segunda, 16 de março de 2015

Cobertura de creamcheese de cacau

28 Comentários

Chegou a mesa de jantar! Quem me acompanha no Instagram já está sabendo, né? Ela chegou depois de meses (mesmo!) de demora e vários imprevistos. Dica: jamais encomendem algo de 20 de novembro pra frente, em ano nenhum, porque você provavelmente vai enfrentar férias coletivas de um monte de serviços e mofar enquanto espera seu produto.
Mas a mesa chegou, linda e maravilhosa, e o que importa é isso. Não podia ser nenhum outro modelo mais bonito que esse, que combinasse mais com a proposta inteira do apê. E mais: junto com ela, ainda vieram outras duas cadeiras pra não deixar mais a transparente lindona órfã! Ou seja, consegui montar a área de jantar da maneira que eu imaginava, e estou completamente apaixonada.
Tanto que no dia seguinte à chegada da mesa, já enchi ela de coisas de cupcakes para encomendas, hahaha. Coitada.

_DSC2381ee
Além disso, o vidro que ficava atrás da pia foi trocado pela cor correta. Não sei se vocês lembram quando ele veio na cor errada – que nem era feia, só não combina nadinha com o nicho azul Tiffany maravilhoso. Então agora já foi trocado e está lindo também! Só não tiro uma foto pra vocês do conjunto completo agora, porque a mesa está uma bagunça com materiais de modelagem de pasta americana. Sacomé, morar sozinha é isso.
O que importa é que a cozinha está completa. E a sensação de concretizá-la, do jeitinho que eu quis e sonhei, é muito boa. Espero do fundo do coração que todos vocês tenham essa oportunidade também, porque é muito recompensante para quem ama esse cantinho da casa um pouquinho mais do que os outros.
Próximos passos? A estante da sala, que vai abrigar todos os itens decorativos e coisinhas fofas que ficaram na casa de Dona Mamãe por enquanto. E depois uma mini horta vertical perto da janela, pra cultivar todos os temperinhos que eu mais gosto e dar um verde nesse apê.

_DSC2364ee
Já tem um tempinho que fiz essa cobertura, mas me lembro sempre da gostosura que ela é. Sei que nem todo mundo curte creamcheese, já que não é costume brasileiro. Porém, convido a todos a fazerem em casa e provar. O cacau eleva essa cobertura pra outro patamar! Nunca imaginei que creamcheese + cacau seria uma combinação tão incrível.

Cobertura de creamcheese de cacau
Rende: o suficiente para cobrir 12 cupcakes generosamente

90g de creamcheese, levemente gelado
100g de manteiga em temperatura ambiente
1 1/2 xícaras (170g) de açúcar impalpável
1/4 de xícara + 2 colheres de sopa (45g) de cacau em pó

1 – Bata a manteiga por 5 minutos, até que fique bem mais clara e uniforme. O ideal é que ela esteja em temperatura ambiente, mas em ponto de pomada, ou seja não dá pra usar aquela manteiga molenga. Pra achar o ponto de pomada, é quando você pressiona a manteiga com seu dedo e ela cede, mas mantém o formato e não gruda de volta no seu dedo.
2 – Acrescente o creamcheese levemente gelado em colheradas de chá, aos poucos, em velocidade baixa. Quando acrescentar tudo, aumente para a velocidade média e bata por mais 30 segundos até incorporar tudo.
3 – Desligue a batedeira e adicione todo o açúcar e o cacau, peneirados, de uma vez só. Cubra com um pano e ligue a batedeira na velocidade mínima por 30 segundos. Depois aumente para a velocidade média e cheque pra ver se já é seguro tirar o pano sem que exploda açúcar e cacau na sua cozinha.
4 – Bata somente até incorporar todo o cacau e açúcar, parando na metade para mexer com uma espátula e ter certeza que tudo está sendo misturado. Se você bater demais, a cobertura vai desandar. Se estiver muito quente, leve a tigela para a geladeira por 5 minutos e bata novamente.

Antes de usar para decorar, eu gosto de deixar na geladeira mais um pouco. Ela segura voltinhas perfeitamente se o clima da sua cidade colaborar, é claro.

_DSC2375ee
Ju, dá pra trocar o cacau por chocolate em pó/achocolatado? Gente, praticamente sempre dá, mas não é a mesma coisa de sabor e nem de consistência. Se esforcem pra achar cacau na cidade de vocês (e façam um estoque quando encontrarem, já que dura bastante mesmo num pote bem vedado), vale a pena!

