sexta, 11 de outubro de 2013

Cupcakes de nhá benta

45 Comentários

Ultimamente, estou sem tempo para nada. Não arrumo tempo nem mesmo para respirar fundo ou ler um livro. Muita coisa para fazer ao mesmo tempo: trabalhar como jornalista, estudar confeitaria, cuidar de um filho felpudo, encontrar o Sr. Namorado e encaixar meus amigos aqui e ali. Sem contar as coisas que eu invento de fazer, achando que sou mulher maravilha, como, por exemplo, escrever uma coluna quinzenal de reclamações cinéfilas no blog do meu amigo.

cupcakes_nha_benta2
Mas amigo que é amigo entende que eu podia estar roubando, podia estar matando, mas só estou trabalhando honestamente – muito e loucamente. O Vinícius carinhosamente me convidou para escrever no Aquela Velha Onda, já que por alguma razão absurda ele dá credibilidade ao que eu falo sobre cinema, e aceitou todos os mil poréns que eu passei sobre minha falta de tempo.
Por essas e outras razões, há muitos anos, eu o apelidei de Good Vini. E se vocês gostam de cinema, entrem no blog dele, porque é cheio de conteúdo inteligente sobre o assunto. E leiam minha coluna quinzenal – quando eu cumprir a periodicidade – chamada Desabafo Cinéfilo, onde eu reclamo de tudo que me irrita na indústria cinematográfica.

cupcakes_nha_benta

Cupcakes de nhá benta
Rende: 18 cupcakes

2 xícaras de farinha
2 xícaras de açúcar

1/4 de colher de chá de sal

4 colheres de sopa de cacau (não niveladas)

225g (1 xícara) de manteiga

1 xícara de água fervente

1/2 xícara de buttermilk

2 ovos

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de extrato de baunilha

1 – Faça o buttermilk e ligue seu forno em 180˚C.

2 – Derreta a manteiga em fogo baixo, em uma panela pequena. Quando estiver líquida, acrescente o cacau.
3 – Acrescente a água fervente e aumente para a chama média. Quando começar a borbulhar, espere 30 segundos. Retire do fogo e reserve.

4 – Em uma tigela bem grande, peneire a farinha, o açúcar e o sal juntos. Em outra tigela, bata os ovos e acrescente o buttermilk, o bicarbonato de sódio e o extrato de baunilha, mexendo bem.

5 – Derrame a mistura do cacau em cima dos ingredientes secos e mescle com uma espátula, “dobrando” a massa sobre ela mesma.
6 – Quando estiver homogêneo, derrame a mistura líquida de ovos e buttermilk, repetindo o mesmo processo. O resultado final é bastante líquido, mas é normal.

7 – Use uma concha ou uma colher de sorvete para dividir pelas forminhas de papel e então leve ao forno por 22 minutos. Estão prontos quando um palito inserido no meio de cada um deles sair limpo.

Nhá benta
5 claras
1 xícara e 2 colheres de sopa de açúcar
pitada de sal
1/2 colher de chá de cremor tártaro
500g de chocolate meio amargo, entre 50% a 70% de cacau

1 – Na tigela da batedeira, ou em uma que possa ir ao banho-maria, misture as claras, o açúcar e o sal. Coloque sobre uma panela com um pouco de água, mas sem encostar na tigela, e ligue o fogo. Não saia de perto e mexa sempre, com um batedor de ovos ou até mesmo um garfo. Vamos cozinhar lentamente as claras até que atinjam 71˚C (160˚F). O segredo para quem não tem termômetro é: mergulhe um dedo e esfregue com o polegar, se você não sentir mais o granulado do açúcar, está pronto!
2 – Retire e imediatamente leve para bater na velocidade média-alta. Acrescente o cremor tártaro aqui, antes que as claras comecem a criar volume. Bata por cerca de 10 minutos, até que a tigela esteja quase na temperatura ambiente.
3 – Coloque no saco de confeitar e use imediatamente para cobrir os cupcakes. Eu usei um bico redondo comum, acho que fica mais bonito assim.
4 – Pique todo o chocolate e, em seguida, separe aproximadamente 1/3.

5 – O resto você vai derreter completamente. Se tiver um termômetro – e isso tudo fica tão mais fácil com ele! –, a temperatura certa para atingir é 41˚C. Você pode derreter no microondas ou em banho-maria: eu escolho sempre o microondas por ser mais fácil e prático. Se preferir o banho-maria, garanta que o chocolate em momento algum chegará perto de uma gota de água. No microondas, leve o chocolate de 15 em 15 segundos na potência máxima, removendo para mexer a cada intervalo. Cheque a temperatura constantemente e pare assim que atingir 41˚C ou um pouco mais.

6 – Acrescente o resto do chocolate que separamos e misture até que tudo esteja derretido. Continue mexendo e checando a temperatura: ela deve descer até 31-32˚C. Esse é o ponto no qual o chocolate está temperado e é preciso manter essa temperatura para podermos banhar os cupcakes. Minha dica é manter uma panela de água fervendo ao lado e, quando a temperatura da tigela com o chocolate cair, mergulhar rapidamente na água para reaquecê-la, tomando muito cuidado com a água!

Montagem

1 – Depois de decorar cada cupcake com a voltinha de merengue, coloque-os em uma travessa e leve para a geladeira por uns 20 minutos, no mínimo.
2 – Retire da geladeira e comece a banhá-los no chocolate. Minha técnica é mergulhar o cupcake de cabeça para baixo – não tenha medo, o merengue não vai cair –, levantar e ir girando aos poucos, deixando o excesso cair. É possível que um pouco do merengue no final apareça. Para cobrir, eu uso um palito de dente.

passoapasso_nhabenta

Você pode usar chocolate fracionado (ou chocolate de cobertura, é a mesma coisa) para cobrir, se não quiser se dar ao trabalho de temperar. O bico que eu usei para a voltinha de merengue foi o 1A, da Wilton, mas qualquer bico redondo comum funciona perfeitamente.

Você reclama muito sobre cinema? O que é pior nessa indústria pra você?

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!