Monday, 11 de November de 2013

Tarte au citron with blueberry jelly

33 Comments

Last week, I found out I have a genetic problem with my legs. It all started when I began this running program to stop my rise to the top of the food chain as a white whale. I downloaded an app that tells me exactly how to run and it’s really awesome, except in the mornings where running gives you a hell of a headache.

tarte_citron_limão_mirtilo2
After two weeks running, I started to feel a strong aching pain on my right knee. Standing still would hurt and walking would as well. Since we can’t joke around our knees, I went to the doctor first thing in the next morning to hear what I already expected: my patellas aren’t straight, they are somewhat to the insides of my legs, which made my tibias grow outwards. It’s very mild in my case, but some other people get it pretty badly. This genetic problem, along with my sudden exercise and not getting properly warmed up before it, led to a knee inflammation.

tarte_citron_limão_mirtilo
I could go on and on about every depressive thought I had the last few days, driven by this pain that by the end of the day it’s almost unbearable. Amongst them, I thought “great, I can’t even lose weight by exercising” and “I’ll never again walk at the cities I wanted to travel to in my life”. In the end, I decided to accept me as myself and go after some sort of exercise that doesn’t involve ruining my ruined knee. I take suggestions.

Tarte au citron with blueberry jelly
Yields: 1 24cm pie
Recipe on the book Step-by-step Baking, with adaptations.

Dough
85g butter, cold, diced
175g flour
45g refined sugar
1 egg

1 – In a processor, mix the flour and the sugar until combined. Then, add the butter and process until it resembles coarse sand.
2 – Lastly, add the egg and process just until it forms up into a ball of dough.
3 – Open the dough on a plastic wrap until you get a shape and size almost the same as your pan. Wrap it and put it in the freezer for 30 minutes.
4 – Remove it and break the pieces apart. Put them all together and open again, to the size of the pan. Cover it entirely, removing the excess. Leave it in the fridge for another 30 minutes.
5 – Use aluminum foil to make a “bed” for the pie weights or beans, and then bake it at 190˚C for 10 minutes. Remove the beans and bake again for another 5 minutes, to golden brown.

Filling
5 eggs
200g refined sugar
juice and zest of 4 lemons
250ml heavy milk

1 – Beat the eggs until it’s white and fluffy. Add the zest and juice, mix, and then add the heavy milk. Stir with a fouet. Take it to the freezer for 1 hour.
2 – Lower your oven to 140˚C. Pour the filling into the crust, be careful not to splash it. Bake it for 30 minutes. The tarte will be done when the center is firm but wobbly. Leave it to cool inside the pan.

Blueberry jelly
420g fresch blueberry
1 cup sugar
1 tablespoon lemon juice

1 – In a pan, cook all ingredients together. With a fork, smash the blueberries to release their juice.
2 – Let it simmer and reduce until it gets to a jelly consistency. Usually takes about 10 minutes, because it’s a small quantity. When it’s ready, pass it through a sieve to remove seeds and let it cool. When the tarte is at room temperature, spread the jelly on top and decorate with lemon zest.

Keep the tarte in the fridge and it can last for three to four days. Of course, if you don’t eat it all first.

tarte_citron_limão_mirtilo3
Does anyone has tips or suggestions of a good exercise to lose weight and that does not involve more pressure to my knee?

  1. Cássia
    11 de November de 2013 - 09:12

    Eu tenho a rótula do joelho esquerdo torta para fora. Passei a infância e adolescência chorando de dor, não podendo fazer exercícios e sendo dispensada da educação física. As dores só pararam mesmo quando comecei a fazer ballet clássico (o que, em tese, jamais poderia fazer). Mas antes disso, a única coisa que o ortopedista dizia que eu podia fazer, e eu fiz, era natação ou hidroginástica. Você conseguirá se exercitar e sem sentir tanta dor.

    Grande beijo.

