quinta, 19 de julho de 2012

Oreos caseiros em defesa dos EUA

40 Comentários

Eu gosto muito dos Estados Unidos. Não entendo quando alguém começa aquele discurso de que os americanos são grossos, secos e mal educados com turistas. Sempre fui incrivelmente bem recebida em todos os lugares que estive nos EUA, mesmo sabendo que eu era brasileira. Acredito que as pessoas tem essa ideia de que se eu sou turista e estou gastando dinheiro nesse país, tenho que ser tratado como um rei. Aí, o atendimento bom se torna mediano ou ruim, por causa da expectativa.
Também já estive em lojas nos EUA onde estava sendo muito bem tratada, até que um grupo histérico de brasileiros entrou fazendo um terror cantando “meu brasil brasileiro” e derrubando produtos. Depois de alguns 10 minutos sem ser recebida por um atendente, ouvi uma das meninas reclamar: “americano é tudo mal educado!”. Traduzi para a atendente que estava comigo, que se limitou a rir baixinho e me conduziu com muita simpatia ao caixa. Ainda me deu desconto, veja só.


Entre algumas das minhas paixões pelos EUA, estão as lojas de casa e cozinha, as estradas interestaduais, os sorvetes de vanilla e oreos. Esse biscoito é tão viciante que parte da tristeza em ir embora dos EUA é pelo fato de não poder mais ir ao Walgreens da esquina e comprar um pacote gigante. Minha saudade foi eliminada quando descobri que, sim, dá pra fazer em casa e, sim, tem o mesmo sabor – se não for melhor!
Se o temperamento pouco acolhedor dos americanos – o que eu discordo – te fez detestar esse país, essa receita vem com a missão de defender o vermelho, azul e branco dos EUA atacando a sua barriga.

Oreos caseiros
Receita da My Kitchen Addiction.
Rende: aproximadamente 5 dúzias de biscoitos no formato comum

Biscoitos:
1 xícara (230g) de manteiga em temperatura ambiente
1 xícara de açúcar
1 ovo
1 colher de chá de extrato de baunilha
2 xícaras de farinha de trigo
3/4 de xícara de cacau em pó
1 1/2 colher de chá de fermento
1 colher de chá de sal
Recheio:
1/2 xícara (115g) de manteiga em temperatura ambiente
2 colheres de sopa de leite integral
1 colher de chá de extrato de baunilha
pitada de sal
3 1/4 xícaras de açúcar impalpável, peneirado

Biscoitos:
1 – Peneire juntos a farinha, o cacau, o fermento e o sal.
2 – Bata a manteiga e o açúcar por 3 minutos, até que fique bem pálido e fofo.
3 – Adicione o ovo e a baunilha, bata por mais 1 minuto.
4 – Adicione os ingredientes secos à mistura e bata na velocidade mais baixa, para não espirrar farinha na cozinha toda. Não bata demais, somente o suficiente para que a farinha se incorpore.
5 – Envolva a massa em papel plástico e leve à geladeira por pelo menos 1 hora.
6 – Na metade do tempo, arrume assadeiras com papel manteiga ao fundo. Polvilhe um pouco de farinha em uma superfície bem limpa. Ligue seu forno em 180˚C.
7 – Retire a massa da geladeira, divida em dois e mantenha uma gelando no papel plástico enquanto mexe com a outra. Com um rolo de cozinha, abra a massa em cima da farinha até atingir a espessura de, no máximo, 0,5 cm. Corte no formato que desejar, mas o clássico é redondo!

Oreos de corações para o Sr. Namorado!
8 – Asse por 12 minutos e depois transfira no papel manteiga para uma grade de resfriamento. Retire cuidadosamente quando estiverem frios.

Recheio:
1 – Enquanto a última fornada assa, prepare o recheio. Bata a manteiga, o leite, a baunilha e o sal.
2 – Adicione o açúcar peneirado em partes, de xícara em xícara, até que ganhe consistência.
3 – Você pode usar uma colher para colocar o recheio nos biscoitos, mas um bico de confeitar é muito mais prático e rápido.


A partir daí, é só juntar duas metades com o recheio e aproveitar! Parece mentira, mas o sabor é igual ao oreo comprado nos EUA, que é basicamente um negresco mais amargo. Duvido que eles resistam dois dias na sua casa!

