segunda, 13 de agosto de 2012

Faça em Casa: Extrato de Baunilha

138 Comentários

Favas de baunilha são um dos ingredientes com preços absurdos no Brasil. Já achei duas à venda por 17 reais e quase me desfiz em lágrimas no caixa. Como assim, moço, duas minúsculas favas por quase 20 reais? Como você se atreve? A lógica é a seguinte: se é exótico, podemos cobrar o preço que bem entendermos.
O que encontramos nos supermercados, geralmente, é uma essência de baunilha, que não deve ser confundida com o extrato. A essência é uma simulação química do sabor da baunilha. Claro, encontrando uma de boa qualidade (Dr. Oetker é maravilhosa), sua receita fica igualmente gostosa. Porém, o extrato é o ideal, por usar baunilha de verdade. Então que tal fazer o seu, em casa?
As vantagens de ter um extrato caseiro podem parecer um luxo, mas quando você prima pela qualidade das receitas, vale muito a pena. Não importa se é para vender ou para sua família, você quer o melhor do melhor, não é? Seu extrato de baunilha caseiro não terá conservantes, será mais gostoso, com mais sabor e você ainda pode reutilizar suas favas depois.

Minha garrafinha!
A baunilha é uma orquídea cujas vagens são colhidas, assadas, curadas – um processo que envolve mantê-las úmidas por dias – e enfim expostas ao sol até que percam, pelo menos, 80% de água. Todo esse trabalho leva meses, desde a plantação até chegarem ao mercado, e é por isso que favas de baunilha são caras para nós.
A maioria das favas que conhecemos são originárias dos arredores do Oceano Índico, das ilhas de Reunião, Madagascar e Comores. Elas são chamadas de Bourbon. Outras favas podem vir do México, Tahiti ou Indonésia.

Extrato de baunilha caseiro

1 garrafa vazia (usei uma de azeite lavada com água quente e detergente)
300ml de vodca, que não precisa ser de excelente qualidade
3 a 5 favas de baunilha

1 – Primeiro, uma aula de anatomia de uma fava: um lápis maleável com um gancho na ponta. Para cortar ao meio no sentido do comprimento, basta posicionar a ponta de uma faca bem afiada logo abaixo do ganchinho, segurá-lo e percorrer até o final. Esse vídeo demonstra muito bem como fazer.

Passo a passo
Se precisar das sementes, raspe com a faca ou uma colher a parte interna de cada metade, do começo ao fim. Mas, para o extrato, deixe-as onde estão.
2 – Coloque as favas na garrafa vazia. Se achar melhor, corte-as ao meio no sentido da largura, para que fiquem completamente submersas.
3 – A seguir, despeje a vodca.

Guarde a garrafa em um local fresco, longe do sol, por pelo menos 6 semanas antes de usar. Balance – pode sacudir mesmo! – a garrafa a cada dois dias. Minha dica é deixar no seu quarto ou em algum lugar que você sempre está, para não esquecer o extrato por aí.
Quanto mais tempo as favas ficarem em solução no álcool, menos cheiro de vodca terá e mais concentrado vai ser o resultado final. Você pode dividir o extrato em outras garrafas, encher novamente de vodca e colocar novas favas. Enquanto você usa o primeiro, é o tempo necessário para o segundo ficar pronto. Bom, né?
As favas usadas, acredite, ainda têm muita baunilha para nos oferecer. É só lavar com cuidado, secar com um papel toalha, jogar dentro do seu pote de açúcar e depois de um tempo você terá um lindo açúcar de baunilha para o seu café.

Já ficou assustado com o preço de coisas que parecem tão simples no supermercado?

  1. Bruna Mariano
    13 de agosto de 2012 - 12:44

    Já disse que amei o site e agora vou começar a acompanhá-lo. Belissima ideia para fazer isso em casa. Ninguem merece essência de baunilha de má qualidade!

    Parabéns e cotinue com o ótimo trabalho!

    • 13 de agosto de 2012 - 13:03

      Obrigada Bruna! Seja bem vinda! Hahaha
      E olha que faz uma diferença danada usar esse aqui nas receitas, viu! Fica muito mais gostoso! Parece exagero, mas não é!

      Um beijo!

  2. Nathalia Megale
    13 de agosto de 2012 - 20:06

    Nossa precisava muito disso mas me falta a baunilha e desculpa mas me recuso a dar 20 reais em dois míseros favinhos. Próxima vez que eu viajar (ou uma amiga hauhaua #ficaadica) vou comprar naquele site, dessa vez eu esqueci completamente pq na véspera da viajem soh pensava em OAB.

    • 13 de agosto de 2012 - 20:42

      Amiga, vou fazer um desse pra você então! Tenho favas de baunilha pra durar uma vida aqui em casa hahaha ;)

      • livia
        04 de março de 2014 - 22:19

        Oi Juliana.

        Amei seu blog.Aprendi muito.
        Sou completamente apaixonada por culinária.Tenho como uma “cozinha terapia”.
        Moro no interior da Bahia,em Jequíé,sertão baiano.
        Se vc puder em enviar favas de baunilha seria uma ótimo presente de aniversário (08 de março).
        kkkkkkkkkkk
        bj

  3. Gabriela Crivelaro
    17 de agosto de 2012 - 07:14

    Oi Juliana! Eu adoro tudo que tem baunilha de verdade! Mas até hoje nunca achei em brasilia essas favas. Onde vc encontra?
    Ahh também queria saber onde achar as tais colheres de medidas e os medidores de xícaras…rs.
    Ótimas dicas e sempre com uma ótima produção de fotos! Parabéns!
    Beijos

    • 17 de agosto de 2012 - 08:10

      Gabi, você acha as favas no Oba, La Palma ou no Mercado Municipal! Elas vem em tubinhos que parecem de laboratório, hahaha…
      Quanto aos medidores, eu já achei pra vender até em loja de 1,99! Pode procurar em lojas de casa, como Dular, Loja do Rio Grande do Sul, Tok&Stok… todas elas tem, mas algumas bem caras (de vidro ou porcelana). As minhas são de plástico mesmo, dá pra achar por menos de 10 reais.
      Obrigada, que bom que gostou!!