    • 11 de November de 2013 - 11:11

      Cássia, eu fiz ballet por muitos anos da minha vida, mas eu detestava. Fazia porque era coisa de mãe e tal, mas nunca foi minha praia. Já natação eu gosto, mas para mulheres é tão complicado, né? (cabelo, maquiagem, tempo pra se arrumar, blablabla) Enfim, hoje de manhã fui no médico novamente e ele me recomendou fisioterapia, então vamos ver como desenvolve.

      Beijos!

  2. Maíra
    11 de November de 2013 - 13:24

    Olá, Jú!

    Algo que eu faço e acho bacana, até mesmo por reportagens e os objetivos do método, é o pilates estúdio. Como o professor, na maioria das vezes, é um fisioterapeuta os exercícios que são passados é específico para cada pessoa. Acredito que valha a pena dar uma conversada como seu médio e avaliar esta possibilidade. Claro que não é um exercício aeróbico, mas dá para suar e você sai da sessão se sentindo outra pessoa.

    bjs!

    • 13 de November de 2013 - 22:58

      Maíra, eu já fiz pilates há um tempo atrás e realmente é muito bom! Descobri com meu fisioterapeuta que eu posso fazer, então já estou indo atrás de aulas novamente. E se engana quem diz que Pilates não emagrece, porque tinha uns exercícios muito cansativos nas minhas aulas e eu saía de lá toda suada! Hahahaha. Beijos!

  3. Camila Sampaio
    11 de November de 2013 - 14:15

    Que chato, Jú!
    Como a Maíra, também ia sugerir o pilates. Muita gente mantém a forma com ele, e se você explicar eu problema com o joelho, ainda faz exercícios fisioterápicos.

    Boa sorte!

  4. Ari
    11 de November de 2013 - 15:11

    Olá, espero que esteja melhorando. Quando estava grávida não podia fazer exercícios com impacto devido a um tombo na faculdade. Me indicaram pilates e foi a salvação. Veja com o médico. Beijos

  5. Alessandra
    11 de November de 2013 - 15:20

    Olá Ju,

    Eu descobri também um problema parecido no joelho direito e com um cisto. Ainda por cima havia um menisco lesionado. Fiz cirurgia, 3 meses de fisioterapia e também pensei que nunca mais poderia fazer exercícios. Entrei na academia e com a ajuda de um personal trainer (levei uma cópia do relatório médico) e hoje, depois de 09 meses já corro alguns kilômetros, dói tudo, menos o joelho… rs No início incomodava um pouco, mas hoje a musculação é o meu melhor remédio, pois com os músculos fortalecidos, o impacto nos joelhos é menor. Bjks

    • 13 de November de 2013 - 23:16

      Alessandra, é isso mesmo que me avisaram: conforme eu me exercitar, os músculos vão segurar minha rótula no lugar certo. Só preciso começar aos poucos, com fisioterapia primeiro. Beijos!

  6. Melissa
    12 de November de 2013 - 08:20

    Posso dizer que sinto a sua dor! Meus joelhos são ferrados desde sempre!
    Entrei pra ver o que as pessoas estão te indicando pra pegar as dicas pra mim também! hehehe
    Gostei da ideia de pilates! Vou tentar! :)
    Espero que vc melhore!

    • 13 de November de 2013 - 23:32

      Melissa, obrigada pelos votos de saúde! Espero que você também melhore :) Beijos!

  7. Jacqueline
    12 de November de 2013 - 10:48

    Ju, q peninha! sou louca pra correr! facínio por ver…mas, tô 20kg acima do peso, então, as dores numa simples caminhada são óbvias, neh?! Estou me preparando psicologicamente pra começar a dieta dukan…vamos ver no que vai dar! Quanto a atividade física, por ter problema de circulação, estou estudando a aquisição de elíptico, conhece? ele simula corridas sem o impacto! talvez seja uma opção pra vc, também!boa sorte e melhoras!

