quarta, 25 de fevereiro de 2015

Biscoitos com doce de leite e a saga das cadeiras da mesa de jantar

15 Comentários

Quem me acompanha no Instagram (você ainda não? Deveria, porque lá tem um monte de backstage do blog e dicas legais!) seguiu minha dúvida cruel sobre as cadeiras da mesa de jantar. Vou explicar melhor pra vocês a saga.
Outro desejo que eu tinha para o apê: ter móveis de acrílico transparente. Eu planejava uma mesa de centro assim entre o sofá e a TV – mas rapidamente mudei de ideia e deixei vazio depois de ver a felicidade do Freddie em correr disparado da janela pra porta, e vice-versa, repetidas vezes. Geralmente com uma garrafa vazia e amassada na boca.

biscoito_doce_de_leite
Na mesma loja onde comprei a mesa, achei uma cadeira linda, de acrílico transparente. Firme para sentar, o único problema é grudar a pele nela, né. Adquiri logo uma dessas pra mim. Porém, na pindaíba de reforma que eu me encontrava, não consegui comprar logo as outras duas para completar a mesa de jantar (do outro lado, fica um banco-baú).
Pensei “ora, mais pra frente eu compro, não tem problema”. Mas claro, CLARO que a sempre presente e incisiva Lei de Murphy dá seu jeitinho na minha vida e… tchan, a loja parou de vender exatamente aquelas cadeiras logo depois.

biscoito_doce_de_leite2
Então, estou aqui, com uma cadeira transparente que eu não consigo encontrar igual, porque ela é de designer e tal, e também não faço ideia de como me desfazer dela. Fico postergando a solução para isso – que provavelmente seria botar essa cadeira no Bom Negócio ou Enjoei e ir atrás de 3 iguais de uma vez – porque a imagem do meu apê perfeito incluiriam essas cadeiras transparentes. Mas uma hora vou ter que resolver isso, afinal, os visitantes vão precisar sentar em algum lugar.
Não cheguei a comprar as cadeiras que mostrei no Instagram porque houve um boato da dona da loja que ela conseguiria essas maravilhas transparentes para mim. Estou aguardando pacientemente e com amor.

Biscoitos com doce de leite
Rende: 30 a 40 biscoitos
Receita da Sweetopia, com adaptações.

450g de manteiga
1 1/2 xícaras (340g) de açúcar
2 ovos
2 colheres de chá de extrato de baunilha
5 xícaras (550g) de farinha
1/2 colher de chá de sal
doce de leite a gosto (e se for caseiro, melhor ainda)

1 – Em uma batedeira, preferencialmente fixa, e com o batedor de raquete, bata a manteiga e o açúcar somente até misturar tudo. Não é pra clarear a manteiga como fazemos em massa de bolo. Se bater muito, acaba incorporando ar que vai deixar seus biscoitos cheios de buracos e frágeis.
2 – Acrescente os ovos, um a um, batendo rapidamente também. Adicione o extrato de baunilha e incorpore.
3 – Em uma tigela, peneire a farinha e o sal. Depois, coloque todos os ingredientes secos dentro da batedeira desligada, coloque um pano de prato por cima e ligue a batedeira na velocidade mínima. Espere uns 30 segundos até a farinha ser incorporada e não correr mais o risco de espirrar pelo ar, então retire o pano e observe a massa. Você deve parar de bater assim que tudo se incorporar, o que deve levar uns breves minutos. Não bata além disso: primeiro porque a massa é pesada e pode quebrar sua batedeira, segundo pra não desenvolver o glúten.
4 – Divida sua massa em 3 pedaços e abra entre folhas de papel manteiga, já na espessura dos biscoitos. Aqui é bom usar um nivelador pra deixar na mesma espessura, mas se não tiver não tem problema. Meus biscoitos tinham menos de meio centímetro de espessura.
5 – Leve os “tapetes” de massa para a geladeira por pelo menos 30 minutos. Enquanto isso, ligue seu forno em 180˚C e prepare as fôrmas para assar os biscoitos com papel manteiga ou silpats (eu prefiro papel manteiga).
6 – Retire um tapete de massa de cada vez para cortar os biscoitos: com um cortador redondo de 3cm de diâmetro, corte dois círculos iguais, e em um deles, com um cortador redondo menor, corte bem no centro e retire a bolinha que sobra. Essa você pode recolocar na massa, abrir novamente entre o papel manteiga e repetir o processo até aproveitar tudo. Sem desperdícios!
7 – Leve para assar por 8 minutos, ou até que os biscoitos comecem a ficar dourados nas bordas. Retire e deixe que esfriem em grades.
8 – Passe uma generosa camada de doce de leite no biscoito de baixo e coloque por cima o biscoito com o buraco no meio. Um sanduichinho de gostosura.

Coma imediatamente ou guarde por até uma semana em potes bem fechados, fora da geladeira.

biscoito_doce_de_leite3
Lembre-se que essa quantidade informada na receita rende apenas se você usar o mesmo tamanho de cortador e a mesma espessura. Mas a ideia é essa e você pode fazer o biscoito do tamanho que quiser! Seja feliz na cozinha!

Dicas:
– Se você não tiver papel manteiga em casa, leve a massa para a geladeira enrolada em papel filme mesmo. Depois abra a massa em uma superfície enfarinhada. Porém, recomendo fortemente usar papel manteiga porque essa farinha vai entrando na massa cada vez que você abre, tornando ela cada vez mais seca e dura por causa do glúten. Com o papel manteiga, isso não acontece!

Como é a mesa de jantar na sua casa? Quantas cadeiras? Como elas são? Me ajude com inspirações caso tudo mais dê errado!