      Um beijo!

  4. 17 de setembro de 2012 - 09:51

    […] xícara (115g) de manteiga sem sal 2/3 de xícara de açúcar 2 ovos e 2 gemas 1 colher de chá de extrato de baunilha 1 xícara de farinha de trigo 1/2 xícara de maizena 1 1/2 colheres de chá de fermento em pó […]

  5. Cláudia
    27 de setembro de 2012 - 16:35

    Aqui em Floripa ainda é mais caro, custam R$ 10,00 a unidade nesses tubinhos de laboratório, para justificar o preço a embalagem diz ser orgânica. Vou pesquisar em lojas de artigos para confeitaria.

  6. maria luiza
    24 de outubro de 2012 - 00:17

    Tem problema raspar as sementes para fazer o extrato?

    • 24 de outubro de 2012 - 00:25

      Não, Maria!
      Com ou sem as sementes, o extrato vai adquirir o sabor de baunilha das favas. Fica a seu critério! :)

  7. Silvana
    06 de fevereiro de 2013 - 19:22

    aaaamo seu blog!
    todo dia entro para ver atualizações.
    hj joguei no google sobre ‘extrato de baunilha’, e achei seu blog novamente! mto bom.
    olha, eu tenho 2 dúvidas:
    – para o extrato eu corto as favas ao meio (s/ tirar as sementes) e as coloco na garrafa com vodka, ou as favas não são cortadas?
    – quero fazer uma receita que leva o extrato da baunilha, mas é para sábado. Se eu puser um pouquinho da raspa das sementes ficará bom? e o resto eu posso fazer extrato? (já que valem ouro? rsrs)

    • 06 de fevereiro de 2013 - 21:50

      Oi Sil!

      Depende da sua garrafinha e da quantidade de alcool que você usar. Eu gosto de deixar toda a fava submersa no alcool, então corto elas no meio, com as sementes. Mas não é obrigatório, não!
      Quanto a sua receita, você pode tranquilamente raspar as sementinhas e usar na sua receita, e depois colocar as favas vazias no alcool para o extrato! É exatamente assim que se dá sabor de baunilha com as sementes em receitas de confeitaria.

      Beijo! :)

  8. Silvana
    07 de fevereiro de 2013 - 17:04

    Valeu Juju!!

    agora vou procurar as benditas aqui na minha cidade (Vitória/ES).
    ¬¬

    mas acho que no Horti Fruti deve ter.
    beijoooos

    • Itsuo Motozono
      26 de fevereiro de 2013 - 23:01

      Oi, Juliana! Obrigado pela dica. Fiz minha primeira garrafa hoje. Mal posso esperar para poder usar nos cupcakes. ;)

      • 27 de fevereiro de 2013 - 09:25

        O ruim é esperar, né? Mas vai passar rapidinho, confia! ;)

  9. Sara Rita
    08 de fevereiro de 2013 - 09:22

    Olá, eu vivo em Portugal aqui e muito fácil encontrar favas de baunilha e barato :)

    Mas a vagem tem validade? Posso guardar durante quanto tempo as favas?

    Adorei o blog vou seguir :)

    Aguardo uma resposta,
    Obrigada

    • 08 de fevereiro de 2013 - 21:25

      Oi Sara!

      Que legal, uma leitora de Portugal! Bem vinda! Que sorte que as favas por aí são tão acessíveis, aqui ainda nem tanto.
      As favas (vagens) de baunilha que compramos geralmente têm data de validade na embalagem. Se não tiverem, é possível armazená-las em um local seco e em temperatura ambiente por até um ano e meio, até dois se você conseguir colocá-las em saquinhos à vácuo.

      Beijinhos!

  10. 08 de fevereiro de 2013 - 11:17

    […] (preferencialmente de canola) 1/2 xícara de buttermilk 1/2 colher de chá de extrato de baunilha (caseiro é mais gostoso!) 1 ovo 1 colher de sopa de corante líquido vermelho 1/2 colher de chá de […]

  11. 28 de fevereiro de 2013 - 09:21

    […] as sementes no açúcar. Se você não sabe como abrir uma fava e retirar as sementes, veja nesse post como eu fiz. É bem fácil! 3 – Na tigela da batedeira, peneire a farinha, o bicarbonato, o […]

  12. Janaina Cardoso
    01 de março de 2013 - 14:27

    Oi Ju. Ontem pesquisei como louca na internet para achar a tal da fava de baunilha e nada. Todo mundo dizendo que é muito difícil de encontrar. Pois eu achei hj! Moro em São Paulo e trabalho na Av. Faria Lima, próximo do bairro de Pinheiros, no qual tem um mercado, que mais parece um mini mercadão municipal de São Paulo (não sei se vc conhece), que tem de tudo que é diferente, inclusive as favas. Paguei R$ 7,50 em cada e agora vou fazer o meu próprio extrato. Muito obrigada pela dica e daqui 1 mês e meio te conto se deu certo.

    Bjão

    • 01 de março de 2013 - 14:51

      Oi Janaina!

      Achei as favas bem caras por aí, mais do que são normalmente. Aqui em Brasília já encontrei duas por 12 reais, o que achei uma pechincha. Que bom que encontrou! Agora é só fazer o extrato e esperar. O mais chato é esperar! Hehehe!

      Beijos!

  13. Karen
    07 de março de 2013 - 20:11

    Olá,

    Primeiro gostaria de parabeniza-lá pelo blog, adorei!
    Eu fiz a essência de baunilha, mas quando fui usar em uma receita quente, parece que fez talhar sabe, acho que por conta do álcool. Com vc já aconteceu isso?

    • 08 de março de 2013 - 14:58

      Oi Karen!

      Nunca talhou comigo, mas talvez você não tenha esperado o tempo suficiente para macerar o extrato. Ele precisa do tempo indicado na receita, senão ele não tem tempo de evaporar o alcool completamente!

      Beijos!

