sexta, 14 de outubro de 2016

Cupcakes de morangos balsâmicos e 10 coisas que os brasilienses querem que vocês saibam sobre Brasília

7 Comentários

1) Aqui não é só casa de político. Aqui tem artista, tem administrador, tem empresário, tem jornalista, tem advogado, tem estudante, tem professor de dança, tem mergulhador, tem biólogo, tem garçonete, tem cozinheiro, tem vida. Tem de tudo, mesmo. Os políticos são só mais uma casta.
2) A cidade é novinha, não tem história antiga como SP ou RJ, mas nós temos história moderna. Temos prédios lindos. Temos arquitetura belíssima por toda parte. E também não somos só Niemeyer.
3) Temos bares pra caramba. Sério, tem lugar DEMAIS pra sair aqui. Quem discorda, provavelmente só tem um único gosto cultural e musical. Daí deve ser enjoativo de viver mesmo.

Cupcakes de morangos com calda de vinagre balsâmico
4) A cidade é 24h sim, é só você saber os lugares certos. Por exemplo, no Guará, com os podrões bomba que ficam abertos a noite toda e trocam o valor às 2h da manhã colando um papel A4 tosco em cima do preço normal. Isso sim é comida.
5) O Parque da Cidade é maior que o Central Park, de Nova Iorque. Beijos.
6) Época de seca é ruim, mas é quando a cidade oferece seus maiores espetáculos de beleza com os ipês espalhados por aí.

Cupcakes de morangos com calda de vinagre balsâmico
7) A gente não tem prefeito, nem eleições municipais. Temos governador, e administradores regionais que não são eleitos. Nossa dor de cabeça é de 4 em 4 anos apenas, o que não a torna nem um pouco mais fácil.
8) Nosso céu é mesmo bonito e não é porquê a gente é daqui. Tem que vir e ver. Eu garanto.
9) Temos duas “vias” principais, chamados Eixos, que modelam o formato do avião tão conhecido por aí. E elas são muito amplas e largas, algo que é difícil encontrar em outras cidades. Além de ser porque essa era a ideia geral dos urbanistas para a Brasília, também é uma questão estratégica: se for necessário, estando em guerra ou sei lá, dá pra pousar aviões grandes nessas vias, de tão largas que elas são.
10) Aqui não é um deserto, nem é habitado por aliens. Somos só ~modernões~ na arquitetura.

Cupcakes de morangos com calda de vinagre balsâmico
Mais um da leva de receitas com morango. Gente, eu comprei muito morango. Sem sacanagem. Eram três caixas com quatro bandejinhas de morangos, cada uma. E depois ainda fui no mercado e comprei outra caixa com mais bandejas. MO-RAN-GO!
Esse cupcake eu queria fazer há algum tempo já, mas sempre tinha um pouco de medo do balsâmico. No entanto, ficou muito bom. O contraste do doce/azedo do morango, com o doce do cupcake e o balsâmico forte… é bem diferente e saboroso! Recomendo para uma festa chique de adultos, já que as crianças provavelmente não vão curtir o vinagre.

Cupcakes de morangos balsâmicos
Rende: 12 cupcakes

Massa
120g de manteiga
2/3 xícara (130g) de açúcar
3 ovos
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 1/2 xícaras (195g) de farinha
1 1/2 colheres de chá de fermento
1/4 xícara (60ml) de leite
1/2 xícara de morangos picados (tamanhos pequenos, tipo 1cm)

Cobertura de buttercream
180g de manteiga
200g de açúcar impalpável
pitada de sal
1 xícara de morangos picados
1 colher de sopa de açúcar
1/2 colher de chá de vinagre balsâmico