Dicas:
– Não corte os biscoitos muito grossos, pois, na hora de assar, eles vão espalhar e podem perder a forma do cortador.
– Tente abrir a massa na farinha o mínimo possível: abra uma vez e corte a maior quantidade de biscoitos possível. Quanto mais você abre, mais farinha ela absorve. Isso faz com que os biscoitos fiquem mais secos.
– Você pode usar o cacau em pó no lugar da farinha para abrir a massa, para evitar o ressecamento, mas acaba deixando a receita mais cara!
– Há boatos de que comê-los molhando aos poucos no leite é ainda mais gostoso.

O que você acha dos EUA? Já viajou pra lá e foi mal tratado em alguma loja?

  1. 23 de julho de 2012 - 10:40

    […] cobertura também pode ser feita com oreos caseiros, triturados assim como o negresco, e fica um pouco mais amargo, assim como os oreos. Ainda assim, […]

  2. 27 de julho de 2012 - 23:01

    Vou testar amanhã, urgenteeee! rs ;)

  3. Michele Daltoé
    08 de agosto de 2012 - 17:20

    Parece delicioso, adoro Oreo, mas não vejo mais nas prateleiras dos supermercados, pelo menos do RJ, mas tenho uma dúvida. Quanto tempo eles duram fora da geladeira? O fato do recheio ser com manteiga não faz eles estragarem rápido?
    Aliás, essa é uma dúvida que tenho também em relação as coberturas de cupcakes…quanto tempo elas duram já aplicadas no bolinho? vi a de negresco (vou fazer esse fim de semana!) e ela leva cream cheese…não azeda logo?

    • 08 de agosto de 2012 - 18:17

      Oi Michele! Como a gente está mexendo com derivados de leite, é melhor manter o prazo de validade para consumo de no máximo 3 dias, depois de aplicado no cupcake.
      Por exemplo, se você estiver fazendo uma encomenda, deixe para colocar a cobertura no dia que vai entregar ou, no máximo, na noite anterior. Até lá, mantenha as coberturas na geladeira ou no congelador. Na geladeira, costumam durar uns 6 ou 7 dias e no congelador, até um mês.
      Um beijo!

  4. lucas
    20 de dezembro de 2012 - 00:27

    NOSSAAAAAAA, fiz aqui em casa e ficou mt show!!! Até melhor q o original mesmo..l meus amigos querem ate comprar heheheeh mas na hora q tirei da geladeira a massa estava um pouco dura e nao consegui passar o rolo para “esticsr” a massa… Sera q fiz algo errado?

    • 20 de dezembro de 2012 - 13:35

      Oi Lucas! Que bom que gostou da receita e seus amigos também!

      Tirando da geladeira, a massa vai estar bem dura mesmo. Mas não tanto, talvez você tenha deixado por mais tempo lá. Porém, não tem problema nenhum, é só esperar uns minutinhos que a massa vai ficando mais mole e melhor para abrir com o rolo! :)

      Um beijo!

  5. lucas
    21 de dezembro de 2012 - 01:53

    Ok!!! Vou tentar esperar um pouco mais pra ver se consigo passar o rolo em cima.. E outra, sou louco pra fazer coberturas de cupcake q nem as suas… Sao mt lindas, mas nunca consigo uma boa consistencia. Fico tao triste, hj quae choro pq tinha uma encomenda e a cobertura derretia todinha :'(((((((( me ajudaaaa

  6. Rafael Pinho
    20 de janeiro de 2013 - 10:41

    Louco pra testar essa receita, faço essa semana ainda aqui em casa!!!

  7. Ana Paula
    21 de janeiro de 2013 - 20:17

    Criminosos esses Oreos… Nunca provei os originais, mas a contar desta receita virei fã. É a segunda vez que faço a receita, que vamos combinar… é meio perniciosa hein?! A massa é muito delicada, tem que ser trabalhada com ela bem fria e ela aquece rápido depois que a gente começa a usar o rolo e pra modelar haja… mas vale o trabalho! Mas a danada é tão saborosa quea até crua é boa, então para os biscoitinhos chegarem até o potinho é uma dificuldade viu! Quase que não dá pra guardar… :)

    • 21 de janeiro de 2013 - 20:32

      Oi Ana!

