quarta, 05 de março de 2014

Cupcakes de manteiga de amendoim e buttercream de chocolate

52 Comentários

O que foi o Oscar, hein, gente? Todo ano eu me mobilizo aqui em casa pra assistir à premiação e reclamar das escolhas da Academia. Esse ano já começou “bem”, com Trapaça sendo favorito em diversas categorias e eu achei isso um absurdo. Então, sabendo que a Ellen DeGeneres iria apresentar, eu imaginei que seria uma festa no mínimo interessante. Ellen é super engraçada, né.
Assisti torcendo pelo Alfonso Cuarón, por Ela, por Julia Roberts e, claro e sempre, pelo Leonardo DiCaprio. E assim como toda a internet, fiquei chateada com a derrota. Não vi Clube de Compras Dallas – pelos trailers, foi uma vitória merecida de Matthew McConaughey –, mas Leonardo merece um Oscar há muitos anos. Não desista, Leo, por favor.

cupcakes_manteiga_amendoim2
Agora estou tirando meu tempinho para assistir todos os filmes indicados ao grande prêmio. Nunca sei porque só faço isso depois da festa em si. Gravidade é o próximo na lista. Quem já viu? O Sr. Namorado detestou com todas as forças. Depois vou para 12 Anos de Escravidão, já com altas expectativas.
Outras observações sobre o Oscar:
– Ellen não estava tão engraçada quanto eu imaginava que ela ia ser. Aliás, achei que ela mal apareceu no palco. Outros hosts já foram mais participativos.
– Não curto Brangelina, mas achei super divertido o Brad Pitt sair da casca de seriedade babaca que ele ostenta pra participar da distribuição de pizzas da Ellen.
– Jennifer Lawrence continua sendo a pessoa mais legal, simpática e espontânea de Hollywood.
– Idina Menzel não tem o nome mais fácil do mundo, mas não custa nada praticar antes de subir no palco, Travolta.

cupcakes_manteiga_amendoim3
E o Carnaval? Pulei, literalmente. Nem o desfile da Beija-Flor eu vi. Esse ano, quis distância da folia. Passei os dias com o Freddie, recém-castrado, e jogando Wii. Foi um ótimo Carnaval!

Cupcakes de manteiga de amendoim
Rende: 12 cupcakes
Receita por Sallys Baking Addiction, com adaptações.

1 1/4 xícaras (170g) de farinha
1 1/2 colheres de chá de fermento em pó
1/4 de colher de chá de sal
2/3 de xícara (180g) de manteiga de amendoim
110g de manteiga
3/4 de xícara (140g) de açúcar mascavo
2 ovos
1 colher de chá de extrato de baunilha
4 colheres de sopa de leite

1 – Ligue seu forno em 180˚C. Em uma tigela, bata a manteiga e a manteiga de amendoim juntas, até que fique bem incorporado. Em outra tigela, peneire a farinha, o sal e o fermento juntos e reserve.
2 – Adicione o açúcar mascavo e bata por mais 2 minutos, até que fique bem fofo e mais claro.
3 – Acrescente os ovos, um a um, batendo entre cada adição. Acrescente também a baunilha e bata até incorporar tudo.
4 – Alterne a adição dos ingredientes secos e do leite, terminando com os secos. A massa vai ficar bem grossa. Divida entre as forminhas de papel e asse por 16 minutos, ou até que um palito inserido no centro de cada cupcake saia limpo.

Buttercream clássico de chocolate
Rende: cobre 14 cupcakes com a voltinha clássica

115g de manteiga
70g de chocolate meio amargo derretido
1 1/3 xícaras de açúcar impalpável
2 colheres de sopa de leite
1 colher de chá de extrato de baunilha
uma pitada de sal

1 – Em uma batedeira fixa, bata a manteiga por 6 minutos na velocidade média, até que fique bem mais clara e bem fofinha. Em seguida, pare a batedeira e adicione o chocolate meio amargo derretido. Ele não deve estar quente senão vai derreter a manteiga. É preciso que ele esteja quase em temperatura ambiente, mas ainda líquido. Bata novamente, incorporando os dois. Raspe a tigela com uma espátula, se necessário.
2 – Adicione todo o açúcar, a baunilha e o sal de uma vez, com a batedeira parada. Cubra com um pano (pra impedir a nuvem de açúcar na sua cozinha) e bata na velocidade mínima primeiro, até incorporar. Depois ligue na velocidade média e bata por 6 minutos sem parar.
3 – Por fim, teste a consistência. Se estiver muito firme, adicione uma colher de leite por vez. Para mim, precisei de duas, mas pode variar para você. Bata novamente, coloque em um saco de confeitar e mande bala!

cupcakes_manteiga_amendoim
Esse cupcake tem o distinto sabor da manteiga de amendoim na massa. Combinou perfeitamente com o buttercream de chocolate, sem ficar nem um pouco enjoado. Tome bastante cuidado para não deixar o cupcake muito tempo no forno, senão ele vai ressecar – falo por experiência.

