Monday, 31 de August de 2015

Cupcakes cremosos de amêndoas e coco

4 Comments

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

Sunday, 16 de December de 2012

Cupcakes natalinos de Chocolate e Praliné de Amêndoas

22 Comments

A data mais engordativa do ano está chegando, se aproximando da minha dieta como um corvo voa em círculos em cima de uma carniça. É o Natal, the most wonderful time of the year. Não achamos o menino Jesus e eu também não li nenhum dos livros que faltavam da minha lista de 2012, mas não dá tempo pra mais nada, a não ser preparar a ceia de Natal.

cupcakes_natal_2012
Esta época também representa a reunião com pessoas queridas. Fui convidada pelas lindas meninas do Fica, Vai Ter Sobremesa, Culinarístico e Cozinha em Cena, para participar da ceia de Natal delas. Pensei em fazer a clássica rabanada aqui de casa, mas honestamente eu não sou fã do prato. Podem me julgar.
Acabei onde eu sei inventar.

cupcakes_natal_2012_3Cupcakes natalinos!

Cupcakes de Chocolate e Praliné de Amêndoas
Rende: 18 cupcakes

Praliné de Amêndoas
1/2 xícara de açúcar refinado
2 colheres de sopa de água
1/4 de xícara de amêndoas laminadas, sem casca

1 – Deixe uma assadeira retangular a postos. Prepare uma tigela com gelo e água, que você possa parar a fervura da calda.
2 – Em uma panela pequena, leve o açúcar e a água misturados para ferver. Com um pincel, limpe as paredes e garanta que nenhum açúcar ficou por ali ou ele poderá cristalizar toda a calda. Ferva, sem mexer, por 5 minutos, até que comece a ficar com cor de caramelo. Para quem tem termômetro de doces, a temperatura certa é 165˚C.
3 – Quando atingir a coloração de caramelo e a temperatura certa, retire do fogo, mergulhe rapidamente na tigela com água gelada. Acrescente as amêndoas e misture bem. Derrame sobre a assadeira imediatamente. Tome muito cuidado nesse processo, pois a calda estará muito, muito quente.
4 – Quando esfriar e endurecer, quebre o caramelo em pedaços menores. Isso já é considerado praliné, mas para o resto da receita vamos colocar esses pequenos pedaços em um multiprocessador ou liquidificador. Pulse aos poucos, até que vire uma farinha açucarada.

Cupcakes
2 xícaras de farinha
1 xícara de açúcar
1 xícara de praliné de amêndoas moído
1/4 de colher de chá de sal
4 colheres de sopa de cacau (não niveladas)
225g (1 xícara) de manteiga
1 xícara de água fervente
1/2 xícara de buttermilk
2 ovos

1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de extrato de baunilha

1 – Faça o buttermilk e ligue seu forno em 180˚C.
2 – Derreta a manteiga em fogo baixo. Quando estiver líquida, acrescente as quatro colheres não niveladas de sopa de cacau.
3 – Acrescente a água fervente e aumente para a chama média. Quando começar a borbulhar, espere 30 segundos. Reserve enquanto prepara o resto.
4 – Em uma tigela bem grande, peneire a farinha, o açúcar, o praliné e o sal juntos. Em outra tigela, bata os ovos e acrescente o buttermilk, o bicarbonato de sódio e o extrato de baunilha, mexendo bem.
5 – Derrame a mistura do cacau em cima dos ingredientes secos e mescle com uma espátula, “dobrando” a massa sobre ela mesma. Essa é uma técnica de confeitaria que evita movimentar agressivamente os ingredientes, o que pode desenvolver mais glúten e perder a textura fofa da massa.
6 – Quando estiver homogêneo, derrame a mistura líquida, repetindo o mesmo processo. O resultado final é bastante líquido, mas fique tranquila, é normal e você não fez nada de errado.
7 – Use uma concha ou uma colher de sorvete para dividir pelas forminhas de papel e então leve ao forno por 22 minutos. Estão prontos quando um palito inserido no meio de cada um deles sair limpo.

