quarta, 05 de novembro de 2014

Faça em casa: Marshmallow trançado

17 Comentários

Minha cozinha chega hoje! (estourem os fogos de artifício!)
Depois de atrasos e de muita ansiedade, a marcenaria começa a ser montada essa semana. Daí preciso levar os eletrodomésticos, a cama, as caixas de coisas de cozinha (MUITAS), meus utensílios, meus livros, tudo pra lá. Entramos em um pequeno redemoinho corrido agora, porque querendo que os últimos detalhes terminem logo, é preciso resolver muitas coisas ao mesmo tempo.
Falando nisso, queria explicar pra vocês porque não tiveram mais vídeos ainda. Gravar vídeos onde eu moro agora, na casa dos meus pais, é complicado por uma série de fatores. Primeiro, é uma casa com várias pessoas que precisam comer e, para gravar os vídeos que já foram ao ar, eu tive que bloquear a cozinha por um dia quase inteiro, eu e o Vinícius. Além disso, a cozinha de lá tem uma iluminação muito baixa, porque a janela está embaixo de um telhado, o que já prejudica a qualidade do vídeo.

marshmallow_caseiro2
No fim, eu estava esperando a cozinha do apê – que chamarei a partir de hoje de Branquinha, porque eu sempre dou nomes patéticos pra tudo – ficar pronta para poder gravar mais vídeos com mais facilidade e qualidade pra vocês. Por conta dos atrasos pra cozinha ficar pronta, a agendinha de novidades atrasou também.
Mas não temam! Estarei em breve com a Branquinha pronta, linda, cheirosa, pra produzir coisas bacanudas pra vocês. Quem sabe até apareço com o Freddie, hehehe.

marshmallow_caseiro
Como tudo que é mais complicado a Juliana gosta, não dá pra comprar marshmallow pronto. Tem que fazer em casa, né? O maior pânico do Sr. Namorado. Essa receita é trabalhosíssima, já aviso, mas rende demais e acho que é um projeto de um dia muito legal pra se fazer. As indicações originais pedem que você repita a mesma receita três vezes, uma pra cada cor, mas eu fui radical e fiz uma só pra três cores, meio correndo, e já rendeu horrores. Se quiser seguir a Sprinkle Bakes e fazer três receitas, fique a vontade para se esbaldar em marshmallow por dias.

Faça em casa: Marshmallow trançado
Rende: uns 30 inteiros de 5cm cada, e raspas que sobrarem
Receita por Sprinkle Bakes.

4 1/2 colheres de chá de gelatina em pó incolor
1/2 xícara de água gelada
3/4 de xícara de açúcar
1/2 xícara de glucose
1/4 de xícara de água
uma pitada de sal
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
3 xícaras de açúcar impalpável
1 1/2 xícaras de amido de milho (maizena)
corante em gel nas cores desejadas

1 – Em uma tigela grande, peneire o açúcar impalpável com o amido de milho pelo menos três vezes. Reserve. Disponha em uma mesa bem grande folhas de papel manteiga, até cobrir toda a superfície. Isso ajuda a evitar a farofa toda, mas já adianto que vai sujar um pouco de açúcar por aí. Por cima das folhas, peneire o açúcar/amido com generosidade. Guarde um pouco pra depois.
2 – Misture a gelatina em pó com a água gelada e deixe o líquido ser absorvido. Em uma panela, misture o açúcar, 1/4 de xícara da glucose, o sal e o 1/4 de xícara de água. Leve para ferver no fogo alto.
3 – Enquanto isso, coloque na tigela da batedeira (é melhor usar uma fixa nessa receita) o resto da glucose. Leve a gelatina hidratada ao microondas por 10 ou 15 segundos, apenas para derreter e nada mais, senão ela queima e perde as propriedades. Quando estiver líquida de novo, derrame dentro da tigela da batedeira e ligue no mínimo, pra ir misturando enquanto a calda fica pronta.
4 – Quando a calda chegar a 115°C (240°F), derrame com cuidado dentro da tigela da batedeira enquanto ela bate. Aumente a velocidade para o médio e bata por cinco minutos, depois aumente para o médio alto e bata por mais cinco minutos. Por último, aumente para o máximo e bata por mais dois minutos.
5 – Adicione a baunilha por último e bata bem. A mistura deverá estar opaca. Se quiser fazer marshmallow simples, basta despejar em uma fôrma untada com óleo vegetal e coberto com papel manteiga, depois polvilhar com bastante do mix açúcar/amido.
6 – Como vamos fazer a cordinha colorida, agora precisamos trabalhar rápido: separe a mistura em três tigelas e acrescente os corantes em gel. Misture rápido, pois precisamos fazer as cordinhas com o marshmallow ainda quente. Coloque em sacos de confeitar com bicos redondos idênticos, e comece a fazer as linhas em cima do papel manteiga com o açúcar. Polvilhe mais açúcar por cima e deixe descansando por uma hora.
7 – Depois da primeira hora, espete com um palito de dente três cordas de cores diferentes e comece a enrolar para formar os marshmallows. No final de cada um, espete outro palito de dente para mantê-los unidos e no formato certo. Polvilhe mais açúcar e deixe secar por pelo menos 24h.
8 – No outro dia, corte os marshmallows em pedaços de cinco centímetros, passe as pontinhas recortadas no açúcar que sobrar na mesa e aproveite! Coma imediatamente ou guarde por uma semana em um recipiente bem fechado, em temperatura ambiente.

