e a Lola passeavam pelo Parque.
Quantas vezes eu gritava pro Sr. Namorado pegar o Freddie e ele se confundia com o Tonico? Algumas. O bom disso tudo é que eles saem tão esgotados desses encontros que dormem o dia inteiro como anjos.

naked_cake_brigadeiro_doce_de_leite2
Nem consegui cozinhar ontem direito, mais porque o Sr. Namorado brigava quando eu me levantava do sofá e dizia que eu precisava descansar. Mas se eu pudesse, teria feito pra mim um naked cake como esse, com um doce de leite bem gostoso como aquele La Salamandra.

Naked cake de baunilha com brigadeiro e doce de leite
Rende: um bolo de três camadas de recheio, com 24cm de diâmetro

Massa
170g de manteiga
1 xícara de açúcar
4 ovos
2 colheres de chá de extrato de baunilha, ou as sementes de 1 fava de baunilha
2 1/4 xícaras de farinha
2 1/4 colheres de chá de fermento
1/4 colher de chá de sal
1/4 de xícara + 3 colheres de sopa de leite

Recheio de brigadeiro
1 lata de leite condensado
1 caixa de creme de leite uht
150g de chocolate meio amargo picado
1 colher de sopa de manteiga

Recheio de doce de leite
1 lata de doce de leite firme (Itambé é ótimo)

Nozes picadas a gosto

1 – Ligue seu forno em 180˚C. Unte e enfarinhe duas fôrmas de 24cm de diâmetro com fundo falso. Corte e posicione um papel manteiga redondo no fundo de cada uma, unte e enfarinhe ele também. Peneire em uma tigela a farinha, o sal e o fermento.
2 – Em uma tigela, bata a manteiga e o açúcar até que fique bem fofo e pálido. Adicione os ovos um a um, batendo bem depois de cada adição. Acrescente o extrato ou as sementes da fava de baunilha e bata novamente para incorporar bem.
3 – Alterne a adição dos ingredientes secos e do leite, terminando com os secos. Não bata muito, somente até incorporar tudo.
4 – Transfira a massa para as fôrmas, dividindo igualmente entre elas. Leve para assar individualmente ou juntas, por 25 minutos, ou até que um palito inserido no centro de cada bolo saia limpo. Se assar as duas juntas, lembre-se de trocar a posição das fôrmas na metade do tempo de cocção, para que assem igualmente.
5 – Enquanto os bolos esfriam, faça o brigadeiro levando todos os ingredientes ao fogo em uma panela. Mexa sem parar, raspando o fundo sempre, até que chegue ao ponto de enrolar. Então cozinhe por mais 5 minutos, até que o brigadeiro caia em pedaços da espátula, e não em fio. Transfira para um prato ou travessa de vidro, cubra com plástico filme e deixe esfriar.
6 – Se não tiver picado as nozes, pique em pedaços pequenos, pra não ter problema na hora de cortar o naked cake. Corte cada bolo ao meio.
7 – Comece pelo fundo de um dos bolos, para que fique o mais reto possível. Coloque uma camada de brigadeiro (eu usei o bico 1M), fazendo um “frufru” nas bordas. No centro que não vai aparecer, basta completar normalmente com o brigadeiro.
8 – Por cima, coloque outro bolo. Eu usei o topo de um deles. Faça uma camada de doce de leite (usei um bico redondo comum para fazer bolinhas), preenchendo o centro. Por cima, jogue as nozes picadas a gosto. Cubra com outro bolo (usei o fundo do outro). Repita outra camada de brigadeiro e cubra com o bolo que sobrou.

naked_cake_brigadeiro_doce_de_leite
Em cima, decore como preferir. Eu fiz voltinhas de brigadeiro, com um coração de pasta americana em cima, e açúcar gelado polvilhado. Simples, como um naked cake deve ser. Ah, o açúcar gelado é um tipo que não derrete com a umidade, seja do bolo ou da geladeira. Vende em casas especializadas em confeitaria.

Já passaram o aniversário de vocês gripados? Como foi?

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!