  1. 25 de fevereiro de 2015 - 08:58

    Ju, amei a receita! Vou testar! Minha sala de jantar acabou de ser montada, após 6 anos de casada e com um mesa de jantar velha, emprestada da minha cunhada! Comprei uma mesa elástica, que abre passando de 1,20m para 1,80m na cor Imbuia (marrom escuro) e com vidro negro em cima. Linda! Para acompanhar, comprei somente quatro cadeiras: duas com estofado areia, lisas, e duas com estofado areia mais claro e desenhos florais em marrom. Ficou show de bola. Combina perfeitamente no meu apto, em que temos várias coisas de madeira e separamos a sala de jantar (mais escura) da sala de estar com rack suspenso, mais claro. Tomara que encontre cadeiras pelas quais se apaixone! Bjs!

  2. Paula
    25 de fevereiro de 2015 - 10:50

    Ju,
    morrendo de vontade dessas bolachas :B
    para a tua saga da mesa de jantar sugiro fazeres uma composição de cadeiras transparentes diferentes!
    estou vendo muito em sites de decoração casas lindíssimas em que na mesa de jantar todas as cadeiras são diferentes e o resultado é bem legal (dependendo da composição, lógico haha). E que encontres as tuas cadeiras perfeitas para a tua casa :)
    bjbj

  3. 25 de fevereiro de 2015 - 11:56

    Parecem deliciosos! Quanto à cadeira, qual é o modelo que vc quer? Assim que comecei a montar meu apê, comprei 2 Louis Ghost num site e depois comprei mais 3 em outro site. Minha sócia comprou 6 em um outro ainda. E compramos um outro modelo, tb transparente, para uma cliente. Quem sabe não consigo te ajudar a encontrar as que faltam?

    • 08 de março de 2015 - 00:52

      Erika, descobri que o nome dela é Manoela. Mas já achei as outras duas que faltavam, olha que coisa boa! :D

  4. 25 de fevereiro de 2015 - 17:36

    Eu não gosto de doce de leite, logo, é claro que vou substituir por Nutella.

    Ju, usei a sua receita dos pãezinhos amanteigados com alho, mas em vez de pãezinhos redondos, eu fiz dois pães grandes. E não usei o alho, porque o povo aqui em casa é fresco, então a receita ficou só como sendo de pães amanteigados mesmo. E ficou bom, viu! Usei fermento fresco porque, até minha planetária Arno chegar, eu amasso pão à mão, e acho que com o seco não fica muito legal. ^^

  5. karina
    26 de fevereiro de 2015 - 13:03

    Isso com ‘flor de sal’ por cima deve ficar um escândalo de gostoso

    • 26 de fevereiro de 2015 - 20:50

      Eu já vi gente falando sobre essa tal de flor de sal. Afinal, o que é e pra que serve?

      • 08 de março de 2015 - 01:08

        Fernanda, a flor de sal é o sal que comemos antes de ser processado. Ele é mais saudável!

  6. Ana Cleide Cerveira Lima
    26 de fevereiro de 2015 - 18:15

    Oi Juliana,

    Com certeza esses biscoitos devem ficar uma delicia. Sou apaixonada por receitas de biscoitos , onde posso fazer uma verdaeira viagem com a massa.
    Mais uma vez obrigada por partilhar essas maravilhas!

  7. Fernanda
    02 de março de 2015 - 12:35

    Oi, Juliana! Já estou louca para fazer a receita.
    Eu fiz a de doce de leite dos posts anteriores. Depois fiz o doce com leite Ninho em pó (eu sou aquela que te escreveu dizendo que a avó fazia doce de leite com leite em pó). Ficou muito bom. Deu bastante e o gosto ficou suave. Adorei!

  8. Jaqueline
    23 de março de 2015 - 09:19

    Oi Ju!

    Fiz os biscoitos no fim de semana…… menina que biscoitos são esses??? São divinos… todo mundo lá em casa adorou!!
    Só me tira uma dúvida…… segui a receita certinha…. coloquei os tapetes de massa na geladeira, deixei lá por cerca de 40 min quando tirei a massa estava durinha, mas só o tempo de corta os círculos já foi suficiente para ela amolecer e quando ia tirar do papel manteiga para por na assadeira já estavam mole e começavam a grudar no papel…. então fazia os círculos, voltava para a geladeira esperava endurecer de novo para poder tirar do papel….. sabe me dizer por que ficou assim? ….. mas de qualquer forma ficaram uma delicia e bem bonitinhas!

    • 02 de abril de 2015 - 22:48

      Jaqueline, você vai cortando quando eles estão congelados e já colocando na assadeira que vai ao forno. Eles amolecem porque estão ficando em temperatura ambiente, né, isso é normal. Beijos!

  9. Nathalia
    11 de outubro de 2016 - 05:36

    Juliana, um dica! :p
    Você deveria Colocar o passo a passo com fotos. Vejo em muitos sites por ai. Assim ficaria mais facil seguir a receita( não que seja difícil, claro)!

    Adoro o blog! ;)

    • 11 de outubro de 2016 - 10:51

      Nathalia, flor, eu até coloco quando é algo muito específico, mas é que passo a passo de fotos fica ruim para postar aqui no blog porque o WordPress tem uma frescura com colocar muitas fotos em um post. Mas obrigada pela dica :D

  10. Maria Célia Borges Viana
    17 de abril de 2017 - 09:50

    Adoro esses amanteigados, com doce de leite então hummmmm.
    Vou fazer com certeza. Bjs

Juliana Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pelo Cupcakeando, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!