marshmallow_caseiro3
Esse açúcar todo que sobrou no papel manteiga pode ser peneirado de volta para um pote e usado para polvilhar uma superfície durante trabalhos com pasta americana. Os bicos que usei foram o 1A da Wilton e outros dois sem marca, do mesmo tamanho que o 1A.

Dicas:
– Enrole as cordinhas com muito cuidado! Várias se soltaram enquanto eu enrolava, acho que não fui muito carinhosa. Mas até os pedacinhos que sobrarem são uma delícia, é claro!
– Deixe tudo separado, medido e previamente montado antes, como os sacos de confeitar e os ingredientes. O mise en place nesta receita é essencial!
– As partes cortadas que sobrarem porque não formam o marshmallow certinho podem e devem ser colocadas em chocolates quentes numa tarde fria.

Quais as primeiras receitas que vocês querem ver em vídeo assim que a Branquinha estiver pronta?

  1. 05 de novembro de 2014 - 10:40

    que delicia!!!! esse vou demorar mais reproduzir ehehe mais com ctza logo sai!!! Ju, essa receita vai ficar o máximo em video hein?? Estamos esperando!! :DD

  2. Aline
    05 de novembro de 2014 - 22:07

    Nossa, to passada! Eu amo muito marshmellow, algum dia terei que testar essa receita, só está me faltando tempo hábil. Sempre que faço cupcakes venho aqui escolher qual será o da vez, acho que só comentei uma vez só, quando eu descobri o blog, mas acompanho sempre, mas vendo esses marshmellows não tinha como não me manifestar. Como marshmellow todo dia (me julgue) e quando vou no cinema, como não como pipoca, levo um pacote disso hehehehe
    Mas tem uns que são mto doces, esses são mto doces Ju ou é ok?

    • 17 de novembro de 2014 - 18:35

      Aline, é marshmallow, que é muito doce por si só né? Mas assim, eu acho bem melhor que os comprados prontos, com menos açúcar. Beijos! :)

  3. 06 de novembro de 2014 - 18:35

    Adoro o seu blog, Ju! Você é muito talentosa!

    <3

  4. Tamires
    08 de novembro de 2014 - 10:20

    Ah, que coisa fofa! Também gosto do que é caseiro, dá outra cara né? E esses ficaram lindos!! Beijos

  5. 10 de novembro de 2014 - 10:49

    Ju, já disse aqui e repito, teu blog é puro amor!
    E boa sorte com a nova cozinha! Organiza-las da nossa forma é uma delícia :)
    beijão e tudo de mais lindo!

