segunda, 21 de dezembro de 2015

Cobertura de mousse de chocolate

12 Comentários

Estava aqui pensando em como já fomos próximos e em como estamos distantes. São coisas que acontecem na vida, a gente se aproxima e se separa dos outros com bastante facilidade. Eu até deixei de ficar tão triste com isso. Aprendi com o Sr. Namorado, quando ainda éramos amigos: se a pessoa não quer ser minha amiga, não tem nada que eu possa fazer, muito menos sofrer por isso pra sempre.
Como proteção pessoal, absorvi esse ensinamento para mim desde então e tenho aprendido diariamente em como colocá-lo em prática. Talvez até demais, às vezes. Mas, honestamente? Só tem me feito bem.
O tempo que não gasto conjecturando os motivos desse afastamento e porquê você foi tão frio quando veio aqui em casa, e em todas as outras (poucas) vezes que nos vimos – esse tempo, eu estou usando para dedicar aos que ficaram. Aos que estão chegando. Aos que foram, mas voltaram.

cobertura_mousse_chocolate2
Não vamos mais correr atrás de amizades importantes, Juliana? Vamos sim, quando vale a pena. Recebi sinais claros, quase outdoors coloridos com fogos de artifício, de que não valia a pena, pelo menos não pra você. E se você não quer ser amigo, não tem motivo para forçar.
Todo mundo tem esse amigo de que estou falando. E se ele voltar, resolver que a amizade vale a pena, que está tudo bem, eu vou receber de braços abertos. Mas com o coração acanhado. Tem coisas que ficam no S2.

cobertura_mousse_chocolate3
Já havia um tempo que eu queria fazer uma cobertura ou recheio de mousse, acho a ideia incrível em bolos e em cupcakes só podia ser incrível também. Claro, a mousse não segura fora da geladeira. Você até pode colocar um pouco de gelatina no chantilly (como já fizemos aqui) para que ele segure melhor, mas o sabor modifica, a textura da mousse não fica igual e então é melhor simplesmente deixar na geladeira mesmo.

Cobertura de mousse de chocolate
Rende: o suficiente para cobrir 15 cupcakes com a voltinha da foto
Receita pela Stef, do Cupcake Project.

1 1/2 xícara de creme de leite fresco (mais de 35% de gordura)
4 ovos
2 colheres de sopa de açúcar refinado
340g de chocolate amargo ou meio amargo (mais de 60% de cacau), picado
4 colheres de sopa (56g) de manteiga

1 – Bata o creme de leite em uma tigela até obter picos bem firmes, quase antes de virar manteiga. Reserve na geladeira.
2 – Em uma batedeira fixa, bata os ovos e o açúcar por uns 10 minutos, até que vire uma espuma bem grossa e pálida. Dá pra fazer com batedeira de mão? Dá, se você conseguir bater por 10 minutos sem parar. Malhação na cozinha!
3 – Em um banho-maria, derreta o chocolate picado e a manteiga, lentamente para não queimar o chocolate.
4 – Acrescente o chocolate derretido aos ovos batidos, em três partes e misturando delicadamente com uma espátula para não retirar o ar que foi incorporado aos ovos. Faça movimentos envolventes, de baixo para os lados e para cima, com a espátula.
5 – Por último, acrescente o chantilly batido em três partes, fazendo o mesmo movimento delicado para garantir que o ar incorporado vai se manter. Assim que tudo estiver uniforme, ele vai estar ainda bem mole para colocar no saco de confeitar. Leve para a geladeira por uns 10 minutos, retire e misture com a espátula – sempre muito delicadamente! – e então coloque no saco para confeitar. Seja rápido para que a mousse não derreta no saco antes de chegar ao cupcakes.

Essa cobertura não deve ficar fora da geladeira, tipo nunca. Ela é para se colocar no cupcake e consumir na mesma hora. No Natal, dê aquela escapadinha da mesa e diga “vou preparar a sobremesa”. Mantenha a mousse na tigela, então dê aquela boa misturada com a espátula, com delicadeeeeza, e decore seus cupcakes imediatamente.
Dá um trabalhinho a mais? Sim, mas olha. Essa mousse é tão incrível, que acho que vale a pena. E sim, os ovos estão crus, então adquira ovos de confiança, ou avise seus convidados já que tem muita gente que não consome ovo cru.

cobertura_mousse_chocolate
E se sobrar um pouco de cobertura, como sobrou aqui, nada que um copinho ou um pote bonito não resolva, porque afinal de contas é uma mousse!
E tem cupcake de Natal chegando pra essa mousse, aguardem!

Já teve um amigo que se afastou tanto que você já não o reconheceu mais como amigo?

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!