Cobertura
1 receita de buttercream de merengue italiano
Corante em gel (verde musgo ou verde e marrom)

1 – Prepare o buttercream como indicado na receita.
2 – Tinja o buttercream com corante em gel. Eu usei uma grande quantidade de verde folha e um pouco de marrom, na proporção 6:1. Ou seja, coloquei 6 gotas de verde folha e 1 gota de marrom. Porém, o melhor é você fazer por conta própria, acrescentando corante aos poucos, pois você pode sempre acrescentar, mas não dá pra tirar a cor se você passar do ponto.

Coloque a cobertura em um saco de confeitar, com um bico de pitanga aberta como o 1M da Wilton. Faça a clássica voltinha, mas indo bem alto, como se fosse uma árvore. Garanta que a base da voltinha, no domo do cupcake, está bem feita, para que sustente a pequena árvore. Decorei com confeitos amarelos redondos e uma estrela de pasta americana em cima.
Além de deliciosos – o praliné realmente dá um sabor a mais para a massa de chocolate –, eles ficarão lindos expostos ao lado da ceia de Natal, só esperando serem devorados como sobremesa.
Dê uma olhada nos posts da Mirella, Priscila e Sara, cada coisa mais gostosa que a outra!

Creme de framboesa, no Fica, Vai Ter Sobremesa.
Pudim de Chocotone com licor, no Culinarístico.
Tartelette de figos, no Cozinha em Cena.

cupcakes_natal_2012_2
Feliz Natal!

Juliana Morgado

I’m a journalist with more passions than time can allow me to have. I have found in the kitchen my paradise, my resting place after a long and exhausting day. It’s my addiction, really. Not only cupcakes but anything that I find interesting, challenging or fun to do. Despite the blog’s name, it’s not all about cupcakes. I love cooking risotto, of all kinds, and I simply love any recipe with cheese.

Cupcakeando’s History

I’m not sure when or why I started to cook. My memories are of my mother putting me in the kitchen and teaching Brazilian white rice and her awesome pomodoro sauce for spaghetti, with fresh tomatoes just the way only she can do. All I know in the kitchen I’ve learned by one way: practice. My recipes are created from my head and implemented with the tests I run, or even meticulously measured from trusted sources.
I have a true passion for cupcakes, because I believe they represent everything that’s good in the kitchen: butter, sugar, cuteness, dedication and creativity. Everything in the right amount for one person.
I enjoy experimenting with these little ones, and finding out new ways do decorate them. When I have nothing better to do, I start researching and studying recipes, theories and decorations for cupcakes. Yeah, study, that’s right.
The blog is also a place for my second passion: photography. I’m that person who keeps looking for angles and shots while walking on the park. I also study the art of photography through websites and books.

The Name

Cupcakeando means, roughly, cupcakeing in Portuguese. The noun “cupcake” is in a verb tense that most well-schooled Brazilians hate because it means an action that will never stop. That’s precisely my intention. I don’t have any wish to stop my cupcake factory anytime soon, or even stop cooking in general. If I don’t have anymore orders, it will be for friends. If my friends get sick of it, it will be for my family. When my family says “ENOUGH”, it will be for myself (and maybe for my Siberian husky and my Pembroke corgi). Because that’s what I love to do and what makes me truly happy.

Copyright

All photos and texts on this website are produced by Cupcakeando, unless specified otherwise. They represent a lot of work and effort. In case you want to use any photo or text from this website, please make sure to link back to me or even get in touch with me before anything. I’ll be glad to help, but it’s important to give the proper recognition. :)

Creative Commons License
This work is licensed under a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contact

What if your question has already been answered on the FAQ? Read it just to make sure!

Send your questions or doubts through here.
I answer to each and every e-mail sent to me. Make sure you’ll get my e-mail by adding contato@cupcakeando.com.br to your safe contacts, or my answer might just flip into your spam box.