  14. Aline
    14 de março de 2013 - 20:21

    Olá,

    a minha dúvida é por quanto tempo eu devo deixar o extrato macerando? Tem algum tempo mínimo?

    Adorei seu site, suas receitas e suas dicas :D Sou engenheira, mas a cozinha é uma paixão rsrsr

    Abraços

    • 14 de março de 2013 - 21:20

      Oi Aline!

      Está na receita: guarde a garrafa em um local fresco, longe do sol, por pelo menos 6 semanas antes de usar. Balance – pode sacudir mesmo! – a garrafa a cada dois dias. Esse é o mínimo, mas não existe máximo. Você pode considerar que o extrato tem data de validade – de uns 2 anos – mas você provavelmente vai usá-lo todo antes disso.

      Beijos!

  15. Loiane
    07 de abril de 2013 - 00:12

    Oi Juliana, amei o seu blog!
    Mas olha que coisa, eu sou de Brasília, amo bolos e estou começando com cupcakes agora, mas só encontrei seu blog depois que mudei para São Paulo. Saudade da minha terrinha.. rs
    Sou super fã de fotografia também, achei suas fotos maravilhosas!
    Vi que você responde quase todos os comentários… muito legal da sua parte.
    Continue postando que eu estou aqui consumindo tudo… rs
    Para cupcakes eu só tenho um problema: a cobertura.
    Acho difícil encontrar uma cobertura que fique firme por umas 6 horas no sol escaldante.
    Pode me dar umas dicas nesse sentido?
    Obrigada.

  16. Luzia Martineli
    21 de abril de 2013 - 20:52

    Olá !

    Só fiquei com uma dúvida…Tem que tirar as favas depois de 6 semanas ou posso deixar no extrato ?

    Obrigada pelas dicas :o)

    • 30 de abril de 2013 - 17:38

      Oi Luzia!

      É bom trocá-las por novas se você estiver sempre completando com mais vodka. O ideal é de 6 em 6 meses.

      Beijos!

  17. 28 de abril de 2013 - 11:20

    […] Blog cupcakeando […]

  18. Leticia
    06 de maio de 2013 - 11:44

    Olá, Juliana!Encontrei seu site e estou amando. Com relação ao extrato depois de pronto ele dura quantos meses?

    • 07 de maio de 2013 - 23:26

      Oi Leticia!

      Que bom que gosta do blog! :)
      O extrato dura bastante tempo depois de pronto, porque você costuma renová-lo constantemente acrescentando mais vodka e favas. Sem fazer isso, ele deve durar 1 ano ou mais.

      Beijos!

  19. 11 de maio de 2013 - 20:52

    […] Blog cupcakeando […]

  20. Edileuza
    21 de maio de 2013 - 22:09

    Ólá!!! Dá para fazer com álcool de cereais em vez de vodka

    • 31 de maio de 2013 - 17:58

      Edileuza,

      Você pode usar qualquer bebida alcoolica, mas a vodka é a que deixa menos sabor.

  21. 28 de maio de 2013 - 08:02

    […] coisas no Brasil que a gente nunca entende os porquês. Já falei aqui sobre as favas de baunilha e a facada no bolso por duas unidades. Hoje vou falar sobre as sementes de papoula e o mistério do desaparecimento. Pra quem não […]

  22. 04 de junho de 2013 - 12:30

    […] também não comprei ainda, mas vou. Ou então farei o meu próprio extrato seguindo essa receita aqui. Quem fizer logo, venha me […]

  23. 16 de junho de 2013 - 11:43

    ola juliana sou luiz e tenho um carrinho de churros, uso a baunilha na massa do churros se eu for usar esta baunilha natural todos os dias vou estar repondo a vodka sera que ela não vai enfraquecer gosto e sera que compensa

    • 18 de junho de 2013 - 23:04

      Oi Luis!

      Pela sua história, o melhor a fazer é produzir sempre dois extratos de baunilha ao mesmo tempo. Quando um estiver pronto (leva 3 meses), você pode começar a usá-lo enquanto o outro estará maturando. Se você não usa muito, ele deve durar 3 meses com o uso diário, que é o tempo necessário para o outro maturar. E assim por diante.
      Beijos!

  24. Andrea dinalli
    26 de junho de 2013 - 12:04

    Oi linda, primeiro quero parabenizá-la por seu lindo site e depois elogiá-la pois nos ensina a fazer coisas lindas.. Estou me especializando em cupcakes e todos os cakes kkk quero abrir uma lojinha entao toda a ajuda é bem vinda. Vi seu post sobre o preço da Baunilha e quero passar-lhe um achado e tanto, rs. Comprei 30 grs de baunilha importada da Uganda, que equivale a 10 favas, de excelente qualidade no mercado livre por 35 reias, chegou rapidinho, bjs.. espero que goste de dica, rs

    • 29 de junho de 2013 - 20:46

      Oi Andrea!

      Que bom que gosta do blog!
      Eu já vi vários vendedores de favas de baunilha no Mercado Livre, mas sempre tenho um pouco de medo porque o pessoal de lá não é 100% confiável. Como volta e meia eu tenho alguém conhecido indo para os EUA, aproveito para pedir remessas de favas.

      Beijos!

  25. Graziele
    28 de junho de 2013 - 13:33

    Oi Juliana hoje chegou pra mim 30 favas de baunilha que encomendei no ebay, antes disso nunca tinha visto pessoalmente uma, elas vieram embaladas a vácuo, depois que eu abrir a embalagem, qual é a melhor maneira de guardar as favas que sobrarem, já que eu não pretendo fazer extrato com todas, comprei 30 favas.

  26. Graziele
    28 de junho de 2013 - 13:36

    Outra perguntinha como saber que uma baunilha é de boa qualidade?
    eu ainda não abri nenhuma fava, o cheiro delas ta tipo baunilha com passas é assim mesmo??

    • 29 de junho de 2013 - 21:35

      Oi Graziele!