    • 18 de novembro de 2014 - 12:31

      Paula, obrigada! :D Espero que fique linda mesmo, pra fazer videos e fotos ainda melhores! :)

  6. miriam
    10 de novembro de 2014 - 10:50

    Ola acompanho seu blog de perto, adoro tudo que vejo por aqui. Adorei marshmallow trançado, mas com 3 meninas pequenas em casa ta dificil ir pra cozinha rs… Fiz o bolo das gemeas de um aninho decorado com Marshmallow trançado inspirada em um bolo que vi nesse mesmo blog que vc viu essa receita. Tem casa coisa linda la né. Bom gostaria de lhe perguntar uma coisa, nas suas andanças em busca de forno para sua cozinha nova, por acaso vc nao viu nenhum fogao com forno que nao esquente a cozinha toda quando ligado? Aff minha cozinha é pequena e nao tem espaço para um forno de parede rs…. entao a soluçao seria trocar o fogao por um que nao aqueça a cozinha inteira e nem a porta do forno por contas das meninas fico com medo delas porem a maozinha ai ja viu ne… andei pesquisando na internet, mas ca pra nos, nunca achamos respostas para este tipo de pergunta ne, os fabricantes tinham que deixar de ser tao tecnicos e colocar explicacoes simples que sao interessantes para quem cozinha, como se aquece a cozinha toda, se tem controle de temperatura, se o vidro aquece com risco de queimar a mao, essas coisas rs…
    aff se puder me ajuda ficarei feliz, nao so vc mas quem passa por aqui e tiver uma solucao. Bjs e parabens pelo lindo blog

    • 18 de novembro de 2014 - 12:41

      Miriam, eu não conheço nenhum forno que não esquente a cozinha, é meio complicado isso porque é o natural do forno. Na cozinha da casa da minha mãe, ela não costuma ficar quente com o forno ligado, a não ser que ele fique HORAS ligado, junto com as chamas do fogão. Acho que vale você ver com um arquiteto ou designer de interiores uma maneira de aumentar a circulação de ar da sua cozinha, pra balancear isso. Já vi sim fornos que não esquentam o vidro de fora, como esse da Brastemp que eu adquiri pro apê (BO260). Beijos e boa sorte!

  7. Lilian Reckziegel
    28 de janeiro de 2015 - 17:34

    Oi Juliana, gostaria de saber se eu consigo fazer esta calda sem o termômetro, se for possível, como saber o ponto ideal? Muito obrigada! beijos!

    • 03 de fevereiro de 2015 - 23:27

      Lilian, sim! O ponto certo é o de bala mole. Pra testar, pingue uma gota da calda em um copo com água bem gelada. Se a gotinha formar uma bolinha maleável entre seus dedos, está no ponto.

  8. Jo
    17 de março de 2015 - 15:07

    Oi, Ju. Que delícia!!! Adoro! Sempre roubo muito das festinhas de crianças, é a graça de ir, rsrs. Ju, por favor, responda uma dúvida, vejo em algumas receitas essa glucose, há algum ingrediente que possa substituí-la? Ouvi dizer que não faz muito bem pra saúde e depois que se toma uns sustos como eu tomei com a minha, a gente fica um pouquinho mais cautelosa, rsrs. Se você tiver mais informações sobre a glucose e puder compartilhar será muito bom. Beijos, querida. Mais uma vez: parabéns pelo blog!

    • 21 de março de 2015 - 22:54

      Jo, a glucose está em praticamente tudo que a gente come que seja industrializado hoje em dia, então duvido que faça mal pra você nessa receita aqui. Ela ajuda a não cristalizar e dá elasticidade aos preparos, o que é essencial pro marshmallow. Você pode substituir por Karo, que é glucose também só que com um pouco de cor e mais líquida. Beijos!

  9. leonice
    24 de agosto de 2015 - 21:08

    juliana a gelatina no tatal da receita da um sache de 12 g ?

    • 25 de agosto de 2015 - 18:54

      Leonice, eu teria que pesar pra você, mas estou sem gelatina em casa no momento. Comprando aqueles sachês de duas unidades, com certeza da pra medir o que a receita pede. Beijos!

  10. Gabriela
    19 de fevereiro de 2018 - 12:09

    Ju.. super parabéns pelo blog.. te acompanho a muito tempo.. e meus brigadeiros vieram de vc!!!
    Gostaria de saber… Quando sei que a calda está no ponto? Não tenho termômetro em casa… Tem algum segredo?

    Obrigada !!

  11. 30 de outubro de 2018 - 13:12

    […] Os ingredientes são simples: chocolate branco para temperar, ou cobertura de chocolate branco se você não tiver muita habilidade com temperagem. Corantes para chocolate são necessários, ou corante em gel. Não use corante líquido pois pode estragar o chocolate. Além do chocolate, compre marshmallows grandes para os frankensteins – ou faça os seus, veja a receita aqui. […]

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!