  1. Daniela
    16 de março de 2015 - 11:57

    Olha, eu lembro até hoje o motivo no qual eu vim parar no seu blog: o fato de eu não saber fazer a “bendita” voltinha do cupcake!
    Vi várias receitas suas, tudo explicadinho, mas nunca surgia a oportunidade até que veio o aniversários do meus priminhos gêmeos e minha prima pediu (na verdade ela impôs!) que queria cupacacke com voltinha e tudo e foi graças a sua receita de Cupcake de laranja com brigadeiro amargo que a minha vida mudou e eu me tornei gente realizada de verdade!

    • 16 de março de 2015 - 18:34

      Daniela, hahahaha, que bom saber que o blog te ajudou!

  2. Fabiana
    16 de março de 2015 - 14:29

    Jú….

    Já que este post é sobre cobertura quero tirar uma dúvida sobre a cobertura de brigadeiro amargo.

    Eu fiz, coloquei no saco de confeitar…. E levei à geladeira… Depois tirei 1 hora antes de usar.

    Não consegui espremer de jeito nenhum :-(

    Como você faz? Tira do fogo, deixa esfriar e depois coloca no saco? ou Coloca direto no saco e deixa em temperatura ambiente?

    Help me!!!!

    • 16 de março de 2015 - 18:44

      Fabiana, você deixa ele esfriar em temperatura ambiente. Na geladeira, é claro que ele vai endurecer demais, flor, ninguém consegue usar com ele duro assim. E eu deixo esfriar num prato, não dentro do saco. Depois de frio é que eu coloco no saco para confeitar. Beijos!

  3. 16 de março de 2015 - 15:33

    Ju, qual é a diferença do açúcar impalpável, o açúcar de confeiteiro e o glaçúcar? Você podia fazer um post sobre os tipos de açúcar, assim como fez um sobre os tipos de farinha, né?

    E qual pá da planetária você usa na hora de bater a manteiga?

    • 16 de março de 2015 - 18:47

      Fê, a diferença basicamente é a quantidade de amido de milho em cada um e o número de vezes que eles foram processados na hora de fabricar (o que os torna mais finos quanto mais processado). Eu pretendo mesmo fazer um post sobre eles, só me falta: tempo hahahahaha. Mas virá! Confie! kkkkk
      Eu uso a pá de raquete pra bater, porque evita a formação de bolhas dentro da cobertura! :)

  4. camila
    16 de março de 2015 - 22:12

    Boa! Por falar em mesa de jantar, você bolou alguma solução inteligente pra usar essa mesa como bancada? As vezes quebro a cabeça pensando se compro uma de mármore, uso um tampo improvisado de inox ou algo assim pra eu poder abrir a pasta americana porque bancadas de pia de apartamento são tão Estreitas!

    • 21 de março de 2015 - 22:40

      Camila, como a encomendei, pedi um reforço na estrutura para aguentar sovadas de massa, e ela veio também com um tampo de vidro temperado bem grosso, para trabalhar em cima. Mesmo assim, vou providenciar uma placa de granito/mármore só pra trabalhar com chocolate, fondant e etc, pra não estragar a mesa. Beijos!

  5. 16 de março de 2015 - 23:36

    Parabéns pela mesa e pelas cadeiras que felizmente vc encontrou pra fazer par.
    Felicidades na sua mesa! Que ela tenha sempre bons amigos em volta dela e muitos sorrisos!!
    Beijos!!

  6. 17 de março de 2015 - 16:05

    Essa cobertura parece ficar muito boa mesmo, irei testar!
    A sua matéria sobre farinha é muito boa mesmo!!! Parabéns!

    Polain

  7. 25 de março de 2015 - 14:03

    Poxa Juliana, faltou foto da mesa, né?
    Estamos esperando desde o ano passado também para ver como vai ficar! rs

  8. Fabiana
    27 de março de 2015 - 14:00

    Jú…

    Você já testou a cobertura chamada chantininho?

    • 02 de abril de 2015 - 23:15

      Fabiana, já sim! Tenho até um post pronto sobre ela hahahaha, mas ainda queria fazer mais testes e comparar com o buttercream em questão de resistência ao calor. Beijos!

      • Fabiana
        06 de abril de 2015 - 18:43

        Jú…

        Obrigada por responder!!!

        Aguardando o post!!!! :-)

  9. Camila
    31 de março de 2015 - 15:33

    Ju, essa cobertura deve ser de arrasar, daquelas que você faz e todo mundo fica perguntando “nossa, o que vai nessa coisa gostosa?!” Hahah parabéns pelo apto, meu sonho dourado dos 23 anos é estar morando num apto meu, com muito azul Tiffany (vulgo turquesa), minha cor predileta, minha cor DA VIDA! Hahahah
    Ju, em meio a tantos cupcakes gostosos, acho que uma receita super legal pra você aprimorar, testar e encontrar a mais gostosa era de um brownie diviníssimo! Estou querendo fazer umas marmitinhas fofas com um combo brownie + cupcake pra presentear pessoas mais próximas e sem dúvida, confiaria numa receita sua!

