quinta, 30 de outubro de 2014

Cupcakes Floresta Negra

23 Comentários

Alguém me perguntou nos comentários se eu vou levar o Freddie quando eu me mudar pro apartamento. Sim, claro! Como posso me separar do meu filho?
Mas o Freddie é um cão meio doido. Ele é guloso, então tudo que cai no chão é automaticamente aspirado. Tudo que mostra uma pequena pontinha em cima da bancada o leva à loucura querendo alcançar. Sem contar as horas que ele surta e começa a correr de um lado pro outro sem motivo aparente. Ah, ele ingere coisas não-comestíveis também, como galhos, rodapés e insetos mortos se estiverem disponíveis.
Parte disso eu quero controlar porque é apenas desobediência, já que eu e o Sr. Namorado não temos tanto tempo livre para adestrá-lo (e porque ele mima o cãozinho dizendo que não resiste à carinha fofa). Ele precisa obedecer mais aos comandos e criar limites de comportamento pra poder ficar sozinho no apê sem me matar diariamente de preocupação.
Além da comilança, ele também tem um grave problema de interação com outros cães. Ele adora brincar, e, quando vê outros cães, ele esquece de tudo em volta. Temos medo de um dia a coleira arrebentar e ele sair maluco pela rua com carros atrás de outro cão que ele viu.

cupcake_floresta_negra
Um dia, visitamos uma feira gourmet para cães aqui em Brasília e o levamos. Lá, cheio de cães, Freddie ficou maluco, é claro. Então, um anjo escondido no corpo de uma adestradora simpática nos abençoou com seus poderes e em 2 minutos fez com que ele ficasse parado ao invés de surtado.
Essa moça trabalha o adestramento positivo, que é o que eu e o Sr. Namorado aplicamos com o Freddie. Ela disse que precisa de duas sessões com o cão e os donos para resolver os problemas de comportamento. Infelizmente, até hoje não tivemos tempo para marcar com ela, mas a minha ideia é deixá-lo um cão mais calmo num geral, mas sem perder o jeitinho crazy dele que já é da personalidade dele. Assim, ele vai poder ficar quietinho no apê em momentos que eu não estiver lá.
E claro, ele vai ganhar um/uma irmão/irmã para fazer cia a ele. Um dia!

cupcake_floresta_negra3
O cupcake de hoje é o clássico Floresta Negra, porque o nome combina com o Halloween e porque é gostoso. Gostei bastante da textura desse cupcake, e as cerejas no meio não tiram o sabor da massa, mas acrescentam!

Cupcakes Floresta Negra
Rende: 12 cupcakes
Receita por Annie’s Eats, com adaptações.

1/4 de xícara (53ml) de água fervente
1/4 de xícara (25g) de cacau
1 xícara (135g) de farinha
1/4 de colher de chá de fermento
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
uma pitada de sal
115g de manteiga
2 ovos
1 colher de chá de extrato de baunilha
3/4 de xícara (145g) de açúcar
1/3 de xícara (86ml) de buttermilk
80g de cerejas em calda, picadas

1 – Ligue seu forno em 180˚C. Em uma tigela, peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal. Em outra tigela, misture a água fervente e o cacau até que não tenha mais grumos. Reserve até esfriar bastante, preferencialmente chegando a temperatura ambiente.
2 – Bata a manteiga e o açúcar até que fique bem fofo e mais claro. Adicione os ovos, um por um, batendo bem. Adicione também o extrato de baunilha e bata novamente.
3 – Quando a mistura de cacau estiver mais fria, adicione à manteiga e bata. Se estiver muito quente, ela vai derreter a manteiga.
4 – Alterne a adição dos ingredientes secos e do buttermilk, terminando com os secos. Bata somente até incorporar tudo.
5 – Com uma espátula, misture as cerejas picadas dentro da massa. Nesse ponto, eu inclusive acrescentei um pouco da calda, coisa de uma ou duas colheres de sopa. Não fez uma diferença gritante, mas achei que ficou gostoso.
6 – Divida entre as forminhas e leve para assar por 18 minutos, ou até que um palito inserido em cada cupcake saia limpo.

Cobertura
1 xícara de creme de leite fresco
1 colher de chá de gelatina sem sabor em pó
4 colheres de chá de água gelada
3 colheres de sopa de açúcar impalpável

1 – Deixe sua tigela e seus batedores na geladeira por 10 minutos. Enquanto isso, hidrate a gelatina na água gelada. Se você não sabe como, assista a Dani Noce ensinando tudo sobre gelatina aqui. Depois, leve a gelatina para o microondas por 15 segundos, até derreter, e reserve.
2 – Bata o creme de leite fresco na tigela gelada até começar a encorpar. Adicione neste ponto o açúcar e a gelatina e volte a bater imediatamente, até chegar ao ponto de chantilly. Cuidado para não passar e fazer manteiga sem querer.

cupcake_floresta_negra2
Decore seus cupcakes com o chantilly, com a voltinha que preferir. Eu optei pelo bico redondo da Wilton, o 1A. Lá no topo, porque é Halloween, vai a aranha que fizemos no post anterior. E porque é Halloween, o vermelho combina, então as cerejas no topo também ficam bonitas! Uma mesa inteira com essa mistura aranha-cereja, e um pano preto embaixo, fica show.
Como é chantilly, o ideal é manter o cupcake na geladeira até a hora de servir. Quando colocar na mesa, aí sim decore com a aranha. Se ela for para a geladeira, vai se desfazer com a umidade. Aproveite o combo chocolate + cereja que nunca é demais.