Calda
1/4 xícara de vinagre balsâmico
1 colher de sopa de açúcar mascavo

1 – Ligue seu forno em 180˚C. Comece pelos cupcakes: bata a manteiga com o açúcar até obter um creme bem fofinho. Adicione os ovos, um a um, e bata para incorporar tudo. Adicione a baunilha e bata novamente.
2 – Peneire a farinha e o fermento juntos. Alterne a adição dos secos com o leite ao creme, terminando com os secos e batendo somente até que tudo se incorpore.
3 – Por último, adicione os morangos picados, misturando com uma espátula. Não mexa muito para não desenvolver o glúten e também evite que os morangos fiquem todos muito próximos uns dos outros.
4 – Leve para assar por 16 minutos, ou até que um palito inserido no centro de cada cupcake saia limpo. Ele não precisa dourar, esse cupcake fica bem branquinho.
5 – Para a cobertura: enquanto os cupcakes esfriam, misture os morangos picados com o açúcar e o vinagre balsâmico e reserve por pelo menos uns 15 minutos. Eles vão macerar, soltar água e adquirir o sabor do vinagre.
6 – Para o buttercream, é só bater a manteiga e o açúcar impalpável – com cuidado pra não voar açúcar pra todo lado! – até que forme o buttercream na consistência certa de decorar. Reserve enquanto prepara o resto!
7 – Para a calda: leve para ferver em uma panela os ingredientes da calda e mais o suquinho dos morangos que estavam macerando. Ferva e reduza esse líquido até chegar a mais ou menos 2 colheres de sopa. Reserve.
8 – Monte o cupcake: decore-os com o buttercream como preferir, deixando um buraquinho no centro da cobertura para colocar os morangos. Eu usei um bico redondo sem marca, com a abertura mais ou menos do tamanho do meu dedão. Coloque mais ou menos uma colher de sopa dos morangos macerados no espacinho, evitando colocar muita calda que soltou deles. Depois, passe um pouco da calda “oficial”, já fria, por cima. Voilá!

Saia da caixinha e conheça Brasília. Seja você um morador de outra cidade, ou brasiliense mesmo. Tem gente que mora aqui e não tenta conhecer o lugar, gostar daqui, ver o que há de bom. E busque sempre uma companhia boa, afinal qualquer lugar se torna incrível se você tiver alguém do lado pra compartilhar uma boa risada. :)

Cupcakes de morangos com calda de vinagre balsâmico
E o que você, brasiliense, gostaria que as pessoas soubesse sobre Brasília?
Você é de outra cidade? Fala aí embaixo qual é e me diga algo não-convencional sobre ela!

  1. Mônica
    15 de outubro de 2016 - 12:39

    Tenho muita vontade de conhecer Brasília e esse post só fez a vontade aumentar! Fiquei muito curiosa com esse cupcake… to aqui tentando imaginar o sabor… vou testar a receita em breve! Jú, rola uma receita boa de panetone ou chocotone? Testei algumas receitas de Internet mas até agora todas foram um fracasso… Sou muito “pidona” kkkkk…. mas vai q cola neh?! Haha… bjokks

    • 04 de novembro de 2016 - 06:55

      Mônica, confesso que nunca tentei panetone! Vou ter que pesquisar e ir atrás de uma boa pra fazer testes aqui. Não sei se pra esse ano da tempo, mas se der, certamente entra aqui no blog :)

  2. Isolda Neves
    24 de outubro de 2016 - 11:56

    Juliana, uma vez fiz uma sobremesa com esses morangos no balsamico, mas foi com chocolate. Ficou DI-VI-NA. Então vou testar essa receita com ganache no lugar do buttercream e te falo como ficou. A explosão de sabores é sensacional!!! Quanto a Brasília, só fui uma vez, a trabalho e voltei no mesmo dia, mas foi o suficiente para me apaixonar pelo verde desse lugar tão maravilhoso. O taxista fez questão de dar uma voltona pela cidade para nos mostrar a beleza dessa cidade num olhar panoramico. Mas valeu a pena e sempre falo que quero voltar para passear, e depois dessa matéria a vontade aumentou ainda mais. Obrigada por compartilhar seus conhecimentos!!! Bj

    • 04 de novembro de 2016 - 06:59

      Isolda, com ganache acho que fica incrível também! Brasília é mesmo cheia de verde, linda demais, especialmente na primavera :)

  3. Elaíne
    25 de outubro de 2016 - 11:08

    Ju, Brasília é tudo de bom. Amei quando fui, e as pessoas são receptivas com nordestinos, diferentes de outros lugares. Quero voltar logo aí.
    Beijos.

    • 04 de novembro de 2016 - 07:00

      Elaíne, acho que você é a primeira pessoa que escuto dizer que somos receptivos, geralmente dizem que somos frios :/ Beijos, volte logo!

  4. Marize Hermes
    19 de novembro de 2016 - 12:59

    Juliana, em primeiro lugar muito prazer em te conhecer. Estive em Brasília uma vez rapidamente para ajudar na mudança da minha irmã. Ela morou em Águas Claras. Mas agora tenho um irmão morando aí , mas não lembro agora onde. rsrsrs
    Em breve irei passas uns dias com ele . Quem sabe conhecer você?
    Mas quero mesmo agradecer por dividir seu conhecimento e experiências. Seus trabalhos são incríveis. Dão água na boca. Eu sou principiante no assunto. Vou invadir um pouquinho “sua página pra buscar dicas.
    Parabéns mais uma vez.
    21-98876.3200

Juliana Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pelo Cupcakeando, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!