    • 13 de November de 2013 - 23:37

      Jacque, essa dieta Dunkan funciona? Estava lendo sobre ela hoje e fiquei curiosa. Quanto ao elíptico, aparentemente, também não posso. :(

  8. 12 de November de 2013 - 10:58

    Oiii Ju! Acompanho cada receita aqui, mas nem sempre (leia-se nunca) comento pq eu sempre estou correndo com a vida, trabalho, etc. Mas lendo seu post sobre o problema no joelho, me identifiquei muito! Tenho desvio de rótula do joelho direito desde pequena, em 2011 rompi o menisco do mesmo joelho (e continua rompido, não operei. rsrs) Mas aí vem a luta contra a balança desde que me entendo por gente… e então resolvi correr (como você) e adorei! Aí tive o mesmo problema que vc, a dor insuportável, até pra dormir dói, no inverno então nem se fala! Mas como sou teimosa e costumo dizer “Eu não sou franga!” resolvi insistir. Corria 5km, passei pra 7km, até que estava correndo 10km e super feliz pq estava vencendo vários desafios. Mas isso tudo sempre aliado a musculação com acompanhamento de personal trainer. Fortalecer a musculatura da perna faz com que a rótula seja “puxada” de forma correta, então as dores melhoram. Até que um dia tive de parar com tudo (por conta de uma cirurgia de ovário), fiquei 4 meses parada e resolvi voltar de uma forma diferente: escolhi o pilates. Foi extremamente importante para o meu joelho. O pilates te dá uma consciência corporal absurda! Você mesma, sem perceber, se controla o dia todo com postura, posição, jeito, tudo! Hoje faz 10 meses que faço pilates, há 2 meses voltei pra academia (corro sempre na esteira, de vez em quando corro na rua) e resolvi fazer muay thai também, mas percebo que meu joelho é outro depois do pilates. Outra coisa que me ajudou bastante também foi pedalar. Gosto de esportes ao ar livre, comprei uma bike e pedalo em torno de 40km todo final de semana. Tá, não é muito, mas pra quem tá começando acho bom demais! rsrs. É o tipo de atividade que não tem impacto no joelho né?! E cansa, viu?! Outra coisa que eu fiz foi comprar aquelas caneleiras de peso, sabe?! Chego do trabalho as 23h, coloco uma em cada perna e faço alguns exercícios de fortalecimento enquanto assisto TV… um pouquinho por dia e vc vai ver como melhora!
    Ufa… falei demais né?! Espero ter ajudado! Um beijo

    • 13 de November de 2013 - 23:42

      Josi, obrigada pelas dicas! Eu já fiz pilates um tempo atrás e realmente é muito bom pro corpo. Pretendo voltar agora, para melhorar esse joelho o mais rápido possível! Também posso andar de bike, de acordo com o fisioterapeuta, o que me animou um pouco! E vou providenciar alguns utensílios para exercitar a perna em casa, tranquila, como caneleiras e etc. Aos poucos, com esforço, as coisas melhoram, né? Obrigada pela ajuda! Beijos!

  9. Graziela
    12 de November de 2013 - 11:00

    Olá querida…quem sabe hidroginástica??? Acredito que seja uma boa pedida já que esportes aquáticos não tem impacto. Aproveitando o comentário quero dizer que adoro seu site!! Me inspirei em vc e já comecei meu negócio… estou fazendo tortas e docinhos, conciliando com meu trabalho…está puxado mas está dando certo!!! Melhoras!!!

    • 13 de November de 2013 - 23:44

      Graziela, admito que não sou muito fã de exercícios na água, mas aposto que seriam os mais ideais para o meu caso. Que bom que o blog te inspirou, fico feliz! Beijos e sucesso!

  10. Isa
    12 de November de 2013 - 11:29

    Oi Ju, faz hidroginástica. Também tenho problema no joelho, aí bate aquela invejinha do pessoal suando loucamente enquanto faz spinning hahaha.
    A hidro diminui o impacto. Eu faço e é legal.

    • 13 de November de 2013 - 23:45

      Isa, não tenho a menor vontade de fazer spinning, porque acho muito chato aquele instrutor berrando entre a música alta pras pessoas… hahahaha, você não? Beijos!

