segunda, 03 de agosto de 2015

Brownies de cacau

33 Comentários

Percebo, pelos e-mails que recebo, que às vezes o blog ajuda pessoas que querem viver de confeitaria ou cupcakes por encomenda, ou abrir lojas, etc. Confesso que fico feliz com isso, mas preciso explicar a ideia do site quando eu o criei.
Não o criei pra ajudar pessoas a começarem seus negócios – sejam pequenos ou grandes. Não o criei pra dar dicas de como cobrar pelos seus produtos, ou como fazer grandes encomendas. As receitas que coloco aqui não são para usar como receitas base para lojas e revenda, porque elas muito provavelmente não são vantajosas para isso.
O blog nasceu porque eu gosto muito de fazer receitas diferentes do padrão baunilha/chocolate. Por causa disso, eu levava muitos cupcakes para amigos e as pessoas sempre me pediam a receita. Eu tinha preguiça de passar várias vezes ou digitar o tempo todo, então pensei que colocando num blog seria mais simples. Juntei isso com meu gosto por tirar fotos e escrever, e voilá.

brownies_cacau2
Então, é válido reforçar que o blog não tem nenhuma pretensão de ajudar pessoas a abrirem seus negócios de confeitaria ou cupcake. Fico lisonjeada ao saber que muitos de vocês se inspiraram aqui para isso, ou até usam minhas receitas e dicas em negócios bem sucedidos. Mas saibam que isso é mérito de vocês, apenas. Vocês entraram aqui, viram os textos e adequaram tudo – com pesquisa de mercado, com estudo e com bom senso – ao que era necessário para estabelecer seus negócios.
A maior prova de que o blog não tem esse propósito é que eu mesma, Juliana, não vivo de encomendas de cupcakes ou doces. Sou jornalista e trabalho 8h por dia – esse é o meu sustento.
O blog pode até te ajudar a abrir ou começar o seu negócio. Mas, pra isso, é preciso um estudo de mercado, de administração e marketing. Isso, inclusive, é um trabalho que é cobrado por quem é especialista nisso. Eu não sou. Não é só pegar minhas receitas e começar a fazer por encomenda, gente! Elas não são feitas pra isso, elas são focadas em comidas para fazer quando tiver vontade: pra família, pros amigos, pro trabalho, sei lá. Quando estiver afim de comer bacon doce. Se vocês só usarem minhas receitas sem nenhum tipo de estudo e administração de negócios, cada cupcake vai custar uns R$ 10 e ninguém vai pagar isso, hahahaha.

brownies_cacau
Então, a vocês que me mandam e-mails pedindo ajuda – dicas, sugestões, receitas – para abrir lojas, começar um negócio de encomendas, etc: por favor, não façam isso sem estudar sobre administração de negócios. Façam um curso no SEBRAE, eles tem vários ótimos e alguns de graça. Começando assim alok@ uma loja, você corre o risco de investir um monte e falir em menos de dois meses. Muito cuidado, mesmo, é seu dinheiro e sua vida que está em jogo.

Brownies de cacau
Rende: uma fôrma quadrada de 17cm
Receita por Technicolor Kitchen, com adaptações.

140g de manteiga
1 xícara (195g) de açúcar
3/4 xícara (70g) de cacau em pó
1/4 colher de chá de sal
1/2 colher de sopa de extrato de baunilha
2 ovos gelados
1/2 xícara (70g) de farinha
1 xícara de castanhas do pará, picadas grosseiramente (opcional, ou use as castanhas de sua preferência. Nozes também fica muito bom)

1 – Ligue seu forno em 160˚C. Unte a fôrma com manteiga e cacau em pó e reserve na geladeira.
2 – Em uma tigela, misture o açúcar e o cacau. Em seguida, em uma panela, derreta a manteiga e adicione a mistura. Deixe ferver por 30 segundos, mexendo sempre. Retire do fogo e transfira para a tigela anterior, para esfriar levemente.
3 – Em outra tigela, bata os ovos levemente, e misture o sal e a baunilha. Com um fouet, acrescente os ovos à mistura de manteiga e cacau, mexendo sem parar para não cozinhar os ovos.
4 – Por último, acrescente a farinha e as castanhas, e misture com vontade. Dê umas boas batidas na massa com o fouet pra quebrar grumos de farinha e desenvolver um pouco do glúten – mas não muito!
5 – Transfira a massa para a fôrma e leve para assar por 22 minutos, ou até que um palito inserido no centro saia levemente úmido, mas em sua maioria seco.