      Mantenha-as em temperatura ambiente, em um local fresco, mas longe do sol. A despensa costuma ser um bom lugar. Se puder lacrá-las novamente à vácuo, melhor ainda. Se não, tente fechá-las em um ziploc ou saquinho, removendo a maior quantidade de ar possível. Elas devem durar mais de um ano dessa forma.
      Quanto à qualidade, geralmente as favas chegam com uma indicação de onde são, algo como uma “etiqueta”. Isso confirma a procedência delas. Elas devem ser firmes ao toque e secas. Se estiverem pegajosas demais, estão podres. O cheiro deve ser característico também. É comum que algumas tenham cheiros misturados com outras coisas, como passas, chocolate ou frutas. Isso varia porque depende de onde elas foram plantadas e o que mais a fazenda comercializava. Mas é isso, na verdade, que dá o tom especial das baunilhas.

      Beijos!

  27. 03 de julho de 2013 - 08:25

    […] fresco, o buttermilk e o açúcar em uma panela média. Corte a fava de baunilha para abri-la e remover as sementes. Coloque as sementes e a fava aberta na panela com os leites e leve ao fogo, mexendo para dissolver […]

  28. 07 de julho de 2013 - 00:20

    Oi Juliana!
    Bom gostaria q vc me ajudasse, encontrei no mercado livre alguns anúncios sobre favas de baunilha mas estou em dúvida sobre qual comprar, em um dos anúncios fala q as favas são orgânicas do Sul da Bahia e estão vendendo por 5.00 reais a unidade, e no outro anúncio são favas vindas da Uganda 30Gr por 35.00 reais,,,Qual vc acha que é o melhor pra comprar,,Grande abraço e gostei muito do seu blog,, Muito obrigada

    • 16 de julho de 2013 - 23:09

      Oi Kelly!

      Eu desconfio de todo anunciante no Mercado Livre, mas sou só eu. Se você confia, e se há algum tipo de comprovaçao da procedência dessas favas que você possa pedir do vendedor, já é um bom começo.

      Beijos!

  29. Mayumi
    19 de julho de 2013 - 14:33

    Oi, eu tenho favas frescas de baunilha. Se eu somente secar ao sol vou conseguir um resultado semelhante? Você mencionou que elas são assadas e curadas, ou seja, tem alguns procedimentos que devem ser feitos antes?

    • 20 de julho de 2013 - 18:31

      Oi Mayumi!

      Os processos que eu cito no post são feitos na fazenda onde as favas são colhidas. As que compramos nas lojas já estão prontas para o consumo. Acho difícil que você tenha favas frescas de baunilha, a não ser que você tenha plantado orquídeas no seu quintal, hahahaha.
      É só usá-las de acordo com o que eu falo na receita!

      Beijos!

  30. Renata
    22 de julho de 2013 - 00:06

    Juliana pode-se usar cachaça de boa qualidade ao invés da vodca?

    • 22 de julho de 2013 - 23:32

      Renata, pode usar qualquer bebida com teor alcoólico alto, mas, como eu disse no post, a vodka é melhor porque não tem muito sabor, é mais neutra. A cachaça deixará o extrato com um leve gosto de cana de açúcar.

      Beijos!

  31. michele
    25 de julho de 2013 - 16:10

    eu amei seu blog tem muitas dicas incriveis…agora que vou começar a fazer cupcakes para fora precisava dessas dicas,parabens!!!

  32. Juliana Aguiar
    24 de agosto de 2013 - 12:50

    Menina nem me fale de preço!
    Depois de ler o seu “faça em casa” fui correndo procurar as benditas favas. Depois de muito rodar consegui encontrar mas por um preço absurdo! Uma fava e meia por 25 reais! Quase caí pra trás… Continuo em busca dessas favas só que por um preço mais em conta.

  33. Angela
    15 de setembro de 2013 - 16:02

    Obrigada por compartilhar! Comprei favas no ebay :) chegaram e vão virar extrato rsrsrs
    Vale a pena comprar por lá, demora 2 meses mas chega.
    Vou tentar fazer com cachaça envelhecida ao invés de vodka, será que dá certo?
    Te conto depois…

    • 22 de setembro de 2013 - 19:29

      Angela, dá certo sim, mas você tem que considerar o sabor da bebida. Vodka é melhor porque é uma das que tem menos sabor, se tornando ideal para o extrato! :)

  34. 23 de setembro de 2013 - 20:26

    […] de sódio 1/2 colher de chá de sal 2 ovos 3/4 de xícara de açúcar 1 1/2 colheres de chá de extrato de baunilha 1/2 xícara de óleo 1/2 xícara de […]

  35. Gabriela
    24 de setembro de 2013 - 02:38

    Parabéns pelo seu trabalho. Tenho te acompanhado e amado seus posts.
    Tava aqui rindo com o meu marido. Eu tinha sequestrado as favas na casa da minha irmã para fazer o extrato. Como tinha lido em outro site que era com cachaça, não tinha feito ainda pois estava atras de uma cachaça boa ( e como eu não entendo nada a respeito da bebida estava colhendo informações). Não é que o meu marido jogou fora as favas. Ele disse que achou aquele saquinho com “umas coisas esquisitas” dentro e pôs fora. Bora eu ter que comprar.
    Abraços

  36. Rodrigo
    07 de outubro de 2013 - 22:39

    Juliana, obrigado pelas dicas. Comprei as favas hoje e caí aqui procurando por receitas de extrato.

    Só para compartilhar, depois de ver os diversos comentários: no Mercado Público de Porto Alegre, um tubo com dois favos custa R$10,00.

  37. 26 de outubro de 2013 - 21:47

    meninas, que coisa! tava revoltada com minha essência de baunilha hoje, pois não senti o gosto dela nos meus bolinhos! e tava pensando: vou procurar como fazer em casa! haha

  38. Lela Echer
    30 de outubro de 2013 - 10:36

    Olá Juliana!!
    Você é uma artista, extremamente criativa e zelosa pela sua arte! Parabéns pelo seu trabalho e obrigada por dividí-lo conosco!
    Não disse a quantidade de vodca.. desculpe, sou leiga no assunto (nunca fiz o extrato) e pode ser qualquer vodca?

