sexta, 01 de fevereiro de 2013

Corn dog

26 Comentários

Um desejo: parques de diversão com rodas gigantes. Um medo: altura. Esse é meu dilema.
Acho lindo esses parques com rodas gigantes coloridas, com muito pisca-pisca e música brega. Não sei se tem a ver com assistir O Diário de Uma Paixão mais vezes do que é saudável, mas elas costumam simbolizar amor, casais e carinho para mim.
Meu problema é que eu morro de medo de altura – e de praticamente qualquer coisa passível de falhar em grandes altitudes –, então entrar num brinquedo desses requer muito esforço mental.

corn_dog2
Então, fico com os carrinhos bate-bate, as argolas e as comidas do parque. Pipocas, algodão-doce (porquê você é tão bom?), cachorro-quente e mini pizza. Ou corn dog, se você estiver nos EUA.
O Sr. Namorado provou corn dog – milho-cachorro, na tradução literal e ruim – num parque de diversões por lá e ficou maluco, querendo comer novamente aqui. Apesar de ter todos os ingredientes que facilmente encontramos em nossos supermercados, nunca se tornou uma comida comum por aqui.

corn_dog
Corn Dog
Receita do Framed Cooks.
Rende: 10 corn dogs

1 1/2 xícaras de farinha de milho ou fubá
1 1/2 xícaras de farinha
1 colher de sopa de fermento
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
4 colheres de sopa de açúcar
1 1/2 colher de chá de sal
1 3/4 de xícaras de buttermilk
4 ovos
10 salsichas de cachorro quente, em temperatura ambiente
Palitos de espetinho
Óleo para fritar (o suficiente para cobrir 5 dedos em uma panela grande e funda)

1 – Despeje o óleo na panela e vá esquentando em fogo alto. Eu usei a mesma panela grande e alta que fervo macarrão, e usei realmente muito, muito óleo. Fiquei com medo deles grudarem. Mas acredito que uns 4 ou 5 dedos de óleo na panela é suficiente!
2 – Misture a farinha de milho ou fubá com 1 xícara da farinha, o fermento, o bicarbonato de sódio, o açúcar e o sal. Em outra tigela, bata os ovos com um garfo ou batedor e misture com o buttermilk. Una as duas misturas, mexendo bem até que fique uniforme. Coloque a massa em um copo ou medidor de líquidos bem alto – usei o copo de shakes emagrecedores da minha mãe!
3 – Coloque o resto da farinha em um prato.
4 – Espete cada salsicha em um palito de churrasco, deixando pelo menos 5 dedos do palito livres, para segurar o corn dog, mas também garantindo que pelo menos 2/3 da salsicha esteja “empalitada”.
5 – Passe cada salsicha na farinha, envolvendo-a bem, até ficar branquinha. Dê leves batidinhas no palito para que o excesso caia. Agora o óleo deve estar quente o suficiente. O teste é pingar um pouco da massa: se borbulhar bem, está na temperatura certa.
6 – O processo é rápido: mergulhe a salsicha, segurando pelo palito, na massa. Envolva completamente e retire. Deixe pingar um pouco do excesso e então coloque direto na panela com o óleo quente. Coloque de dois a três corn dogs de cada vez na panela, fritando por 3 a 4 minutos, virando na metade. Talvez eles fiquem um pouco teimosos, querendo voltar para o mesmo lado, então use um pegador de macarrão – de metal, por favor – para segurá-los no lugar. Não coloque muitos na panela de uma vez, mesmo que caiba, senão a temperatura do óleo vai cair muito e você também não vai ter muito controle de cada um.
7 – Escorra-os e coloque-os sobre um papel toalha para absorver o óleo extra. Sirva quentinho, com mostarda, ketchup, barbecue ou puro mesmo, que é uma delícia.

corn_dog3Tipo assim.
Prove essa comida de rua e parques de diversões, você não vai se arrepender. Se quiser fazer para festinhas de criança, é só cortar as salsichas ao meio e os palitos também, e fritar porções menores. Aposto que as crianças vão amar!

Qual seu brinquedo favorito em parques de diversões?

  1. Nathália Megale
    01 de fevereiro de 2013 - 10:35

    Ai que saudades disso. No Pier de Santa Mônica CA meu objetivo era justamente comer corn dog e andar na roda gigante. Agora de volta em Brasília tenho que me contentar em testar essa receita em casa porque roda gigante aqui só a do Nicolandia e eu tenho amor a vida :).
    Mandou muito bem Ju!!!

  2. Ana Beatriz
    02 de fevereiro de 2013 - 08:58

    Parabens pelo site! Estou encantada com as receitas e com a beleza do site. Continue postando!!

  3. Gisele
    02 de fevereiro de 2013 - 12:04

    Oi Ju!!
    Voce usou o fuba fino??? Com qual farinha fica melhor na ua opiniao?

    • 02 de fevereiro de 2013 - 13:38

      Gi, eu usei um negócio de milho flocado e daí bati um pouco no liquidificador até ficar igual uma farinha. Não lembro a marca, mas chamava Farinha de Milho na embalagem. Acredito que com essa deve ficar mais gostoso que com fubá, porque vai ter mais sabor de milho.

      Beijos!

  4. Maíra
    02 de fevereiro de 2013 - 15:47

    Olá, Ju!

    Encontrei seu site no final do ano passado, quando estava buscando uma receita boa de buttercream. Gostei tanto que ele está nos meus favoritos hoje. Parabéns!!