Vocês que tem cães, moram em apartamento ou casa? Morrem de medo de chegar e ter algo destruído?

  1. 30 de outubro de 2014 - 08:59

    Ju, sabes que você falando do seu Freddinho parece que está falando do Wasabi. Ele ama outros cães, pessoas, árvores, tudo e fica super empolgado quando interage. Já pensei em contratar umas aulas de um adestrador, quem sabe ano q vem…
    Sobre as destruições confesso q o Wasabi já comeu o sofá, segue comendo, só vai parar quando eu sumir com ele (o sofá), mas a Olivia sim é que come tudo. Acho que porque está na fase de troca dos dentes…mas vamos lá, um dia passa!
    Beijos pra vcs!

    • 17 de novembro de 2014 - 17:26

      Sarinha, nossos cães são amorosos demais! Precisamos de mais gente como eles, ou apenas de mais deles por aí, e podemos acabar com os humanos. Viva os dogs, hahahaha! Beijos!

  2. Denyse
    31 de outubro de 2014 - 09:46

    Eu também tenho um cão fora dos padrões. Eu até criei um ditado: “Se for normal, perfeito e saudável, não será meu.” Ele mora no quintal, pois não controla o cocô e o xixi. Eu nem tentei ensiná-lo, pois quando veio era paralítico, quase tetraplégico. Aí aconteceu um milagre e hoje ele corre, (inclusie assim como o seu), pula alto e é saudável. Mas ficou com umas sequelas, como essa da incontinência. Sabe, morro de pena de bichinhos de apartamento. Acho que é porque eu mesma me sinto sufocada nesse ambiente. Quanto ao cupcake, puxa fiquei doida por ele!!! Vou mostrar pra uma garotinha que vai adorar essa aranha! Beijo.

    • 17 de novembro de 2014 - 17:28

      Denyse, que história bonita! Realmente, eu também nunca tive cães normais, é o jeitinho deles mesmo e eu me apaixono sempre! Beijos!

  3. marcia ramacciotti
    31 de outubro de 2014 - 17:25

    eu sou o alguém que perguntou se vc ia deixar seu filho pra trás..rsss
    eu tenho um pinscher e moro em apê.com quase 4 anos fica de boa sózinho mas não podemos deixar á mão,ou seria; pata:papeis,contas,meias,preadores de roupas,panos de chao ou prato,controles remoto,etc e tal.
    então o máximo que ele faz é deitar no sofá novo e dormir o soninho dos justos.
    aproveitando….não uso gelatina,tem como substituir ?
    bj.

    • 17 de novembro de 2014 - 17:34

      Marcia, dá pra fazer sem! É só tirar o passo dela da receita e pronto, mas vai durar menos fora da geladeira. :D

  4. Tamires
    03 de novembro de 2014 - 11:17

    Que cachorro mais fofo! Adoro quando eles são meio estabanados, acho muito engraçado. Tive um que “cavava” a parede pra comer a terra kkk, e ele era gigante e muito lindo. Sinto saudades dele. E também adorei o cupcake, bem clássico e acredito que ficou uma delícia. Parabéns! Beijos

  5. Brisly
    04 de novembro de 2014 - 10:43

    Oi Juliana!! bom dia! onde você encontra creme de leite fresco aqui em Brasilia? nunca achei. Ah e lendo a sua história com seu filhote =) vc tem o contato dessa adestradora? obrigada!!! sucesso no seu novo apê!

  6. wanda macarone
    12 de novembro de 2014 - 00:50

    Sei bem como é isso. Já morei em uma casa sem pátio com 3 cães – quem mais me fez sofrer foi o Chernobyl: um beagle destruidor. Mordia tudo: roupas, sapatos, portas, tapetes, sofás e outros móveis, etc
    Nos mudamos pra uma casa com pátio, e ele ainda fica dentro de casa, quase o dia todo. Está com 4 anos e amadureceu. Já não causa mais tanta destruição.
    (agora tenho 5 e, pra eles, inseto é comestível!)
    Também tenho uma dogo argentino que é chegada em ‘não comestíveis’ e engoliu um brinquedo, dia desses! Foi uma maratona de exames até que… bom… saiu naturalmente. Felizmente.