    • 09 de novembro de 2013 - 22:07

      Lela, a quantidade de vodka está na receita, você leu direitinho? Sim, pode ser qualquer vodka, até das mais baratinhas. O que importa é ter uma porcentagem de álcool alta o suficiente para reagir. Beijos!

  39. Valeska
    08 de novembro de 2013 - 18:27

    Adorei a receita mas eu só a descobri depois que fiz o meu extrato. E acho que cometi um erro, eu raspei as sementes das favas e coloquei-as dentro da garrafa e depois adicionei as favas sem as sementes junto. Despejei a vodka nelas. Será que vai dar certo o meu extrato?

    • 09 de novembro de 2013 - 22:42

      Valeska, não tem problema algum! Seu extrato vai ficar ótimo. Beijos!

  40. Adriana
    09 de novembro de 2013 - 09:57

    Adorei sua receita de extrato de baunilha, mas aqui na cidade onde moro (interior paulista) não acho em lugar nenhum a baunilha!!! tem alguma dica que possa me dar? Agradeço muito… bjs e muito sucesso!

    • 09 de novembro de 2013 - 22:45

      Adriana, tem alguns vendedores no Mercado Livre, mas eu não recomendo nenhum porque nunca comprei, desconheço a procedência. Se você conseguir ir a SP qualquer dia, compre no Mercado Municipal e faça um estoque! Beijos!

  41. carol
    23 de novembro de 2013 - 13:40

    essa essencia do (Dr. Oetker realmente tem sabor? pq as outras receitas do mercado q comprei não tem sabor…só cheiro…e acho q nas receitas quando pedem é para ter sabor mesmo né?

    • 04 de dezembro de 2013 - 11:49

      Carol, essência é essência, só tem cheiro. Sabor mesmo, só o extrato. Porém, das essências do mercado, a da Dr. Oetker é a que eu considero melhor, pois ela realmente dá vivacidade do sabor à massa, sem parecer tão artificial.

  42. 02 de dezembro de 2013 - 08:13

    […] de manteiga 2/3 de xícara (130g) de açúcar 3 ovos 1 colher de chá de extrato de baunilha ou essência 1 1/2 xícaras (195g) de farinha 1 1/2 colheres de chá de fermento 1/4 de colher de […]

  43. Reinaldo
    24 de janeiro de 2014 - 21:12

    Olá, eu adquiri algumas favas recentemente justamente pra fazer extrato de baunilha, e a minha dúvida é: eu usando a fava com as sementes ou a favas sem as sementes (supondo que eu use em alguma receita) eu terei o extrato de baunilha? Ou a fava sem sementes não vai dar certo?
    Obrigado.

    • 29 de janeiro de 2014 - 22:31

      Reinaldo, sem as favas vai dar certo do mesmo jeito! Beijos!

  44. Fernanda Fregnani
    23 de fevereiro de 2014 - 14:33

    Estou amando as dicas e as receitas! Parabéns! Como vc amo cozinhar, e os cupcakes estão no topo da minha preferência. Estou começando a fazer para vender. Espero que dê certo.
    Mais uma vez, Parabéns. Seu blog está maravilhoso!

  45. Carlos
    14 de março de 2014 - 20:46

    Ola gostei muito do seu blog… ja fiz umas duas receitas hehehe quero trabalhar com isso…
    Sobre as favas nos EUA que vc isse que sempre pede para trazerem… qto vc paga la? tenho inumeros contato indo e vindo de la toda semana..

    abcs
    Carloss

  46. Ana
    02 de abril de 2014 - 13:20

    Ju, eu usei 200ml para 2 favas. porém quase 2 meses, eu abri para dar uma provadinha e tá com gosto de alcool somente. será que coloquei poucas favas?

    • 02 de abril de 2014 - 14:39

      Ana, o gosto de álcool continua por muito tempo. Quando ele acabar, provavelmente seu extrato “passou da validade”. O que importa é o cheiro: estava com um incrível cheiro de baunilha? Se sim, está certinho. Eu teria colocado mais uma fava, para os 200ml, mas isso realmente não altera muita coisa. Beijos!

  47. Ana
    09 de abril de 2014 - 10:34

    Ok, Ju. é que eu pensava que ia ficar com gosto de baunilha, mas só senti gosto de alcool mesmo. rsrsrs

  48. Bárbara
    23 de abril de 2014 - 20:00

    Namoro seu site ha um tempão, tenho até feito cupcakes para vender (vou viajar e quero uma graninha extra) e algumas das receitas são suas. Ficava frustrada pq só conseguia usar a essência de baunilha (o único lugar que achei o extrato custava 99 reais um vidrinho minúsculo, fava então, nem pensar). Um amigo foi pra Europa e não tive dúvidas do que pedir: BAUNILHA!!! Obrigada pela receita do extrato!! Vou testar e depois conto o resultado!! Parabéns pelo blog, é sensacional. Bjos.

    • 30 de maio de 2014 - 11:53

      Bárbara, acho que é um dos melhores presentes de viagem que a gente pode pedir, né? Favas! Beijos!

  49. Ellen
    30 de abril de 2014 - 19:53

    Ju, tudo bem?
    Obrigada pelas informações!

    Agora, minha dúvida, se eu usar uma quantidade menor de álcool, 100ml por exemplo usando 2-3 favas, eu preciso deixar as 6 semanas ainda?
    E o extrato de baunilha tem a consistência mais grossa, ele adquire essa consistência também?

    Obrigada!

    • 04 de junho de 2014 - 11:14

      Ellen, é preciso deixar o mesmo tempo porque é o necessário para maturar as favas. E extrato de baunilha não tem consistência mais grossa, não. Ele é líquido. O de consistência mais grossa que você se refere é pasta de baunilha, ou então um extrato concentrado de baunilha (que você mesma pode fazer em casa se ferver o extrato até ele reduzir para pelo menos metade do que era antes). Beijos!