  11. Andréia
    12 de November de 2013 - 16:06

    Boa tarde, Juliana!
    Infelizmente, também tenho problemas no meu joelho, além de má circulação e hipotireoidismo (que causa muita dor nas juntas do corpo), uma solução que arrumei foi simulador de caminhada. Sou preguiçosa e não vou à academia, mas estou gostando de fazer o simulador em casa.
    Meu joelho não dói quando faço o exercício e não me canso, por isso indico à você.
    O excesso de peso também colabora para a dor no joelho.
    Precisa de determinação para fazer exercício em casa.
    Espero que se recupere logo.
    Abraços!! Andréia

    p.s.: Amo suas receitas. Parabéns pelo seu trabalho!

    • 13 de November de 2013 - 23:45

      Andréia, que tipo de simulador é esse? Não conheço, tem marca?
      Beijos!

  12. Michelle
    12 de November de 2013 - 19:55

    Juliana, assim como foi dito nos comentários anteriores, a hidroginástica ou natação podem ser uma boa se você gosta de exercícios aquáticos.
    Eu quase não consegui ler o seu texto… minha boca ficava salivando por causa das fotos dispostas estrategicamente. XD

    • 13 de November de 2013 - 23:46

      Michelle, é parte da intenção das fotos! hahahaha Beijos!

  13. Hayesha
    12 de November de 2013 - 23:33

    Olá Ju!
    Descobri seu site enquanto buscava novas receitas para cupcakes, pois fiz alguns e o povo adorou e estou pensando em vender. Adorei todas as receitas, não vejo a hora de testar.
    Agradeço pelas dicas de como cobrar, o que fazer, como fazer e onde fazer.
    Sobre o seu joelho eu li em alguns comentários que você deveria fazer hidroginástica ou natação e estão certos, foi a primeira coisa que eu pensei para sugerir. Mas faça primeiro o que o médico recomendou que é a fisioterapia. Eu tenho problemas na coluna e tive que fazer RPG (reposicionamento global, não o jogo) e ajudou em muito.
    Esse tarte ficou com uma cara ótima!
    Obrigada por tudo!
    PS: não era pra ficar tão longo o comentário.

    • 13 de November de 2013 - 23:47

      Hayesha, estou fazendo o que o doutor mandou primeiro, que é a fisioterapia! Mas já vou começar um pilates junto, porque o fisio me autorizou. Quero ficar boa logo! Beijos!

  14. Julia Z Z
    14 de November de 2013 - 18:24

    Oi Juliana adorei a receita. Quanto a dica de atividade física, acredito que você pode sim correr, desde que tenha um professor de educação física te orientando (após o período de fisioterapia), claro). Também tenho os joelhos tortos para dentro, além de já ter passado por uma fase em que já estava com osteoporose mesmo estando loooonge da menopausa(o que me impediu por uns meses de fazer atividades de alto impacto, como a corrida). Com muita musculação para fortalecer a musculatura (dããã!!..rs) eu pude retornar as corridas e esse final de semana encarei (depois de uns 4 anos) uma prova de 10km sem nenhuma sequela nos dias seguintes. Mais importante que aplicativos é ter a ajuda de um bom profissional que irá corrigir tua passada, tua técnica, enfim te ensinar a correr. Enquanto isso você pode optar por pedalar que é também uma excelente atividade aeróbica para queimar as “maledetas” calorias.
    Boa sorte, espero ter ajudado um pouco. :)

    • 04 de December de 2013 - 10:30

      Julia, é isso mesmo que vou fazer. Esperar a fisioterapia acabar pra então poder resolver com exercícios constantes. :)

  15. Olivia
    18 de November de 2013 - 13:45

    Natacao no minas brasilia tenis clube…os professores sao otimos e vc pode nadar de segunda a sexta sem horario definido. Quando tive uma crise em todos os tendoes (sindrome miofacial) foi o que me salvou. Nstacao emagrece bastante, alem dos beneficios para saude.