    • 02 de abril de 2015 - 23:26

      Camila, que todas possamos um dia ter nossas cozinhas azul tiffanys hahahahah! <3 Muito amor! Sim, eu uso uma receita de brownie que eu amo, já já entra no blog, mas enquanto isso vai lá no Technicolor Kitchen e procura a receita de brownies de cacau, que é a que eu mais amo no planeta inteiro! :)

  10. 07 de maio de 2015 - 08:10

    […] trazer ainda mais o chocolate pra nossa língua. Eles combinam, tipo irmãos. A cobertura foi a de creamcheese de cacau, que é PERFEITA pra esse cupcake. Sério, não tem como ser melhor. Ela por si só já é […]

  11. Paula
    26 de maio de 2015 - 08:32

    Oi Juliana, adoro suas receitas e suas dicas…Mas gostaria de saber se nessa cobertura de cream cheese com cacau posso trocar o cacau por leite ninho?? porque vou fazer o aniversário do meu filho dos minions e queria a cobertura clara pra tingir de amarelo e azul… Desde já agradeço…

    • 28 de maio de 2015 - 17:32

      Paula, acho que você pode tentar! Pode ser uma experiência interessante. Mas lembra que leite em pó tem açúcar, então a cobertura pode ficar mais mole e bem mais doce. Beijos!

  12. Mayara
    16 de junho de 2015 - 16:04

    Olá, encontrei o seu blog e estou amando as receitas! Eu fiz o Cupcake Devil’s Cake e ficou muito bom, mas a cobertura não gostei muito. Não consegui Incorporar bem o cacau e acredito que tenha sido pelo cacau que eu usei (ele não é tão bem refinado, e mesmo peneirando ainda ficaram flocos grandes, e não sei a marca também). Queria saber qual Mara usa ou onde encontrar um de boa qualidade, que acredito que vá fazer uma grande diferença, principalmente em coberturas ou recheios que não precisam assar! Desde já agradeço a atenção e parabenizo pelo blog!

    • 18 de junho de 2015 - 14:38

      Mayara, eu uso cacau em pó da Callebaut, e de vez em quando da Mavalério também. Não é tão ruim. Mas o ideal mesmo é você peneirar várias vezes o cacau se ele apresenta esse problema de não uniformizar muito bem. Beijos!

  13. 15 de janeiro de 2016 - 23:08

    […] fonte: Cupcakeando […]

  14. Anna Paula Melati
    09 de fevereiro de 2016 - 00:01

    Oiii Ju!
    Depois de tentar fazer ganache pra usar como cobertura dos meus cupcakes e nao ter sucesso algum pq simplesmente meu ganache derrete todo e as minhas voltinhas lindas viram sopa em 2 mins eu decidi procurar alguma receita diferente pra fazer, e achei essa aqui!
    Ela eh MARAVILHOSA!
    Nao fica enjoativa, a textura eh mto boa pra confeitar, e pra mim que sou marinheira de primeira viagem, nao achei dificil de fazer, to usando ela pra confeitar uns cupcakes de redvelvet que achei aqui no seu blog!
    Alias amooo o teu blog, e ele me ajuda absurdamente!
    Parabens! E receita super mega aprovada!

    OBS: Alguma dica do pq eu n consigo fazer meu ganache fazer o papel dele de ficar lindo e saboroso nas minhas voltinhas? =(

    • 10 de fevereiro de 2016 - 08:21

      Anna, que bom que deu certo com você! Olha que para marinheira de primeira viagem, você começou enfrentando uma tempestade, porque geralmente coberturas de creamcheese são mais molengas e difíceis de trabalhar. Parabéns!! Quanto ao ganache, confesso que eu mesma não tenho muito jeito em acertar a consistência certa dele. Gosto mais do ganache de banhar do que o de bico, porque eu nunca acerto o de bico 100%. Tudo tem a ver com o clima que temos aqui, e não apenas a temperatura, porque a umidade influencia também. Por isso é tão complicado! Mas continuamos tentando… sempre! Beijos!

  15. 25 de março de 2016 - 07:41

    […] americano) Cobertura de chocolate (qualquer uma, buttercream, creamcheese ou brigadeiro. Recomendo esta aqui) Biscoito de chocolate moído (Oreos ou Negresco! Uns 5 biscoitos são suficientes para produzir […]

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!