Monday, 15 de October de 2012

Cupcakes bons pra cachorro

52 Comments

Quero apresentar a vocês alguém muito especial na minha vida. Lembro perfeitamente do primeiro dia que a vi, do momento que a segurei nos braços e das primeiras vezes que a fiz perseguir o próprio rabo. Sim, sim. Ela é o ponto de sol que iluminou os meus dias mais escuros nos últimos 13 anos. Era ela com seu rabo serelepe e sua brincadeira corre-atrás-de-mim que me faziam rir até quando eu estava deprê, por qualquer motivo no mundo!


Essa é a Yoko, a cachorra mais linda do planeta Terra. Não há nenhum cachorro no mundo que se compare a minha husky. Nem adianta mostrarem fotos de seus cachorros – seus poodles, terriers, labradores e pastores alemães.
Aqui em casa, em algum momento que desconheço, ficou estabelecido que cada morador era dono de um cachorro. O Nanuck, nosso primeiro cachorro e um lindo malamute caramelo, era do meu pai. A Mel, nossa invocada poodle, era da minha mãe. O Howe, do meu irmão. A Yoko era minha, só minha.
Aparentemente sabendo desse pacto não-pronunciado, os cachorros se entendiam com seus donos. O Nanuck, quando vivo, só (pouco) obedecia meu pai. O Howe só queria brincar com meu irmão. A Mel até hoje segue fielmente minha mãe pela casa.
A Yoko só deixava que eu me aproximasse quando ela estava arisca. Arisca significa medrosa, porque ela morre de medo de tudo. Um desses medos é de chuva e trovão. Ela fica bem desesperada com o barulho e se esconde entre os matos do jardim. Fica com tanto medo que não consegue sair quando começa o temporal. Eu tenho que ir lá e carregá-la para casa – aqueles 20kgs de husky – enquanto ela treme, meio de medo, meio de frio. Descobri que huskies sentem frio.
Três anos atrás, a Yoko lutou bravamente contra um câncer na pata que quase tirou seus movimentos. Chamei ela de guerreira, porque nem os veterinários acharam que ela voltaria a andar. Um dia, acordei e ela estava em pé olhando o sol nascer, como fazia todos os dias. Ela passou por seis ninhadas, com 7 cachorrinhos cada, e ficou aqui depois que o Nanuck, seu “marido”, e o Howe, seu filho, faleceram.


Há dois meses, o câncer voltou, mas ela está mais velha e fraca. Infelizmente, acredito que chegou a hora dela. Porém, antes de ficar triste, eu penso em tantos dias de alegria que ela me deu. Quanto orgulho eu tive de dizer que ela era minha. Parece besteira se inspirar numa história de vida de um cachorro. Já ouvi gente que diz que “é só um bicho” e que eu devia me preocupar mais com seres humanos. Bem, ela foi mais do que um animal de estimação para mim. Ela fazia eu me sentir amada quando o mundo queria que eu me sentisse um lixo. Poucos seres humanos quiseram fazer isso com tanta naturalidade e fidelidade quanto a Yoko.


Por isso, fiz um cupcake para ela – e para todos os cachorros que eu conheço e adoro. É uma comemoração à vida dela: linda como aquele par de olhos de duas cores.

Cupcakes bom pra cachorro
Rende: 6 cupcakes

1 xícara de farinha
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/4 de xícara de manteiga de amendoim
1/4 de xícara de óleo vegetal
1 xícara de cenoura ralada
1 colher de chá de extrato de baunilha
1/3 de xícara de mel
1 ovo

1 – Ligue seu forno em 180˚C.
2 – Em uma tigela grande, misture a farinha e o bicarbonato.
3 – Em outra tigela, com um batedor de ovos, misture os outros ingredientes até que fique bem homogêneo. Ao fim, acrescente à mistura dos ingredientes secos e misture bem com uma espátula.
4 – Divida nas forminhas e asse por 22 minutos, ou até que um palito inserido no centro de cada um saia limpo.

Como cobertura, você pode passar um pouco da manteiga de amendoim por cima e decorar com um biscoitinho para cachorro. Minhas cachorras evitaram a cobertura, mas devoraram o bolinho, então, nos outros cupcakes, eu só “espetei” o biscoito no topo, sem cobertura mesmo! Outra dica é usar um queijo cottage com pouca gordura, mas não sei se eles gostam.

Essa é a Mel e o Bob. Bob comilão devorou o cupcake inteiro, com cobertura!
Um bolo para cachorros é perfeitamente comestível para pessoas. Ele só é diferente por não conter a maioria dos ingredientes que são prejudiciais para nossos bichinhos, como, por exemplo, chocolate, cacau, café, leite e grandes quantidades de açúcar. Claro, como tudo até para nós, não deve ser consumido em grandes quantidades: é para de vez em quando, só porque ele se comportou.