  16. 22 de November de 2013 - 01:11

    Juliana,
    Primeiro quero lhe parabenizar pelo blog, sou também apaixonado pela culinária (principalmente na parte de panificação e doceria), quando me encontrei com esse blog foi amor a primeira vista. Apesar de nunca ter comentado eu sempre acompanho suas postagens;
    Segundo, quero lhe desejar melhoras;
    Terceiro, assim como a Josi Rodrigues falou, a bike é um ótimo exercício também (sou até suspeito em falar de bike), além de não ter impacto, é muito gratificante, dependendo dos lugares que você tem disponível para pedalar, você pode até levar a sua outra paixão que é a fotografia. Amo pedalar em estradas de terra, não tem dinheiro que pague esse prazer!

    • 04 de December de 2013 - 11:24

      Marcos, que bacana! Que bom que gosta e acompanha o blog!
      Eu adoro andar de bike, mas até isso minha fisioterapeuta me vetou por enquanto. Vou ter que continuar nela antes de partir pra bike. Beijos!

  17. Yasmin
    29 de November de 2013 - 00:31

    Oi, Juliana! Vi que o pessoal já comentou sobre o pilates, só passei pra dizer que emagrece sim, e como!! Minha mãe acabou de emagrecer 20kg em cerca de 6 meses só com dieta e pilates (3x por semana)!

  18. 30 de November de 2013 - 09:07

    Eu ía sugerir o Pilates, mas já vi que muita gente te deu essa sugestão. É ótimo mesmo, e emagrece sim, desde que aliada a uma reeducação alimentar. Bjs.

  19. Ana
    20 de June de 2014 - 15:25

    Que receita linda! Uma duvida: não sou muito fã de mirtilos. Essa torta combina com algum outro sabor de geléia?

    Melhoras pra esse joelho!

    • 25 de June de 2014 - 20:55

      Ana, combina também com framboesa ou frutas vermelhas em geral! :) Beijos!

Juliana Morgado

I’m a journalist with more passions than time can allow me to have. I have found in the kitchen my paradise, my resting place after a long and exhausting day. It’s my addiction, really. Not only cupcakes but anything that I find interesting, challenging or fun to do. Despite the blog’s name, it’s not all about cupcakes. I love cooking risotto, of all kinds, and I simply love any recipe with cheese.

Cupcakeando’s History

I’m not sure when or why I started to cook. My memories are of my mother putting me in the kitchen and teaching Brazilian white rice and her awesome pomodoro sauce for spaghetti, with fresh tomatoes just the way only she can do. All I know in the kitchen I’ve learned by one way: practice. My recipes are created from my head and implemented with the tests I run, or even meticulously measured from trusted sources.
I have a true passion for cupcakes, because I believe they represent everything that’s good in the kitchen: butter, sugar, cuteness, dedication and creativity. Everything in the right amount for one person.
I enjoy experimenting with these little ones, and finding out new ways do decorate them. When I have nothing better to do, I start researching and studying recipes, theories and decorations for cupcakes. Yeah, study, that’s right.
The blog is also a place for my second passion: photography. I’m that person who keeps looking for angles and shots while walking on the park. I also study the art of photography through websites and books.

The Name

Cupcakeando means, roughly, cupcakeing in Portuguese. The noun “cupcake” is in a verb tense that most well-schooled Brazilians hate because it means an action that will never stop. That’s precisely my intention. I don’t have any wish to stop my cupcake factory anytime soon, or even stop cooking in general. If I don’t have anymore orders, it will be for friends. If my friends get sick of it, it will be for my family. When my family says “ENOUGH”, it will be for myself (and maybe for my Siberian husky and my Pembroke corgi). Because that’s what I love to do and what makes me truly happy.

Copyright

All photos and texts on this website are produced by Cupcakeando, unless specified otherwise. They represent a lot of work and effort. In case you want to use any photo or text from this website, please make sure to link back to me or even get in touch with me before anything. I’ll be glad to help, but it’s important to give the proper recognition. :)

Creative Commons License
This work is licensed under a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contact

What if your question has already been answered on the FAQ? Read it just to make sure!

Send your questions or doubts through here.
I answer to each and every e-mail sent to me. Make sure you’ll get my e-mail by adding contato@cupcakeando.com.br to your safe contacts, or my answer might just flip into your spam box.