      A maioria das massas de biscoitos (que são boas hahaha) costumam ser bem complicadinhas para trabalhar, exatamente pelo que você descreveu. Elas amolecem muito rápido e precisam ser constantemente refrigeradas, senão não dá nem pra abrir com o rolo! Mas eu concordo com você: vale muito a pena! ;)

      Um beijo!

  8. 03 de abril de 2013 - 18:25

    Oi Ju!
    A-m-e-i o seu blog! As vezes uso as receitas e vendo lá na escola, etc…
    Quando fui fazer, a massa ficou muito salgada e ficou grudando no rolo… O que eu fiz? Foi alguma coisa errada?
    Beijos!

    • 03 de abril de 2013 - 23:09

      Oi Tori!

      Que bom que gostou do blog!
      Tem certeza que mediu a quantidade de açúcar e sal direitinho? Certeza que não usou manteiga com sal? Essas coisas podem ter influenciado e deixado a massa salgada. Quanto a ela grudar no rolo, é normal. Vá passando açúcar impalpável enquanto abre a massa, que daí ela não gruda tanto!

      Beijos!

  9. Mari
    28 de abril de 2013 - 15:15

    Jú, simplesmente sou fa numero um das receitas, dicas.. do blog todo!

    Na receita de oreo, vc usa cacau 30% ou 50% ou outra coisa???? Pergunto pq nunca consegui deixar nada tao pretinho e quero muito testar essa receita. Nunca usei cacau 30% e tenho medo de estragar tudo com ele…
    Bjos, parabens o blog é incrível

    • 30 de abril de 2013 - 17:57

      Oi Mari!

      Uso cacau em pó puro, sem ser o misturado com chocolate. Ele tem aproximadamente 60% de cacau. É muito difícil encontrar aqui no Brasil o cacau 100%, que deixa bem pretinho mesmo. A Callebaut vende, mas é muito caro para usar sempre.

      Beijos!

  10. Priscila
    09 de junho de 2013 - 15:37

    Olá
    Fiz essa receita, realmente muito gostosa. Mas não consegui acertar no ponto, quando tirava da geladeira nao conseguia abrir a massa de jeito nenhum, e quando deixei gelar mais pra ver se conseguia, cortava com o cortador, mas quando tentava tirar o excesso da massa tudo se despedaçou. Resultado? fiz bolinhas tipo de brigadeiro e achatei na mão, não ficaram super redondos mas…kkkkkkkk Ah outra coisa, eles têm que ficar crocantes? os meus ficaram fofos, macios, uma das fornadas deixei assar uns 20 min mas continuaram fofos. O que será que fiz de errado? Qual deve ser a temperatura do forno?? Obrigada !!!

    • 18 de junho de 2013 - 08:54

      Oi Priscila!

      A massa é mais grudenta sim, é normal. Quanto mais gelada a massa estiver, melhor para manuseá-la. Uma dica é usar folhas de papel manteiga e abrir a massa entre elas. Depois, leve para o congelador por uns 10 minutos, até endurecer bastante, e então corte e manuseie quando estiver assim, bem gelada.
      Eles não tem que ficar crocantes, porque depende muito do quanto você deixa no forno e do quanto de proteína tem na massa. O Sr. Namorado, por exemplo, os prefere mais macios do que mais crocantes.

      Beijos!

  11. Brenda
    30 de junho de 2013 - 06:32

    Oi Juliana td bem?Morri com o seu site,perfeito.Posso coloca-los para assar sobre o silpat?Beijos

  12. Fabiana
    13 de julho de 2013 - 10:51

    posso usar açucar impalpável, ao invés de confeiteiro? rs

    • 16 de julho de 2013 - 23:53

      É pra usar o impalpável mesmo, Fabiana!

  13. Fabiana
    13 de julho de 2013 - 18:25

    quando vc diz que dão 60 biscoitos, seriam eles já com recheio, ou separados?

    • 17 de julho de 2013 - 00:03

      São 60 biscoitos separados, ou seja, cada metade dele.

  14. Helen
    20 de setembro de 2013 - 21:41

    Oi Juliana, será que posso trocar a manteiga por gordura vegetal?

  15. Helen
    22 de setembro de 2013 - 16:26

    Oi Juliana sou eu de novo…qual seria a validade deles?

