terça, 03 de julho de 2012

Faça em Casa: Purê de maçã

29 Comentários

Não sou fã de maçãs. Nunca foi minha fruta preferida porque eu me lembro de mordê-las e ficar com a casca entre meus dentinhos de criança. Eu morria de agonia. Essa pequena frescura me fez detestar maçãs, mas adorar o sabor.
Aliás, isso costuma ser bem comum entre as pessoas, não é? Conheço gente que detesta coco ralado, mas adora água de coco. Gente que não aguenta manga, mas se acaba com o sorvete. Tudo geralmente por causa de algo que aconteceu na infância ou algum momento traumático – ou de drama – no passado.
Porém, birras de lado, a maçã é uma das frutas mais legais que existem: você pode facilmente levar na bolsa, não precisa tirar a casca nem deixá-la refrigerada e é cheia de ferro, fósforo, vitaminas e fibras para o corpo. Os benefícios delas vão mais além da minha leve aversão.
Precisei fazer purê de maçã para duas receitas de cupcakes nos últimos dias. Corri atrás de uma opção nos supermercados e não encontrei. Então, decidi que fazer em casa seria mais fácil e saboroso do que comprar algo pronto e possivelmente enlatado.

Purê de maçã caseiro
Rende: 2 xícaras, dependendo do tamanho das maçãs

3 maçãs galas, cortadas em quartos
1 1/3 xícaras de água
1/2 colher de chá de canela
1/2 colher de chá de extrato de baunilha

1 – Retire as sementes das maçãs com uma faca. Se preferir, pode tirar as cascas também, mas mantê-las aumenta a quantidade de fibras do purê e quanto mais fibras, melhor, sempre!
2 – Coloque as maçãs e a água em uma panela pequena, em fogo alto, mantendo pelo menos 5cm até a borda, porque a água vai borbulhar. Espere ferver e aguarde 10 minutos.

Maçãs deliciosas
3 – Adicione a canela e a baunilha e mexa bem.
4 – Diminua o fogo para o mais baixo possível e, sem a tampa, deixe as maçãs ferverem por 30 minutos, até que fiquem bem macias.
5 – Retire do fogo e espere esfriarem um pouco, mais uns 5 minutos.
6 – Coloque as maçãs e o que sobrou da água – não será muito – em uma batedeira ou um multiprocessador e pulse. Elas devem triturar facilmente e chegarão à consistência ideal.

A consistência do purêA consistência perfeita não tem grandes pedaços da fruta, mas ainda é firme.
Voilá! A receita não pede açúcar, pois você verá que fica doce o suficiente sem ele. Caso prefira, pode colocar até 3 colheres de sopa, de acordo com seu gosto. O purê é ótimo para comer puro mesmo ou com panquecas, sorvetes, tortas ou até em pães se você for bem alternativo! Claro, vem aí um cupcake com ele, pode esperar!

Qual seu trauma comestível de infância? Alguma coisa que você detesta comer de um jeito, mas adora de outro?

  1. 03 de julho de 2012 - 10:53

    Nossa, a cara realmente ficou MARAVILHOSA! Vontade de fazer e guardar na geladeira pra ter uma sobremesa básica sempre depois do almoço. =]

  2. 05 de julho de 2012 - 11:29

    […] de óleo (soja, girassol ou canola) 3/4 de xícara de açúcar mascavo 2 ovos 1/2 xícara de purê de maçã 1/2 de colher de chá de baunilha 1 1/2 xícaras de cenoura ralada bem fina (+ou- 3 cenouras […]

  3. 12 de novembro de 2012 - 12:09

    Pode congelar????

    • 12 de novembro de 2012 - 13:08

      Pode sim! Dura uns 6 meses no freezer! :)

  4. 14 de novembro de 2012 - 14:23

    Puxa Juliana, você me respondeu!!! Que bacana!!!!
    Coincidência, minutinhos antes de eu colocar minhas maçãs no fogo pra fazer o purê, resolvi espiar pra ver se vc havia me respondido!!! SURPRESA, a mestra dos cupcakes me respondeu!!
    Juliana, ganhei meu dia!!!
    Muitíssimo obrigada pela atenção!
    Beijo de Harmonização!!!
    clarinha

    • 14 de novembro de 2012 - 14:32

      Oi Clarinha!

      Eu tento sempre responder os comentários de vocês, porque acho super importante. Se eu fiz um blog para ajudar e há dúvidas, então tenho que saná-las na medida do que eu posso. Né?!

      Um grande beijo! Me conte como ficou o purê depois! Se usar para alguma receita, tire fotos e me mande! ;)

  5. 26 de abril de 2013 - 07:50

    Adoro o seu blog e suas receitas são de tirar o folego!!!!
    Gostaria de saber se posso usar o purê de maçã como recheio de cupcake, fazer aquela cavidade em um de baunilha e rechear , vc acha que ficaria bom ? Obrigada

    • 30 de abril de 2013 - 17:52

      Oi Margarete!

      Acho que ficaria bom, mas talvez fique bem mole, dependendo do quanto de água que você conseguiu extrair do purê.

      Beijo!

  6. Dirce Mariano
    30 de julho de 2013 - 15:22

    Nunca fiz purê com cascas vou experimentar !

  7. Katia Lopes
    28 de outubro de 2013 - 23:32

    Vendo sua receita…venho contat uma experiência. Tenho um filho pequeno, e quando começou a comer papinhas doces eu descobri que as maças cozidas no vapor ficam ótimas e não escurecem, então eu cozinhava várias, rapidamente, amassava e colocava em vidrinhos esterelizados para guardar no freezer etiquetados. Fica aí a dica!!!!