  1. 15 de October de 2012 - 21:34

    Que post lindo! E que husky fofo! Eu achei super linda a sua historinha com a Yoko, e fiquei triste em saber que o câncer dela voltou. É verdade que às vezes os cachorros nos são mais agradáveis e mais compreensivos do que os seres humanos. Mesmo sem falar uma palavra, eles nos entendem e nos confortam. E nos sentimos extremamente tristes quando eles vão embora, como se fosse um irmão.
    Tenho certeza que o Yoko adorou o cupcake :)
    Beijos.

    • 15 de October de 2012 - 23:43

      Oi Gabi! Bem vinda ao blog!
      É, a verdade é que às vezes aprecio mais os animais – principalmente os cachorros – do que os seres humanos. Eles são cheios de pureza, fidelidade e amor, não conhece o ódio. A Yoko foi uma cachorra maravilhosa, uma excelente companheira, então é isso que vou levar dela e, quem sabe, aprender um pouco com isso.
      Ela comeu tudo! Haha! :)

      Um beijo!

  2. 16 de October de 2012 - 07:29

    I love these doggy cupcakes!! We have two dogs so I want to make these… first I will have to find a good translator for your recipe ;)

    • 16 de October de 2012 - 08:55

      Hi Amanda! No need to worry, I can e-mail the recipe to you! Bet your doggies will love it! :)
      I have yet to find a good translate method for my blog.

  3. 17 de October de 2012 - 01:29

    Muito lindo esse post! Esse ano fiz um cupcake especial (mas so evitando chocolate e recheio forte) pra comemorar os 12 aninhos da minha cachorrinha, ela amou! =)

    • 17 de October de 2012 - 11:37

      Oi Jojo!
      Que legal essas opções de comidinhas caseiras para cachorros, né? Meu próximo projeto pra Yoko é um biscoito pra cachorro, espero que ela goste! :)
      Um beijo!

  4. vivi
    17 de October de 2012 - 14:43

    linda…
    estou simplesmente apaixonada pelo seu blog.
    já visitei TODOS os posts.
    ansiosa pelo próximo.
    uma perguntinha rs.
    para o buttermilk posso colocar vinagre de maçã?!
    porque toda receita diz vinagre branco?!
    vou fazer o cupcake de pizza êbaaaaa!!!! de
    besos
    vivi

  5. vivi
    17 de October de 2012 - 14:45

    linda…
    estou simplesmente apaixonada pelo seu blog.
    já visitei TODOS os posts.
    ansiosa pelo próximo.
    uma perguntinha rs.
    para o buttermilk posso colocar vinagre de maçã?!
    porque toda receita diz vinagre branco?!
    vou fazer o cupcake de pizza êbaaaaa!!!!
    seu blog é lindo e suas fotos hummmm dão água na boca.
    besos
    vivi

    • 17 de October de 2012 - 15:46

      Oi Vivi! Que bom que gostou do blog! :)

      Para o buttermilk, você deve usar o vinagre branco, ou seja transparente, porque assim ele não vai deixar o leite com outra cor. Honestamente, não tentei fazer buttermilk com outros vinagres, porque aqui em casa só usamos o branco, mas você pode tentar! O importante é que ele precisa ficar com a consistência indicada na foto do post.

      Me avise se der certo!

      Um beijo!

  6. vivi
    17 de October de 2012 - 17:15

    obrigada pela resposta.
    vou fazer esse fim de semana.
    bom se o que pode mudar é a cor, então tudo bem rs.
    se não influência no sabor…
    besos
    virei aqui todos os dias….
    besos de novo. rsrsr
    vivi

  7. 19 de October de 2012 - 20:57

    Juliana, sua Yoko é linda mesmo!!!Como veterinária, sou suspeita a falar, mas só quem teve uma amizade sincera e leal assim pode saber como é…O único defeito que eles tem é viver menos que nós…mas realmente os bons momentos valem por tudo…Vou fazer esse cupcake para minha labradora Mel…bjinhos !!!

    • 19 de October de 2012 - 21:46

      Oi Cintia!
      É verdade, o Sr. Namorado costuma me dizer: “cachorros deviam viver para sempre e nunca sofrer”. Eles realmente merecem, são puros por natureza.
      Quase virei veterinária, sabia? Acho uma linda profissão.
      Me diga se a Mel gostou dos cupcakes!

      Um beijo!

  8. 19 de October de 2012 - 22:16

    Ah que legal, Juliana! eu adoro o que faço, mas confesso que realmente é difícil viver da minha profissão aqui no interior , principalmente para quem gosta muito…A minha Mel teve um tumor maligno há 5 meses, mas consegui operar e até agora está bem, ela é fã de um docinho, aposto que vai amar!!

  9. 21 de October de 2012 - 09:38

    Esse post me fez querer ir abraçar meu cachorro :’C
    Adorei os olhos dela, única!