    Bom, eu achei que veria o Freddie com fantasia de halloween esse ano…

    Boa sorte com a nova cozinha!
    :)

    • 18 de novembro de 2014 - 12:47

      Wanda, o Freddie também acha que insetos são saborosos. Quando voa uma mosca ou pernilongo perto, ele fica abocanhando o ar, é uma fofura! Adorei o nome do teu cachorro, Chernobyl! Se ele for destruidor mesmo, combina, hahahahah. Beijos e obrigada pelo carinho! :)

  7. Eli Yanes
    12 de novembro de 2014 - 15:32

    Ju! Em 2 dias li seu blog todinho, do primeiro ao ultimo post! Amei todas as receitas e a sua incrivel dedicação, bom gosto e produção! Separei pelo menos umas 10 receitas de cupcake para fazer……hj fiz o de banana e canela e ficou perfeito, obrigada por dividir conosco as suas dicas preciosas!

    • 18 de novembro de 2014 - 12:47

      Eli, que bom que gostou do blog!! Obrigada pelos elogios. Espero te ver sempre por aqui! :)

  8. Katiuscia Rodrigues
    16 de novembro de 2014 - 22:57

    Ei, JU! Seu blog fica na minha lista de favoritos! Tenho me aventurado com os cupcakes, aprendendo com você e sua doçura, dedicação e detalhismo… Tenho feito algumas receitas e sempre dá certo! Obrigada pelo carinho que demonstra em tudo o que faz.
    Quanto aos petfriends, moro em casa e sempre tenho um sorriso no rosto, temendo o furacão Katrina em casa. Tenho dois shitzus, o Ted e a Nina. Ted é mais novo e mantém um espírito livre. Sempre encontramos uma baguncinha kkkk Dia desses deixei um bombom na bolsa e saí. Quando cheguei, bolsa aberta, sacolinha do chocolate fora da bolsa e só o papel do bombom pra contar a história. Vê se pode… cachorro chocólatra! Quem será que ele puxou? kkkk Beijos e que o Senhor abençoe você e sua adorável família!

    • 18 de novembro de 2014 - 12:52

      Katiuscia, que bom que gosta do blog e as receitas dão certo com você! :)
      Cuidado com teu cachorro comendo chocolate, viu! É venenoso pra eles, porque o estômago deles não digere cacau. O Freddie já saiu correndo pela casa com um cupcake de red velvet na boca e eu e o Sr. Namorado desesperados tentando pegar. E teve um outro dia que descobrimos um dos cupcakes com cobertura de brigadeiro todo lambido… acho que ele também é chocólatra como o seu! hahahaha Beijos!

  9. Gabriel Henkels
    27 de novembro de 2014 - 00:24

    Oi Juliana, adoro seu blog e quando tenho tempo, tento reproduzir suas receitas mas nem sempre consigo fazê-las com perfeição por falta de prática e é claro que por falta de ingredientes que nem sempre encontro… na cidade onde moro(em SC) é muito difícil de encontrar certas coisas como cacau em pó e creme de leite fresco então eu queria saber se algo daria errado se eu substituísse o cacau por chocolate em pó e o creme de leite fresco por por de lata???

    • 26 de dezembro de 2014 - 22:36

      Gabriel, o cacau pode até virar o chocolate em pó, mas o creme de leite em certas receitas precisa ser fresco porque ele é o único que bate chantilly. Beijos!

  10. Favara
    27 de novembro de 2014 - 20:38

    Oi Juliana, hoje fiz mini cupcakes de chocolate para meu filho levar no dia de Ação de Graça na escola, onde ele estuda inglês,
    mais alguns desgrudaram da forminha de papel porque isso acontece já não é a primeira vez.

    OBS Ficarão gostosos bjs.

  11. Stéfany
    05 de dezembro de 2014 - 16:35

    Olá Juliana, me esclareça umas duvidas por favor! Essa receita é parecida com aquela de cupcake de chocolate, com algumas alterações. No caso as minhas duvida são: Eu posso fazer essa receita e não colocar as cerejas sem precisar fazer alterações de quantidade de ingredientes? Fica tão fofinha e molhadinha quanto a de cupcake de chocolate? Pretendo fazer os bolinhos recheados, para presentear alguns amigos. Qual receita você me aconselharia usar, essa ou a de cupcake de chocolate?

    • 26 de dezembro de 2014 - 23:48

      Stéfany, dá pra fazer sem as cerejas sim, e ela fica tão boa quanto as outras que tem no blog. Quanto a qual usar, aí depende de você, eu gosto de todas – senão nem colocaria no blog! :) Beijos!

  12. Tania Mara Terra
    26 de janeiro de 2015 - 14:27

    Ju adoro suas receitas são maravilhosas, parabéns.
    Me diga uma coisa qual a marca do creme de leite fresco que vc compra nos supermercados???

    • 03 de fevereiro de 2015 - 23:19

      Tania, geralmente é o que tem, porque não tem muita variedade por aqui não. Costuma ser La Palma. Beijos!

  13. 21 de dezembro de 2015 - 07:54

    […] fora da geladeira. Você até pode colocar um pouco de gelatina no chantilly (como já fizemos aqui) para que ele segure melhor, mas o sabor modifica, a textura da mousse não fica igual e então é […]

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!