    • 03 de fevereiro de 2013 - 13:52

      Que bom Maíra! Passe sempre por aqui! :)

      Beijo!

  5. Joice
    11 de fevereiro de 2013 - 12:00

    Posso usar leite em vez de buttermilk? Beijos

  6. Sâmia
    15 de fevereiro de 2013 - 14:03

    Wow! Estou tremendamente apaixonada por corn dogs! Amei, deu super certo. Só que deu um montão. Mas foi por conta da salsicha gigante (tipo de pancho uruguayo) que era a única que eu tinha em casa e que tive que cortar ao meio. Me empolguei e fui fazendo até terminar a massa. Hahaha. Comi muuuuuito! Mais uma vez: OBRIGADA JUUUUU!

    • 15 de fevereiro de 2013 - 15:53

      Oi Sâmia!

      Essa receita rende bastante mesmo. Quando a salsicha é muito grande, dá pra cortar no meio – tanto horizontalmente quanto verticalmente – e render mais unidades!
      Que bom que gostou! É muito bom, né? Viciante!

      Beijos!

  7. Camila
    16 de fevereiro de 2013 - 18:20

    Sou louca por corn dogs!!! Melhor comida de parques na minha opiniao! obrigada por trazer essa receita! Só uma duvida, você frita com o palito junto mesmo? não é perigoso queimar nem nada?? Tem que ser uma panela bem funda e larga entao…heheheh.
    Otimo blog. Parabens!

    • 17 de fevereiro de 2013 - 00:57

      Oi Camila!

      Eu frito com o palito junto, sim! Como é um palito próprio para churrasquinho, acredito que não tem problema. Por experiência familiar, nunca aconteceu nada – minha mãe faz uns espetinhos de frango maravilhosos.

      Beijos!

  8. Josy Sousa
    20 de julho de 2013 - 17:16

    Muito,bom,mas já agora posta os espetinhos de frango maravilhosos da tua mãe. Agora fiquei com vontade de provar, frango é tuudo de bom!!Lol

  9. Natália Oliveira Belgate
    13 de junho de 2014 - 14:25

    Adorei a receita!!! Ficou maravilhosamente gostoso!!!
    Rendeu muito!!! Faltou salsicha até!!!
    Só tenho uma dúvida: como você faz pra deixar ele redondinho assim?! Os meus a massa escorreu e eles ficaram parecendo um crepe!!!o.O

    • 25 de junho de 2014 - 09:37

      Natália, a massa tem que estar bem consistente e você precisa colocar imediatamente no óleo pra fritar, antes que ela escorra. Daí dê uns giros nele pra que a massa faça uma “camada” frita pra não escorrer mais e depois vá fritando normalmente. :)

  10. Natália Belgate
    26 de junho de 2014 - 23:55

    Legal!! Vou tentar de novo!!
    Obrigada!

  11. Raquel
    09 de julho de 2014 - 22:16

    Ju!

    Acabei de fazer e o pessoal aqui em casa amou!
    Estou pensando em fazer com frango, o que acha? Será que dá certo?

    Um beijo, Parabéns pelo site!

    • 10 de julho de 2014 - 23:17

      Raquel, acho que deve ficar uma delícia com peito de frango! Mas faça eles bem finos, pra conseguir fritar bem! Depois me conta como ficou! Beijos!

  12. Mison
    18 de julho de 2014 - 17:46

    Olá querida,

    Já fiz diversas receitas suas, mas, acho que nunca comentei. Tudo que eu fiz, sempre dá muito certo. Você está de parabéns. Seu creme de manteiga nunca dá errado!
    Fiz os corn dogs e os mesmo voaram num piscar de olhos.
    Como dica, acho que não precisa fritar com os palitos, fica mais prático colocar o palito depois de fritos. E eu, escaldo as salsichas, pois, ficam mais macias.

    Agora um pedido: Será que você tem a receita de um símbolo americano: o donut? Testei algumas receitas, mas, ainda não achei uma massa muito boa não.
    Abraços!

    • 05 de agosto de 2014 - 16:11

      Mison, eu tenho que testar donuts em casa ainda! Mas aguarde que a receita vem pro blog assim que eu achar uma ideal! :) Beijos!

  13. Mison
    08 de agosto de 2014 - 13:22

    Que bom!!! A minha receita, não fica igual, ao que eu como em algumas lojas, mas, meu creme de confeiteiro é muito bom. Pela receita que tenho, vi que a quantidade de fermento é inferior ao que se deve por. Fiz igual a da receita, agora vou fazer meus testes. Fico ansiosamente esperando a sua receita. Se quiser testar a minha, posso mandar pelo e-mail. Mas, deixa eu fazer os ajustes!! Minha prima tá indo para USA daqui a 15 dias e eu disse a ela que a missão dela é conseguir uma receita de uma boa dona de casa americana (aquelas dos filmes que fazem tudo na cozinhar. rsrs) de DONUTs. Assim que conseguir isso tudo, te mando minha receita!!!

  14. 12 de agosto de 2014 - 17:22

    […] Rendimento: 10 corn dogs (receita retirada do Cupcakeando) […]

  15. Ana Flávia Callou
    09 de abril de 2015 - 16:06

    Boa tarde Juliana, a receita de corn dogs pede 2 tipos de farinha. Uma é a farinha de milho e a outra farinha? Fiquei na dúvida.
    Grata.

  16. Mayra
    06 de novembro de 2015 - 17:04

    Uma delícia.. Muito bom mesmo!

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!