    • 22 de setembro de 2013 - 19:47

      Sem o recheio, dura 2 semanas. Com o recheio, não mais que 4 dias. Beijos!

  16. klesley
    22 de setembro de 2013 - 16:27

    Oi Juliana gostei muito do se blog!! Mas em relacao ao oreos qual seria a validade deles?

    • 22 de setembro de 2013 - 19:48

      Sem o recheio, dura 2 semanas. Com o recheio, não mais que 4 dias. Beijos!

  17. Yasmin
    09 de outubro de 2013 - 10:02

    Fui pela primeira vez aos EUA em setembro e voltei chorando porque não ia mais comer essa delícia. Vou fazer essa receita e engordar bastante! Beijos!

    • 08 de novembro de 2013 - 15:15

      Yasmin, fique alegre agora, pois o Oreo está vindo para o Brasil! Beijos!

      • Yasmin
        29 de novembro de 2013 - 00:24

        Que ótimo!! Mas eu sou de Salvador… será que vem pra cá pro meu fim de mundo? :P
        Parabéns pelo site! Já acompanhava há algum tempo anonimamente. Fiz algumas receitas de cupcakes e coberturas (não ficaram tão bonitos, mas o povo aqui em casa devora do mesmo jeito). Ainda esse ano faço esses oreos caseiros… Beijos!

  18. Luana
    10 de janeiro de 2014 - 17:21

    Que receita deliciosa !!!

    Mas apareceram algumas dúvidas, a manteiga é a normal ou margarina?? É a sem sal?

    Bjus e obrigada!

    • 12 de janeiro de 2014 - 14:48

      Luana, é manteiga, sem sal. Depois dá uma lida no FAQ do blog, pra saber quais ingredientes eu sempre peço! :)

  19. joana
    12 de janeiro de 2014 - 15:51

    em BSB ja comprei no Sam’s club e no Walmart!!

  20. 12 de março de 2014 - 14:04

    Olá Juliana!

    Fiz o recheio do biscoito para usar no recheio de cupcakes. Olha… ficou divino! Achei que o gosto da manteiga ficaria forte mas ele praticamente some com a baunilha e o açúcar! Minha filha amou!

    Beijos!

    • 23 de março de 2014 - 15:08

      Vanessa, que bom que gostou! Fica muito bom, né? Beijos!

  21. 10 de abril de 2014 - 14:24

    Olá, amei a receita e sou viciada em Oreo HUIAHUIEHUIA
    Só que eu tenho uma dúvida, quanto tempo ele fica bom? Qual é a validade depois que faz?
    Obrigada!!!
    Beijoss

    • 27 de maio de 2014 - 14:56

      Louyse, dura quase uma semana se você manter na geladeira! :)

  22. Joanna
    09 de janeiro de 2015 - 09:55

    Olá, sigo seu blog faz um tempo e parabéns pelo trabalho! Fiquei procurando receitas para usar na festa da minha sobrinha, e quando eu vi essa logo pensei “era o que faltava”, mas tive MUITA dificuldade em abrir a massa, tirava da geladeira abria no rolo e ficava grudando, abri na mão e rapidamente ficava mole, foi uma luta para cortar em formato de coração… Queria saber qual o segredo, porque segui a receita exatamente como mencionada. Se tiver como fazer um video também seria perfeito!!! E uma outra duvida, aqui na minha cidade é muito difícil de achar ingredientes para confeiteiros, se nao tiver açúcar impalpável, pode usar outro?

    • 10 de janeiro de 2015 - 12:07

      Joanna, a massa fica bem dura mesmo porque tem manteiga e a manteiga endurece quando gela. Mas a ideia é mesmo abrir com ela gelada porque quanto mais fria você trabalhar com ela, menos glúten desenvolve e melhor vai ser o biscoito no final. Pra não grudar no rolo, você pode abrir a massa entre duas folhas de papel manteiga também, o que ainda ajuda a poupar a farinha!
      Pra essa receita aqui, você pode substituir o açúcar impalpável por de confeiteiro, pro recheio, já que ele não precisa formar voltinhas. Se não vender o de confeiteiro por aí, é só processar o açúcar refinado por uns minutos até obter um açúcar beeeeeem fino!

Juliana Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pelo Cupcakeando, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!