segunda, 13 de agosto de 2018

O melhor bolo de cenoura com chocolate – VEGANO!

4 Comentários

Já tem algum tempo que diminui bastante meu consumo de carne animal. Não sou vegetariana, mas como provavelmente 400g de carne animal por mês – mais, talvez, se eu aparecer no sushi que é minha maior fraqueza.
Desde então, também tenho adotado consumos mais conscientes incluindo opções veganas sempre que possível na minha dieta. Não vejo problema nisso porque eu realmente gosto das comidas veganas. Não tenho essa frescura comum de “essa maionese não tem gosto de maionese”. É óbvio que não vai ter, afinal não tem ovo. Mas o sabor dela é bom também e alguns chegam a superar suas versões tradicionais.
Comi uma torta de chocolate vegana outro dia que eu quase ajoelhei pra agradecer.

Bolo vegano de cenoura com cobertura de chocolate

Bolo vegano de cenoura com cobertura de chocolate
Este bolo de cenoura é um dos exemplo de como coisas veganas não são automaticamente ruins, podendo até mesmo superar o comum.
Conheci essa receita com a Lu, do La Carmela aqui de Brasília. Ela faz pães de mel deliciosos pras feirinhas que eu e ela participamos na cidade, juntas. Mas um dia ela inovou e levou esses bolinhos de cenoura para vender, afinal costumamos receber muitos pedidos de opções veganas.
Ela ainda não tinha me dito que era vegano quando eu mordi a primeira vez, pois sou uma viciada em bolo de cenoura. Enquanto eu mastigava, é que fui informada de que nenhuma vaca foi molestada para a produção daquele bolo.

Bolo vegano de cenoura com cobertura de chocolate

Bolo vegano de cenoura com cobertura de chocolate
Eu quase engasguei, porque, sinceramente, enquanto eu mastigava, eu estava pensando em como aquele bolo era o melhor bolo de cenoura que eu já havia comido na minha vida inteira.
Era molhadinho, com muita cenoura, com sabor, não estava extremamente doce e enjoado, e não havia solado.

Socorro, Lu, me passa essa receita agora. Como faz bolo de cenoura vegano?
E ela, com simplicidade, respondeu: “é só tirar o ovo”.

Bolo vegano de cenoura com cobertura de chocolate
Rende: um bolo de aproximadamente 800g + 300g de cobertura

Massa
1 1/2 xícara + 2 colheres de sopa (240g) de farinha
1 colher de chá de fermento
1/2 colher de chá de bicarbonato
200g de cenoura ralada fina
1/2 xícara (100ml) de óleo
1 xícara + 3 colheres de sopa (240g) de açúcar (usei o cristal mas pode ser demerara)
1/2 xícara + 2 colheres de sopa (150ml) de suco de laranja
1 colher de chá de vinagre

Cobertura
3/4 xícara + 1 colher de sopa (200ml) de leite vegetal (usei de amêndoas)
2 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro
2 colheres de sopa de açúcar (cristal ou demerara)
2 colheres de sopa de cacau

1 – Em uma panelinha, misture o suco de laranja e o açúcar, e leve para cozinhar para derreter todo o açúcar completamente. Quando pronto, reserve em uma tigela grande até esfriar um pouco. Não pode estar muito quente!
2 – Acrescente o óleo em um fio fino, aos poucos, batendo com um fouet. A ideia é fazer uma emulsão, pois é essencial pra dar certo na receita. Quando estiver bem misturadinho, acrescente o vinagre e mexa bem.
3 – Adicione a cenoura ralada e misture. Em seguida, os secos: a farinha, o fermento e o bicarbonato de uma vez. Mexa bem com um fouet, até que não veja mais gruminhos de farinha, mas é importante também que você não bata muito pra não solar o bolo.
4 – Unte uma fôrma do formato desejado e asse a 180˚C por aproximadamente 25 minutos. Nesta que usei para o vídeo, foi esse tempo, mas é preciso ajustar de acordo. Fôrmas redondas sem furo levam mais tempo.
5 – Para a cobertura, é bem simples: misture tudo em uma panela de fundo grosso e cozinhe em fogo médio até ferver. Mexa sempre, como se fosse um brigadeiro mesmo. Quando você raspar o fundo e fizer um caminho, está pronto. Espere esfriar para colocar no bolo.

Bolo vegano de cenoura com cobertura de chocolate

  1. Larissa
    13 de agosto de 2018 - 13:11

    Que legal, Juliana!

    Sigo a página faz muito tenpo, quase desde o começo, acho que 2011 ou 2012. Já fiz muitas receitas, mas não tenho feito mais exatamente depois de me tornar vegetariana e diminuir muito o consumo de derivados.

    Esse final de semana já vou fazer esse bolo! Obrigada :)

  2. Chris Ribeiro
    14 de agosto de 2018 - 00:56

    Oi, Ju! Essa torta lembra bem um brownie. Né?
    Apesar de não aparecer muito por aqui, já acompanho o seu blog há alguns anos. Não sou muito de comentar mas sou inscrita e recebo tudo no meu e-mail. Quero agradecer e parabenizar vc pelo blog. Eu amo suas postagens e vc já me salvou algumas vezes no meio das minhas dúvidas, rs. Gratidão. Além disso, com sua sensibilidade e bom gosto, fica difícil não ficar fã à primeira vista. Desejo vida longa e próspera ao Cupcakeando e eu vou atrás, aplaudindo e babando nas receitas!
    Beijo grande e fica com Deus.

  3. Chris Ribeiro
    14 de agosto de 2018 - 00:57

    Oi, Ju! Essa torta lembra bem um brownie. Né?
    Apesar de não aparecer muito por aqui, já acompanho o seu blog há alguns anos. Não sou muito de comentar mas sou inscrita e recebo tudo no meu e-mail. Quero agradecer e parabenizar vc pelo blog. Eu amo suas postagens e vc já me salvou algumas vezes no meio das minhas dúvidas, rs. Gratidão. Além disso, com sua sensibilidade e bom gosto, fica difícil não ficar fã à primeira vista. Desejo vida longa e próspera ao Cupcakeando e eu vou atrás, aplaudindo e babando nas receitas!
    Beijo grande e fica com Deus.

  4. Chris Ribeiro
    14 de agosto de 2018 - 01:33

    Daí a pessoa nunca comenta e quando decide comentar, posta o comentário da torta búlgara no post do bolo de cenoura… Entendeu agora pq eu não apareço??

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!