  50. Carla Gomes
    09 de maio de 2014 - 00:25

    Oi Juliana! Hoje testei sua receita de cupcake de baunilha, fiz como você explicou, porém como não gosto de baunilha,não coloquei. Achei ótima a receita, ficou fofinho e aceita bem qualquer sabor de recheio. Obrigada por compartilhar suas experiências conosco, trabalho com confeitaria, mas os cupcakes ainda tinha receio em fazê-los. Agora estarei sempre passeando por seu blog,rsrsrs. Beijos

  51. Suzana
    11 de maio de 2014 - 01:42

    Primeiramente Parabéns!!! Seu site é de extremo bom gosto, vc é muito atenciosa e suas receitas impecáveis!!! Quanto capricho, estou babando aqui rsrs só uma curiosidade, se me permite perguntar,q vc tem talento não há dúvidas mas vc fez algum curso ou é auto didata!!!Ah e as fotos também são lindas!!! bjs :)

    • 05 de junho de 2014 - 23:29

      Suzana, sou auto didata. Apenas recentemente que eu comecei a fazer cursos, mas confesso que boa parte do que eles ensinam eu já sei. Atualmente, na internet e com livros, dá pra você aprender absolutamente tudo mesmo. :)

  52. Lay
    29 de maio de 2014 - 13:49

    Juliana, compro baunilha (bourbon) por este site, sai bem mais em conta e entregam no Brasil tb. 12 favas gourmet por 10€ ou as favas premium por 17,50€ :)

    http://achat-gousses-vanille-bourbon-de-madagascar-belgique.riziky.be/achats.php

    Tem tb este site: http://www.dockdesepices.com/, eles vendem favas de baunilha de outras partes do mundo, mas, nunca comprei e não sei se entregam no Brasil, não encontrei nenhuma informação do tipo e não criei uma conta só pra verificar.

  53. Verônica
    15 de junho de 2014 - 23:09

    Oi Juliana!
    Primeiro, amo o seu blog!! Já o acompanho há um tempo. Minha dúvida é com relação à baunilha branca. Não encontro na minha cidade, moro em Petrópolis – RJ, e não se acha muita coisa por aqui. Gostaria de saber se para substitui-la na receita pelo extrato comum mantém a quantidade.
    Beijos!

    • 25 de junho de 2014 - 12:04

      Verônica, pode usar extrato comum mesmo, no máximo ele vai tingir um pouco a sua receita (que provavelmente deve ser de buttercream). Beijos!

  54. Regina
    05 de julho de 2014 - 18:50

    Olá Juliana,
    Parabéns pelo post.
    Há 5 meses fiz um extrato de baunilha com 6 favas em 650 ml de álcool de cereais. Segui sua receita. A cor não está tão escura como a da foto acima. O aroma está bem suave, porém percebi que as sementes ficaram no fundo. É assim mesmo?
    Obrigada

    • 10 de julho de 2014 - 22:33

      Regina, você sacudiu o extrato de tempos em tempos? É importante chacoalhar a cada 2 ou 3 dias, para garantir que ele vai ficar com a coloração uniforme. As sementes caírem é normal, antes de usar o extrato basta balançar um pouco pra que as sementes se misturem. Beijos!

  55. Verônica
    09 de julho de 2014 - 17:40

    É o buttercream sim! Obrigada :)

  56. 12 de agosto de 2014 - 16:40

    […] 2 colheres de sopa de extrato de baunilha (usei a que ganhei da Ju do Cupcakeando, obrigada linda! – inclusive ela ensina a fazer lá!) […]

  57. Valéria
    30 de agosto de 2014 - 09:30

    JULIANA,
    tem como fazer baunilha braca caseira. A essência que eu fiz ficou com um tom de marron forte.
    Parabéns pelo blog, muito prático, ótimo conteúdo.

    • 31 de agosto de 2014 - 22:30

      Valéria, pra ficar branco, somente a essência, que é feita quimicamente. O extrato, que é retirado das favas, tem esse tom escuro mesmo. Beijos!

  58. Jully Marins
    01 de outubro de 2014 - 11:47

    Olá Juliana,

    Gostaria de tirar uma dúvida com você, fui pros EUA recentemente e comprei favas no site q vc indicou (indrivanilla.com), vieram na embalagem à vácuo , só abri aqui e sinceramente achei bem estranho o cheiro ,não achei parecido com a “baunilha ” normal tanto de extratos qto de açucar Vanille, é assim mesmo ?? Fiquei meio decepcionada.

    • 01 de outubro de 2014 - 11:55

      Jully, vale ressaltar que as favas de baunilha não tem todas o mesmo aroma. Cada uma é plantada numa região, em uma plantação diferente, então elas podem (e devem, senão não teriam variedade alguma!) ter cheiros diferentes. Agora, se o cheiro era de podre ou passado da validade, pode ser que tivessem fungos. Nesse caso, é só entrar em contato com a loja que eles enviam um pacote novo pra você. Mas agora que você já voltou de viagem, não sei, você pode tentar entrar em contato com eles pra ver se enviam pro Brasil, mas acho que a chance é pequena. Eu nunca tive problema com o Indrivanilla e gosto bastante do cheiro único das favas deles. Beijos!

      • Jully Marins
        01 de outubro de 2014 - 12:19

        Posso enviar uma fava pra vc avaliar se é isso mesmo? Pode me passar o endereço por email. Agradeço beijos

  59. 12 de outubro de 2014 - 01:18

    […] Com relação a usar essência ou extrato de baunilha da uma olhada nesse texto do Cupcakeando e do Prato Fundo. São bem esclarecedores, além de te ensinar a fazer o extrato de baunilha em […]

  60. 14 de outubro de 2014 - 08:16

    […] sódio pitadinha de sal 1 ovo 1/4 de xícara e 1 colher de sopa de açúcar 1/2 colher de chá de extrato de baunilha 1/4 de xícara de óleo 1/4 de xícara de […]

  61. 14 de outubro de 2014 - 14:32

    […] 1 colher de café de extrato de baunilha (que pode ser feito em casa) […]

  62. 30 de outubro de 2014 - 07:47

    […] de chá de bicarbonato de sódio uma pitada de sal 115g de manteiga 2 ovos 1 colher de chá de extrato de baunilha 3/4 de xícara (145g) de açúcar 1/3 de xícara (86ml) de buttermilk 80g de cerejas em calda, […]

  63. 06 de novembro de 2014 - 20:19

    Oi Ju, tudo bem? Não sei o que aconteceu, mas minhas favas estão super secas! Até quebrou ao meio quando tentei amaciar… Guardei elas em um saquinho (daqueles de cozinha mesmo) na despensa. O que será que aconteceu? E o que devo fazer?

