segunda, 20 de novembro de 2017

Rolinhos de canela super rápidos para o Natal

3 Comentários

Então, já é Natal, né gente? Estamos em novembro mas sabemos que já agora começamos a nos sentir no espírito natalino. Tudo decorado na casa de vocês já?
Por aqui, neste ano, decidi me empenhar. Comprei meus próprios enfeites ao invés de ficar roubando da mamãe. Assim que tiver decorado bonitinho esse lugar, pretendo tirar fotos e colocar no Ju Morgado.

Rolinhos de canela, ou cinnamon rolls, para o Natal
Pra esse ano, lancei o #especialnatalcupcakeando, pra vocês verem todas as dicas e receitas deliciosas que eu recomendo pra esse Natal. E uma delas são esses cinnamon rolls, ou rolinhos de canela, famosos nos EUA e que por aqui podem até ser chamados de rosquinhas de canela.
Montar sua mesa da ceia de Natal com essas delícias no centro, com a cobertura vermelha e verde, fica incrível, não acham? Dá um impacto nos convidados e aposto que vão gostar dessa receitinha deliciosa.

Rolinhos de canela, ou cinnamon rolls, para o Natal

Rolinhos de canela, ou cinnamon rolls, para o Natal
A canela combina muito bem com a cobertura de creamcheese. Embora eu prefira os rolinhos mais quentinhos, saídos do forno então são perfeitos. Mas com a cobertura também é maravilhoso. Recomendo que prove as duas versões!
Essa receita é incrível porque é super rápida. A maioria dos rolinhos de canela pedem pra você deixar eles crescendo várias vezes, por uma ou duas horas.

Rolinhos de canela super rápidos para o Natal
Os famosos cinnamon rolls
Receita da Creations by Kara, com adaptações.
Rende: 24 rolinhos

Massa
1 xícara (240ml) de água morna
3/4 xícara (180ml) de leite morno
2 colheres de sopa de fermento biológico seco
1/2 xícara (110g) de açúcar
1/4 xícara (60ml) de óleo
2 ovos
1 colher de chá de sal
5 a 6 xícaras (550g a 660g) de farinha

Recheio
1/4 xícara (60g) de manteiga derretida
3/4 xícara (170g) de açúcar
2 colheres de sopa de canela (ou 3 se quiser mais caneludo)

Cobertura
3 colheres de sopa (42g) de manteiga
110g de creamcheese
2 xícaras (220g) de açúcar impalpável
2 colheres de sopa (30ml) de leite
corantes em gel nas cores vermelho e verde

1 – Deixe já tudo preparado para toda a receita, porque esses rolinhos são mega rápidos. Em uma tigela, misture a água, o leite, o açúcar, o fermento e o óleo. Mexa com um fouet ou uma colher. Deixe por 3 a 5 minutos ali. Vai começar a borbulhar e crescer – se o seu fermento estiver na validade e a água e o leite não estiverem muito quente. A temperatura ideal deles é morninho tipo quando você coloca o dedo e consegue mantê-lo ali sem problemas. Mais que isso pode matar o fermento.
2 – Depois que tiver crescido bem, transfira para a tigela da batedeira se for usá-la, e acrescente o sal e um ovo de cada vez, batendo bem após cada um. Depois, acrescente 2 ou 3 xícaras da farinha. Misture bem até ficar mais ou menos uniforme, então coloque o gancho de bater massa de pão e deixe bater na velocidade mínima. Se for fazer na mão mesmo, no braço, é só ir misturando bem.
3 – Acrescente mais e mais farinha até formar uma massa uniforme, mas não muito seca. Você precisa ser capaz de tocar nela sem grudar muito na sua mão. Eu usei 5 xícaras e mais 1/4 mais ou menos. Na batedeira, bati por uns 10 minutos enquanto adicionava a farinha. Por fim, virou uma massa linda e cheirosa. Deixe ela na tigela por 10 minutos para crescer.
4 – Enquanto isso, prepare o recheio de canela: misture o açúcar com a canela até que todo o açúcar fique bem coberto com o tempero. Reserve ao lado da manteiga derretida.
5 – Retire a massa da tigela e coloque em cima de uma superfície enfarinhada. Vá abrindo para formar um retângulo de 40 por 50 centímetros (sou perfeccionista). Na massa aberta, pincele a manteiga derretida por toda superfície. E por cima dela, salpique o açúcar caneludo. Vai parecer muito açúcar, mas não é, pode usar tudo. No forno ele vai derreter de qualquer jeito, e entrar na massa, por isso vamos usar bastante!
6 – Enrole a massa partindo do maior lado, com cuidado, mas fechando bem firmemente para que o açúcar vá “colando” na massa. É importante enrolar em uma grossura que vá caber dentro das forminhas de cupcake.
7 – Deve ter sobrado um pouco da manteiga derretida, então use para untar as forminhas de cupcake. Então, corte os rolinhos com, mais ou menos, a altura das cavidades de cupcakes, na verdade mire para um pouco menor até, coisa de meio centímetro pra baixo (diferente de mim no vídeo, mas aprendi depois hahaha).
8 – Depois de preencher todas as cavidades, pré-aqueça seu forno em 190˚C. Enquanto ele esquenta, cubra os rolinhos com um pano e deixe que cresçam. Quando o forno estiver na temperatura, leve para assar por 14 a 15 minutos, até que fiquem douradinhos e o açúcar bem derretido. Retire das forminhas e deixe esfriar – dica: comer quentinho também é uma delícia!
9 – Para a cobertura, enquanto esfriam, é só misturar bem a manteiga e o creamcheese, depois acrescentar o açúcar e ir misturando até formar uma pastinha. Então, acrescente o leite até chegar a uma consistência boa para espalhar, que caia por cima dos rolinhos mas não seja muito líquida pra não fazer lambança.
10 – Com corante em gel ou líquido, divida a cobertura em duas partes e acrescente umas gotinhas de cada cor até chegar no tom natalino que tanto amamos. Tente não usar muito, vá aos poucos, porque corante pode amargar. Depois é só colocar uma a duas colheres de sopa em cada rolinho e deixar cair naturalmente. Sirva!