Esses brownies eu encontrei no blog da Patricia e são sucesso absoluto!

brownies_cacau3
São de longe meus favoritos em sabor e praticidade – confesso que acho meio chato ter que derreter chocolate pra fazer brownie, então esse que é de cacau é uma mão na roda. Eu diminui a quantidade de açúcar e aumentei a de cacau da receita da Patricia, mas se você não curte esse amarguinho, é só seguir a receita original que está lá no Technicolor Kitchen.

segunda, 16 de março de 2015

Cobertura de creamcheese de cacau

29 Comentários

Chegou a mesa de jantar! Quem me acompanha no Instagram já está sabendo, né? Ela chegou depois de meses (mesmo!) de demora e vários imprevistos. Dica: jamais encomendem algo de 20 de novembro pra frente, em ano nenhum, porque você provavelmente vai enfrentar férias coletivas de um monte de serviços e mofar enquanto espera seu produto.
Mas a mesa chegou, linda e maravilhosa, e o que importa é isso. Não podia ser nenhum outro modelo mais bonito que esse, que combinasse mais com a proposta inteira do apê. E mais: junto com ela, ainda vieram outras duas cadeiras pra não deixar mais a transparente lindona órfã! Ou seja, consegui montar a área de jantar da maneira que eu imaginava, e estou completamente apaixonada.
Tanto que no dia seguinte à chegada da mesa, já enchi ela de coisas de cupcakes para encomendas, hahaha. Coitada.

_DSC2381ee
Além disso, o vidro que ficava atrás da pia foi trocado pela cor correta. Não sei se vocês lembram quando ele veio na cor errada – que nem era feia, só não combina nadinha com o nicho azul Tiffany maravilhoso. Então agora já foi trocado e está lindo também! Só não tiro uma foto pra vocês do conjunto completo agora, porque a mesa está uma bagunça com materiais de modelagem de pasta americana. Sacomé, morar sozinha é isso.
O que importa é que a cozinha está completa. E a sensação de concretizá-la, do jeitinho que eu quis e sonhei, é muito boa. Espero do fundo do coração que todos vocês tenham essa oportunidade também, porque é muito recompensante para quem ama esse cantinho da casa um pouquinho mais do que os outros.
Próximos passos? A estante da sala, que vai abrigar todos os itens decorativos e coisinhas fofas que ficaram na casa de Dona Mamãe por enquanto. E depois uma mini horta vertical perto da janela, pra cultivar todos os temperinhos que eu mais gosto e dar um verde nesse apê.

_DSC2364ee
Já tem um tempinho que fiz essa cobertura, mas me lembro sempre da gostosura que ela é. Sei que nem todo mundo curte creamcheese, já que não é costume brasileiro. Porém, convido a todos a fazerem em casa e provar. O cacau eleva essa cobertura pra outro patamar! Nunca imaginei que creamcheese + cacau seria uma combinação tão incrível.

Cobertura de creamcheese de cacau
Rende: o suficiente para cobrir 12 cupcakes generosamente

90g de creamcheese, levemente gelado
100g de manteiga em temperatura ambiente
1 1/2 xícaras (170g) de açúcar impalpável
1/4 de xícara + 2 colheres de sopa (45g) de cacau em pó

1 – Bata a manteiga por 5 minutos, até que fique bem mais clara e uniforme. O ideal é que ela esteja em temperatura ambiente, mas em ponto de pomada, ou seja não dá pra usar aquela manteiga molenga. Pra achar o ponto de pomada, é quando você pressiona a manteiga com seu dedo e ela cede, mas mantém o formato e não gruda de volta no seu dedo.
2 – Acrescente o creamcheese levemente gelado em colheradas de chá, aos poucos, em velocidade baixa. Quando acrescentar tudo, aumente para a velocidade média e bata por mais 30 segundos até incorporar tudo.
3 – Desligue a batedeira e adicione todo o açúcar e o cacau, peneirados, de uma vez só. Cubra com um pano e ligue a batedeira na velocidade mínima por 30 segundos. Depois aumente para a velocidade média e cheque pra ver se já é seguro tirar o pano sem que exploda açúcar e cacau na sua cozinha.
4 – Bata somente até incorporar todo o cacau e açúcar, parando na metade para mexer com uma espátula e ter certeza que tudo está sendo misturado. Se você bater demais, a cobertura vai desandar. Se estiver muito quente, leve a tigela para a geladeira por 5 minutos e bata novamente.

Antes de usar para decorar, eu gosto de deixar na geladeira mais um pouco. Ela segura voltinhas perfeitamente se o clima da sua cidade colaborar, é claro.

_DSC2375ee
Ju, dá pra trocar o cacau por chocolate em pó/achocolatado? Gente, praticamente sempre dá, mas não é a mesma coisa de sabor e nem de consistência. Se esforcem pra achar cacau na cidade de vocês (e façam um estoque quando encontrarem, já que dura bastante mesmo num pote bem vedado), vale a pena!

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!