    Beijos,
    Mari

    • 17 de novembro de 2014 - 18:39

      Mariana, elas devem ter ficado em contato com o ar. O ideal é que você vede bem elas, retirando todo o ar possível. De preferência, se você tiver essa máquina, colocando à vácuo. Agora que elas já estão secas, você pode fazer uma leve massagem nelas pra poder cortar, mas de qualquer maneira as sementes dentro ainda estão boas! Beijos!

  64. Camila Kathiene
    19 de novembro de 2014 - 21:49

    Ju qual o tamanho da sua garrafa? Estava pensando em usar uma de 250 ml mas estou na dúvida se 5 favas serão suficientes. E que marca de vodka você usa?
    Beijos

    • 23 de dezembro de 2014 - 13:00

      Camila, como está na receita, 3 favas são suficientes para 300ml de líquido, mas se você quiser colocar 5 também fica bom, fica mais forte mais rápido. Costumo usar Smirnoff, mas qualquer marca serve. Beijos!

  65. João Carlos
    22 de novembro de 2014 - 18:42

    JU quanto tempo as favas podem ficar dentro do extrato? Eu preciso remo-velas e trocar ou só vou colocando as novas dentro e deixo todas juntas? Por quanto tempo?

    • 23 de dezembro de 2014 - 16:11

      João, eu troquei as minhas depois de dois anos, por segurança e porque vou preenchendo com mais alcool conforme passa o tempo, então queria mais baunilha de novas favas. Recomendo que faça o mesmo. Beijos!

  66. 29 de dezembro de 2014 - 07:33

    […] 1/2 xícara (118ml) de água 1/2 xícara (118ml) de café forte 1/2 xícara (60g) de cacau em pó 1 1/2 xícaras (170g) de farinha 1 colher de chá de bicarbonato de sódio 1/2 colher de chá de fermento 1/4 de colher de chá de sal 113g de manteiga 1/2 xícara (115g) de açúcar comum 1 xícara (200g) de açúcar mascavo 1 ovo 1 colher de chá de extrato de baunilha […]

  67. 16 de janeiro de 2015 - 07:35

    […] de sódio 1/8 de colher de chá de sal (ou uma pitada com dois dedos) 1 1/2 colher de chá de extrato de baunilha (ou as sementes de uma […]

  68. 29 de janeiro de 2015 - 07:28

    […] 90g de gemas (aproximadamente 5 gemas grandes) 1 xícara (240ml) de leite 2 xícaras (480g) de creme de leite fresco 3/4 de xícara (180g) de açúcar 1 fava de baunilha 1 colher de chá de extrato de baunilha […]

  69. Caio
    26 de fevereiro de 2015 - 07:59

    Sempre acompanho o site, porém sempre vejo apenas posts de mulheres, o que me deixou meio acanhado de postar alguma coisa Rsrs

    Curto muito cozinhar e estou aos poucos arriscando na área de confeitaria, esse extrato realmente muda o gosto das receitas.

    Fiz alguns cupcakes com ela e minha mulher mais que aprovou, valeu pelas dicas!!!!!

    • 08 de março de 2015 - 00:54

      Caio, bacana ver mais homens por aqui! Continue visitando! :)

  70. Juliana Cunha
    12 de maio de 2015 - 18:00

    Jú quanto tempo demora, mais ou menos, para o extrato ficar com essa coloração da foto? FIz um há uns 30 dias, seguindo a receita aqui do site, mas ele tá tão clarinho ainda! E tenho sacudido quase todo dia! Bjs e obrigada!

    • 15 de maio de 2015 - 10:13

      Ju, leva no mínimo o tempo indicado na receita: 6 semanas. Quanto mais tempo, melhor. Os meus tem anos já, eu só troco as favas e coloco mais vodka. :)

  71. rosi
    03 de setembro de 2015 - 01:41

    Jú adorei a dica e seu site, parabéns…tenho uma dúvida, consigo fazer esse extrato com frutas? extrato de maracujá por exemplo? bjs

    • 16 de setembro de 2015 - 23:08

      Rosi, algumas você pode sim, tipo limão, laranja. Geralmente frutas com cascas aromáticas. Não sei se de maracujá ficaria tão forte, porque não acho que o maracujá tem tanto sabor na casca.

  72. 25 de setembro de 2015 - 17:04

    […] uma pitada de sal 1/4 xícara de óleo 3/4 xícara de purê de morango 1/2 colher de chá de extrato de baunilha 1/2 colher de chá de suco de limão 2 […]

  73. 07 de outubro de 2015 - 08:02

    […] azeite 1/2 xícara (120g) de açúcar 2 colheres de chá de raspas de laranja 1 colher de chá de extrato de baunilha 2 xícaras (220g) de farinha 1/2 xícara (70g) de farinha de amêndoas 2 colheres de chá de […]

  74. Vivian
    10 de novembro de 2015 - 12:10

    Ju, uma dúvida: se eu fizer o extrato e depois de pronto quiser dividi-lo pra ir criando mais, só acrescentando mais vodka e favas, qual essa proporção de bebidas e favas que coloco? E eu tiro favas de dentro da minha mistura já pronta para colocar nessa nova garrafa também?
    Beijos!

    • 17 de novembro de 2015 - 10:37

      Vivian, é a mesma proporção da receita que passei aí, sempre. Mas não tem nada demais em ter umas favas a mais, ou mais vodka. Isso tudo vai apenas mudar a intensidade do extrato.

