Esse é o cantinho das perguntas que eu recebo mais constantemente. Se a sua dúvida não estiver aqui, me mande um e-mail para contato@cupcakeando.com.br ou deixe um comentário que eu respondo! :)

O que são cupcakes?
Cupcakes (pronuncia-se câ-p-quei-que) são bolinhos redondos e pequenos, que cabem na sua mão e são do tamanho da sua gula: é só comer vários deles! São geralmente associados com os Estados Unidos e realmente foi lá onde eles se tornaram febre. A primeira loja de cupcakes do mundo é a famosa Sprinkles Cupcake, em Beverly Hills.

Quantos tipos de cupcakes existem?
Você pode fazer tantas combinações com eles, mas tantas, que minha resposta é: infinitos! Eu já vi cupcakes de todos os tipos e gostos, já fiz cupcakes malucos também. A questão é realmente como os ingredientes combinam, mas, com imaginação, podemos fazer qualquer coisa!

O que eu preciso pra fazer cupcakes?
O básico, além dos ingredientes da sua receita, estão neste post que fiz: utensílios básicos de confeitaria. Além deles, você precisa de uma boa e confiável receita, disposição e paciência. E nunca vá para a cozinha de mal humor.

Estou começando a vender cupcakes e não sei quanto cobrar. Você tem alguma sugestão?
Fiz um post enorme sobre esse tipo de dúvidas! Dê uma lida nele, aqui.

Vou viajar para os EUA e queria comprar algumas coisas/uma KitchenAid/utensílios lá fora. Como faço?
Fiz um post enorme sobre onde e como comprar coisas de culinária lá fora. Ele está aqui e tem diversas dicas e links de lojas para ajudar vocês. Dê uma lida!

Quando você fala “açúcar” na receita, qual açúcar devo usar?
Açúcar cristal, simplesmente porque é o que eu uso. Até onde eu sei e testei, usar o refinado não altera drasticamente o sabor e a consistência, então se você só tiver esse tipo em casa, pode substituir! Porém, nunca substitua na mesma proporção pelo mascavo ou pelo impalpável: eles são muito diferentes em sua composição e não irão resultar no mesmo produto final.

Quando você fala “farinha” na receita, qual farinha devo usar?
Farinha de trigo comum, sem fermento. Assim como o açúcar, jamais substitua na mesma proporção a farinha de trigo comum pela integral, pois sua composição é diferente e o resultado final pode até mesmo falhar. Para entender melhor o papel da farinha na confeitaria, leia esse post.

Quando você fala “manteiga” na receita, qual manteiga devo usar?
Manteiga sem sal, em temperatura ambiente. A não ser que esteja indicado na receita, a manteiga deve estar sempre em temperatura ambiente, em ponto de pomada, senão ela não irá se misturar perfeitamente com os outros ingredientes. Se você esqueceu de tirar a manteiga da geladeira, uma dica é ralar finamente o tablete e deixar em um prato por 30 minutos. Assim, ela vai amolecer mais rápido.

Posso substituir a manteiga por margarina na sua receita?
Na maioria das receitas de confeitaria, sim. Antes, leia meu texto sobre esse assunto aqui no blog. Mas tem algumas coisas que você deve levar em consideração. A primeira é de que margarina não é comida, faz mal para a saúde e ainda tem um gosto terrível. Segundo é que algumas receitas podem desandar usando apenas margarina, porque ela não contém a mesma quantidade de gordura que a manteiga, que é a ideal. O melhor, se você realmente quer usar margarina apesar dos enormes malefícios dela à saúde humana, é substituir somente 1/3 da quantidade de manteiga pedido na receita por margarina e manter o resto como manteiga.

Quando você fala “leite” na receita, qual leite devo usar?
Leite integral, em temperatura ambiente. A não ser que esteja indicado na receita, o leite deve estar sempre em temperatura ambiente. Se ele estiver gelado, vai alterar o tempo de forno da massa e talvez solar a massa. Caso você tenha esquecido de tirar o leite da geladeira, meça a quantidade que você precisa, coloque em um copo e leve ao microondas por 8 segundos. Retire e mexa com uma colher, assim ele provavelmente estará em temperatura ambiente. Não pode estar morno nem gelado.

Testei sua receita e não deu certo! O que aconteceu?
Todas as receitas no blog foram previamente testadas (e inteiramente consumidas!). Se você tentou uma delas e não deu certo, alguns fatores devem ser checados:
Certifique-se que usou todas as medidas e ingredientes certos e indicados na receita. Caso não tenha muita experiência em confeitaria, deixe para experimentar depois que já tiver controle sobre determinada receita. Assar um bolo é mais do que um passatempo; também envolve química e balanço entre cada parte. Uma mudança muito drástica nos ingredientes pode resultar em fracasso.
Certifique-se que seus ingredientes estão dentro da validade. Fermento vencido não fará seu bolo crescer, por exemplo.
Certifique-se que seguiu todos os passos da receita. Às vezes, diminuir o tempo de bater a manteiga com o açúcar porque você está com pressa pode fazer seu bolo falhar: há um motivo para bater por X minutos!
Ingredientes em temperatura ambiente, sempre! A não ser que esteja explicitamente indicado na receita, todos os ovos, o leite e a manteiga devem estar em temperatura ambiente para garantir a mistura completa de tudo.
Cuidado para não mexer demais a massa! Bater além do indicado pode fazer com que o bolo sole. Essa é uma das razões pelas quais não é indicado usar liquidificador para fazer bolos e cupcakes. Para saber melhor o porquê, leia esse post.
Se mesmo assim a receita ainda falhar com você, bem, não há muito o que fazer. Desapegue e siga em frente! Existem inúmeros motivos que podem fazer algo falhar na cozinha – que incluem até a altitude da sua cidade! – e, se a receita não funciona de jeito nenhum, é mais fácil procurar outra que se dê bem contigo!

Você só faz cupcakes?
Eu faço comida. Qualquer comida. Amo cozinhar qualquer coisa, sem restrições. É só me dar a receita e os ingredientes (às vezes nem receita) que eu faço o que eu amo mais. Cupcakes são umas das coisas que mais gosto de fazer, mas nem de longe são as únicas.

Você aceita encomendas?
Claro! Como eu tenho outro emprego durante o dia, meus horários são bem resumidos e não pego muitas encomendas de uma vez. Mas se quiser encomendar, é só me mandar um e-mail para contato@cupcakeando.com.br que a gente conversa. :)

Juliana Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pelo Cupcakeando, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!