    • 09 de novembro de 2013 - 21:58

      Katia, obrigada pela dica! Aposto que outras mamães vão gostar dela! Beijos!

  8. 10 de novembro de 2013 - 01:23

    Oi, Juliana! :)
    Vale para outras frutas? Morango?
    Beijos!

    • 10 de novembro de 2013 - 16:05

      Mia, depende da fruta! No caso do morango, basta batê-lo no liquidificador que você já vai ter um purê. Fervendo ele vai virar um coulis ou uma geleia, provavelmente. Beijos!

  9. gabriela
    29 de dezembro de 2013 - 01:23

    Adorei o purê, qual seria a massa do bolo de cupcake que combine com este purê? você poderia me ajudar?
    Aguardo

    • 10 de janeiro de 2014 - 23:14

      Gabriela, para que você quer usar o purê? Na massa do cupcake, como recheio ou na cobertura? Como recheio, não fica bom, na minha opinião. Beijos!

  10. Andrea
    01 de janeiro de 2014 - 20:49

    Oi Juliana, que o novo ano que se inicia que proporcione muitas felicidades, saúde e harmonia, meus votos sempre tem estes 3 quesitos pois acho que são os melhores votos que podemos ofertar a alguém. Primeiro quero agradecer-lhe pela sua generosidade em nos proporcionar grandes conhecimentos. Aprendo muito com vc. Segundo meu trauma de infância é a CARNE acredita, nunca gostei muito de carne e minha família me obrigava a come-la e ela crescia dentro da minha boca, não conseguia engoli-la, rs. com o tempo aprendi a esconder a “bucha” e jogá-la no vaso, rs.. mesmo em restaurantes, rs.

    • 11 de janeiro de 2014 - 20:38

      Andrea, vou te dizer que eu também tenho certo trauma de carne. Não gosto muito, não. Prefiro frango e peixe, especialmente camarões. Isso porque eu comia carne e os fios dela ficavam presos nos meus dentinhos de criança e eu morria de agonia. Então, desacostumei a comer carne aos poucos, preferindo peixe e frango, e hoje em dia nem curto mais. Comer carne de boi pra mim é evento especial.
      Feliz 2014 pra você também!

  11. Vitor
    10 de abril de 2014 - 19:02

    Juliana, que tipo de baunilha é esse da receita? É o extrato? a essência? as sementes ou fava inteira? vou tentar a receita (do seu site) dos cupcakes de cenoura americanos esse fim de semana. grande beijo!

    • 27 de maio de 2014 - 14:58

      Vitor, percebi que não tinha especificado na receita, desculpe! É extrato ou essência. :)

  12. Milena
    24 de junho de 2014 - 17:29

    OMG… como ficaria esse purê em um cupcake!??!?!
    Mal posso esperar!!!

  13. Evelinne
    16 de setembro de 2014 - 11:47

    Eu detesto a fruta goiaba, sempre que comia na infância era forçada, mas hoje em dia adoro TUDO com a fruta: suco, vitamina, goiabada comum e cascão, geléia, etc, mas a fruta ainda não consigo comer pura. =D

    • 16 de setembro de 2014 - 14:24

      Evelinne, deteeeeesto o cheiro de goiaba! Hahahaha

  14. Dina
    20 de janeiro de 2015 - 01:56

    Gosto muito de abacate e o uso com frequencia em salada ou puro com açucar, mas nao tomo de jeito nenhum Vitamina de abacate. Trauma de infancia mesmo.

  15. Denielly
    27 de março de 2015 - 09:01

    Oi Juliana!
    Ameeeeei teu blog, estou realmente apaixonada pelas receitas. Muito bem elaboradas, e as fotos então, meu Deus, só de ver dá água na boca. Fico impressionada tanto pelos comentários quanto pelas explicações que fornece, imaginando se um dia chegarei a ser uma grande confeiteira e especialista em cupcake’s como você se tornou. (Até então melhor site de cup’s que já vi). kkk
    Estou pretendendo começar a fabricar esses lindos bolinhos que encantam tanto adultos quanto crianças e confesso que viro uma quando compro… Não só pra mim mas como outras que também estão iniciando nessa atividade você pode passar alguma dica? Aguardo ansiosa tua resposta…
    Com carinho!!!
    Deny

    • 02 de abril de 2015 - 23:13

      Denielly, tenho um post sobre como cobrar pelos seus produtos com várias dicas, entre outros também! Dá uma lida pelo blog! :) Beijos mil!

  16. Herika
    25 de junho de 2015 - 17:43

    Olá Juliana, como vai?

    Já tentou fazer um bolo com essa receita? Será que dá certo ou eu teria que alterar as quantidades?

    Abraços

    • 13 de julho de 2015 - 17:39

      Herika, tem cupcake aqui no blog usando esse purê! :)

  17. Herika
    13 de julho de 2015 - 20:46

    Olá Juliana, como vai?

    Desculpe, mas a pergunta era em relação ao cupcake de cenoura americano. Acabei fazendo no local errado. A minha dúvida é se eu poderia utilizar a mesma massa do cupcake de cenoura americano para fazer um bolo. Você já tentou? Será que fica legal?

    Obrigada.
    Abraços

    • 14 de julho de 2015 - 18:03

      Herika, dá sim! Qualquer receita de cupcake pode virar um bolo! Fica bom sim! Beijos!

Juliana Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pelo Cupcakeando, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!