  75. 13 de novembro de 2015 - 07:46

    […] de açúcar mascavo 3 gemas grandes 1/2 xícara (120ml) de leite (ou iogurte) 1 colher de chá de extrato de baunilha 1 1/2 xícaras (150g) de farinha 3/4 de colheres de chá de fermento 1/4 de colher de chá de […]

  76. Camila
    04 de janeiro de 2016 - 22:21

    Oi, Juliana! Adoro seu blog, to sempre aqui! hahah
    Hoje achei pela primeira vez favas de baunilha aqui, com o preço absurdo de 27 reais um tubinho de 4g (duas favas), é de doer o coração.
    Pro extrato, eu preciso colocar as favas com as sementes na vodka? ou eu posso usar as sementes em uma receita e depois colocar a fava sem elas?

    • 18 de janeiro de 2016 - 17:43

      Camila, comente mais por aqui! :D Caro, né? Você pode usar as sementes em outra coisa e colocar só as favas, ou colocar tudo de uma vez. Eu gosto de colocar meio a meio, algumas com sementes e outras sem. No caso das com sementes, eu abro todas e corto para deixar as sementes à mostra. Daí o extrato acaba com as sementinhas também, fica lindo na massa de bolo! Beijos!

  77. Maíra
    25 de janeiro de 2016 - 12:46

    Por quanto dura o extrato? tem prazo de validade?
    Obrigada pela atenção ~!

    • 25 de janeiro de 2016 - 23:04

      Maíra, se você estiver sempre usando e renovando as favas, e colocando mais vodka conforme o uso, o extrato tem validade praticamente eterna. Se for um extrato único, feito uma única vez e nunca renovado, ele dura uns 2 anos, se armazenado corretamente (local seco, longe de umidade e escuro). Beijos!

  78. 04 de março de 2016 - 23:59

    Oi Ju! Meu extrato de baunilha já tem 6 semanas. Usei 4 favas pra 300ml de vodka, mas o cheiro de álcool continua…fiz algo errado? Eu cortei 3 das favas ao meio pra ficarem submersas e deixei uma inteira. Será q tem q esperar mais tempo?

    • 11 de abril de 2016 - 18:01

      Ana, o cheiro de vodka continua sim. Tenho o meu por 4 anos e ainda está lá, até porque estou sempre renovando com mais vodka. A ideia é ter TAMBÉM o aroma da baunilha. Contanto que esteja mais escuro e com o aroma da baunilha, está certo! Mas, claro, quanto mais tempo maturar na vodka, melhor vai ficar :)

  79. 05 de março de 2016 - 00:02

    Só uma coisa, reparei que não as cortei no sentido do comprimento, deixei inteiras mesmo já que não ia raspar as sementes….foi isso que fiz errado?

  80. Fabiana
    25 de março de 2016 - 08:57

    Ju, bom dia!
    Amo seu site e já fiz algumas receitas. São todas divinas!!! Eu fiz o extrato de baunilha e já está chegando ao fim, gostaria de saber se posso reutilizar às favas que já estão na garrafa e apenas acrescentar mais facas e mais vodka? Muito obrigada!! Sucesso para vc sempre!!

    • 12 de abril de 2016 - 17:49

      Fabiana, pode sim! É exatamente isso que eu faço. Depois de quase dois anos, eu deixo o extrato acabar, retiro todas as favas velhas e troco por novinhas! Sempre tenho dois extratos maturando ao mesmo tempo para esses momentos :)

  81. marina
    14 de abril de 2016 - 23:55

    Olá Juliana, boa noite!
    Eu produzo cookies e muffins para vender e venho usando um extrato assim, feito com Absolut.
    Recentemente consegui uma receita diferente, que usa as favas, mas adicionando-as a uma calda açúcar, água e ácido cítrico. Você conhece esse processo? É indicado? Qual seria a diferença principal entre os dois métodos, saberia me dizer?
    Obrigada e um abraço!

    • 24 de maio de 2016 - 20:06

      Marina, isso aí mais me pareceu um syrup, ou seja uma calda doce, do que um extrato em si. Para um extrato, você precisa de uma solução alcoolica para extrair o aroma do ingrediente em questão. Esse outro método aí eu não conheço, mas vou pesquisar e coloco no blog meus achados! :)

  82. 06 de julho de 2016 - 07:35

    […] de óleo 2/3 de xícara (158ml) de leite 3/4 de xícara (170g) de açúcar 1 colher de chá de extrato de baunilha uma pitada de sal 1/3 de xícara (45g) de cacau em pó 1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio […]

  83. SIBELI MACHADO casa bem estar
    27 de julho de 2016 - 12:36

    Olá Juliana, adorei a dica, pode-se fazer com alcool de cereais? Obrigada!!

    • 20 de setembro de 2016 - 14:52

      Sibeli, eu acho que alcool de cereais não é comestível, é? Desculpe mas não tenho conhecimento sobre ele. Eu não recomendaria usar.

  84. 10 de dezembro de 2016 - 07:30

    […] mascavo 1/2 xícara (100g) de açúcar (cristal ou refinado) 1 ovo 1 colher de chá de essência ou extrato de baunilha 3/4 xícara (190ml) de leite 1/2 xícara (120ml) de café líquido, do Café do […]

  85. Débora Carnevalli
    11 de fevereiro de 2017 - 10:26

    Oi adorei as dicas, sobre a fava eu compro na zona cerealista em sp sai em média $7 cada fava sempre escolha as mais gordinhas tem muita sementinha dentro.

  86. Juliana
    25 de março de 2017 - 12:43

    Paguei 49 reais por duas favas. =(
    É o único lugar que vende por aqui e eles não têm pena de cobrar o que bem entendem.

  87. 28 de março de 2017 - 08:01

    […] Ela pode ser usada para produzir um extrato de baunilha caseiro, por exemplo, que já ensinei aqui no blog há muitos anos atrás. Mais adiante vou ensinar como aproveitar ao máximo sua fava. Tanto para o extrato, feito com […]

Juliana Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pelo Cupcakeando, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!