O que acharam da premiação do Oscar? Justa ou não?

sexta, 07 de fevereiro de 2014

Faça em casa: Manteiga de amendoim

35 Comentários

Na semana passada, a Yoko nos deixou. Foi pro céu dos cachorros, encontrar o marido, Nanuck, e o filho, Howe, e mais todos os cães do mundo. Porque se existe céu, tenho certeza que ele é povoado por cachorros. Bichos puros, leais e carinhosos, que só nos dão alegrias.
O tumor da pata dela tinha voltado há algum tempo e já estava muito grande. Infelizmente, houve metástase no pulmão, o que significa que não havia o que fazer. Metástase é metástase. O tumor da pata crescia a cada dia e começava a impedi-la de fazer coisas pequenas, como andar na grama sem tropeçar e cair. Yoko parou até de me acompanhar todos os dias pela manhã até o carro, coisa que ela fez em todos os 10 anos na mesma casa.
Cortava meu coração ver a crescente deterioração da saúde dela e eu não queria chegar em casa um dia e vê-la com aquele tumor estourado e ulcerado. É uma dor que ela não mereceria sentir nunca. Então, tomei a decisão difícil, mas consciente. Sei no fundo do meu coração que fiz tudo o que eu pude por ela e que ela viveu plenamente – 15 anos, 3 cirurgias, 7 ninhadas e um atropelamento. Sem perder o jeitinho alegre de andar pelo jardim e de cuidadosamente pegar o petisquinho da minha mão sem me morder.

yoko_eu
Não vou mais ver os olhinhos bicolores dela no vidro da porta da garagem toda vez que eu chegar em casa, mas ela só me deixou fisicamente. As lembranças ficam para sempre. A tristeza veio – e veio forte – mas duvido que a Yoko ficaria feliz se me visse depressiva pra sempre. Então, vou preferir ficar nas memórias, tipo essa lambida gostosa na orelha da foto. Aliás, eu tinha muito estilo, em plenos 11 anos de idade, né não? E sim, eu fazia balé.

manteiga_amendoim_caseira
Como fui fazer biscoitos de cachorro e cupcakes para meu aniversário, para a Yoko, o Freddie e a Mell, precisava de manteiga de amendoim pronta. Não costuma ser um produto comum no Brasil, aliás eu só encontro de uma marca importada aqui em Brasília e o pote é quase 15 reais. Qual seria a sua surpresa se eu te dissesse que dá pra fazer em casa por um preço quase irrisório?

Manteiga de amendoim

500g de amendoim, sem casca
Óleo vegetal, de canola ou girassol

1 – Não poderia ser mais simples: basta colocar os amendoins em um multiprocessador e ligar por uns bons minutos. Coloque uma colher de sopa de óleo de cada vez para ajudar a mistura a incorporar totalmente. Eu nunca passei de 4 colheres de sopa de óleo. Isso porque o amendoim em si tem óleo natural, que vai ser liberado aos poucos enquanto você bate. Eu gosto do mínimo possível de pedaços de amendoim, gosto que vire uma pasta mesmo. Então, deixo bater muito – tipo, 15 minutos seguidos – e eventualmente misturo a tigela com uma espátula, para garantir que todos os amendoins estão sendo batidos. Quando chegar no ideal para você, está pronto!

manteiga_amendoim_caseira2
Tem que ser multiprocessador, Ju? Eu tentei com liquidificador uma primeira vez, resultando em vários gritos da minha mãe, uma tigela quebrada e um Sr. Namorado dizendo “eu avisei”. Só consegui mesmo com o multiprocessador. Como podem ver pela foto, mesmo batendo por longos 15 minutos, ainda assim sobraram pedacinhos de amendoim. Se quiser completamente sem eles, acredito que passar por uma peneira deve dar um trabalhinho, mas funciona.
Essa pastinha costuma ser usada pra passar no pão, pura mesmo, nos EUA. Uma camada de manteiga de amendoim e outra de geleia. Eu pessoalmente não achei sensacional misturar esses dois, mas você pode tentar. A manteiga dura umas boas 2 semanas em temperatura ambiente. Parada, o óleo vai separar do amendoim, mas isso é natural, basta misturar tudo de novo antes de usar. Claro que vai vir um cupcake com manteiga de amendoim pela frente.
E obrigada a todos vocês que desejaram tudo de bom para a Yoko no ano retrasado. Ela viveu mais um lindo ano cheia de energia antes de ir correr por prados mais verdes que os nossos.

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!