Fazer cinnamon rolls, ou os rolinhos, na fôrma de cupcake é perfeito. Por isso eu gosto tanto de cupcakes, porque literalmente dá pra fazer qualquer coisa nessa forminha. Eles ficam no formato certinho e ainda já saem servidos para uma pessoa.

Rolinhos de canela, ou cinnamon rolls, para o Natal
O outro jeito de fazer os rolinhos é untar uma fôrma grande com manteiga e colocar um do lado do outro, virado pra cima exatamente como nas forminhas. Eles assam um do lado do outro, mas depois de frios dá pra tirar um por um certinho. Fica lindo assim também!

segunda, 13 de novembro de 2017

Cupcakes de pêssegos e mirtilos frescos

2 Comentários

Se tem uma coisa que acho linda, é um bolo ou cupcake feito com mirtilos frescos na massa.
Eles explodem enquanto assa, e esse roxo/azul maravilhoso cai pela massa, fazendo uma decoração automática e linda no doce. Sei lá. Viram como quando eu falo sobre isso, pareço até que to apaixonada?

Cupcakes de pêssegos e mirtilos frescos
Adoro o fim do ano em Brasília, porque mirtilos começam a aparecer com valores muito atrativos. Bandejinhas que antes eram 24 reais surgem por 8. Na promoção, você acha por 6, se der sorte. Aproveito a oportunidade para fazer receitas com essas delícias, que não são tradicionais de um país tropical como o nosso, mas são saborosíssimas.
Vi essa combinação entre pêssegos e mirtilos e achei interessante. Ficou realmente muito bom! E exatamente porque você morde o cupcake e sente cada frutinha.

Cupcakes de pêssegos e mirtilos frescos

Cupcakes de pêssegos e mirtilos frescos
Recheio? Já falei que dispenso, ainda mais se for um cupcake tão balanceado como esse, e com frutas na massa. Se você rechear esta ideia, vai praticamente tirar todos os mirtilos dela.
Aproveite sem!

Cupcakes de pêssegos e mirtilos frescos
Rende: 14 cupcakes
Receita da Julia’s Album, com adaptações.

Massa
1 1/2 xícaras (170g) de farinha
1 colher de chá de fermento
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/4 colher de chá de sal
70g de manteiga
1 xícara (210g) de açúcar
2 ovos
1 colher de chá de extrato de baunilha
1/2 xícara (120ml) de iogurte
2 pêssegos (para os cupcakes e para decorar)
170g de mirtilos (para os cupcakes)
1 colher de sopa de açúcar a parte, para salpicar sobre os cupcakes
mais mirtilos para decorar

Cobertura
1/2 receita de buttercream de merengue italiano

1 – Ligue seu forno em 180˚C. Corte os pêssegos em fatias, sem o caroço. Não sabe abrir um pêssego? No vídeo da receita eu te mostro! E daí, em uma tigela, misture farinha, bicarbonato, fermento e sal. Na batedeira, bata a manteiga e o açúcar até obter um creme fofo, uniforme e mais claro.
2 – Adicione um ovo de cada vez, batendo entre as adições, e por último acrescente a baunilha. Bata bem
3 – Adicione o iogurte de uma vez, bata novamente para misturar tudo. Em seguida, acrescente a farinha e bata aos poucos, primeiro na velocidade baixa e depois aumente. Mexa somente até incorporar tudo e ficar uniforme, é coisa rápida. Se bater demais, a massa pode solar.
4 – Divida a massa entre as forminhas , preenchendo somente até a metade. Sobre a massa, coloque os mirtilos. Coloquei mais ou menos uns 7 ou 8 por forminha, mas depende muito do tamanho deles. Pressione de leve para que eles “adentrem” a massa. Coloque duas ou três fatias de pêssego e pressione também. Com isso, a massa deve chegar aos 2/3 de cada forminha para assar. Se não chegar, você pode colocar uma colher de chá ou algo assim, que tenha sobrado da tigela. Por cima dos cupcakes, salpique um pouco do açúcar extra.
5 – Asse por 16 minutos ou até que um palito inserido no centro de cada cupcake saia limpo. Retire e espere esfriar completamente.
6 – Decore com o buttercream de merengue italiano (aprenda a fazer no vídeo com a receita do blog!), e com mais mirtilos e pêssegos. Eu joguei um xablauzinho de mel, porque achei que combinava com o frutado do cupcake.

Cupcakes de pêssegos e mirtilos frescos
Essa receita fica ótima como um bolo caseiro, para o lanchinho da tarde. É só assar numa fôrma maior, e talvez cortar mais pêssegos. Pra ficar bem pessegudo hahaha.

Que tal a combinação de pêssegos e mirtilos? Tem outra sugestão de combinação pra cupcake? Deixa aqui nos comentários :)

Juliana Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pelo Cupcakeando, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!