  10. Ana Carolina Assunçao
    25 de October de 2012 - 23:40

    Nossa, adorei seu blog!!! Adorei a receita!
    Amei tudo o que falou sobre a Yoko…sou suspeita para falar pois cães ja me fazem derreter e seu post…lindo! Vendo ela aqui deitadinha…acho que vou ler para ela tudo o que a mãe dela escreveu…e é certeza que ela vai se animar e devorar tudo o que você troxe.
    Adorei mesmo! Parabéns para você pelo blog e pela sua guerreira =)

    • 26 de October de 2012 - 10:58

      Carol, muito obrigada! Por gostar do blog e por cuidar dela!!
      Faz em casa e me diz o que achou, se seus cães gostaram! Os meus adoraram, mas preferiram sem a cobertura hehehe…

      Um beijo!

  11. Michele
    22 de November de 2012 - 20:30

    Olá Juliana

    Que post lindo! Tenho um casal de huskys e um labrador, desconheço um amor igual ao destes animais, nós seres humanos não estamos a altura deles, realmente “bicho é bicho”. Não troco meus animais por nada nesse mundo, os três já entraram na 3ª idade e não gosto nem de pensar no dia da separação.

    Parabéns por esse amor pela sua filhote!

    • 22 de November de 2012 - 21:04

      Oi Michele!

      O dia da despedida é o pior… mas a gente já sabe, desde que ganhamos esses fofinhos, que não vão ficar com a gente pra sempre, né? Mesmo assim, é doloroso.
      Seus cachorros devem ser lindos! Adoro labradores!

      Um beijo!

  12. Natália BF
    11 de January de 2013 - 22:01

    A cenoura bate no liquidificador e fica liquida ou coloca ela em pedaços?
    PS: Adorei suas receitas

    • 12 de January de 2013 - 11:21

      Oi Natália!

      Você rala a cenoura e coloca ela ralada mesmo, na receita!

      Beijos!

  13. Michelle Affonso
    25 de January de 2013 - 12:47

    achei lindo seu post..me emocionou.
    que Deus a abençoe,pois vc tem um bom coração.
    De fato,qdo amamos esses bichinhos,são como filhos pra gente…

  14. Ana Carolina de Oliveira
    21 de February de 2013 - 17:27

    Oi Juliana! Lindo post, me emocionei!

    Queria fazer pro meu cachorro porque ele faz aniversário agora dia 27! :)

    Tem algum outro tipo ingrediente que eu possa substituir a manteiga de amendoim ?? Não consigo ter acesso onde moro !

    Bjo!

    • 21 de February de 2013 - 17:43

      Ana, infelizmente, eu não posso sugerir uma mudança de ingrediente nessa receita, porque ela foi feita pensando na dieta especial dos nossos filhotinhos. Manteiga de amendoim é algo que eles podem comer sem agredir o sistema digestivo deles! Eu não sei de um substituto válido nessa receita, que possa tanto desempenhar a função da confeitaria e da saúde dos bichinhos.
      Mas, se você tiver amendoim por aí, dá pra fazer sua própria manteiga de amendoim: é só processar (ou bater no liquidificador) um punhado de amendoim com um fio de nada de óleo, até virar uma pasta. Voilá!

      Beijos! ;)

  15. Ana Carolina de Oliveira
    21 de February de 2013 - 17:56

    Eba ! Vou testar então! :)

    Obrigada!

  16. 28 de March de 2013 - 13:15

    […] de tutti frutti, os jovens malucos com os cupcakes de nhá benta e os adultos achando graça dos cupcakes para cachorro. O sábado estava com um sol de lascar. Se você já veio em Brasília, sabe que aqui o clima não […]

  17. Francine Souza
    16 de June de 2013 - 21:24

    Que amor !! Continue assim, amando os bichos pois eles são muito especiais e nos compreendem mais que seres humanos. Parabéns ! Bjs

  18. Emanuelle Sampaio
    09 de July de 2013 - 09:23

    Juliana, fiquei emocionada ao ler sua história c/ sua filha. Sempre digo que quem nunca amou um caozinho, não conhece de fato um verdadeiro amor. É dedicação sempre, c/ muita pureza, sinceridade, simplicidade, enfim. Espero que sua Yoko se recupere logo, ela é de fato linda e obrigada pela receita ;)

    • 16 de July de 2013 - 23:35

      Oi Emanuelle!

      A Yoko já está boa! Obrigada pela preocupação! :)

  19. 20 de August de 2013 - 10:56

    Que legal! Vou fazer para minha Pepita! :)

  20. Amanda Helena
    11 de November de 2013 - 16:03

    Oi Ju,(olha a intimidade) amo o teu site, o jeito gostoso que você escreve, parece que está falando com uma amiga,parabénsssssss…

  21. Pamela
    31 de January de 2014 - 18:42

    Oi!!Amei sua receita!Quero fazer para o aniversário da minha Shih tzu!Sou super preocupada com a alimentação dela porque ela já passou mal algumas vezes por coisinhas erradas que demos a ela rs.
    Por isto estou muito na duvida de qual farinha você se refere, de trigo, orgânica ou integral?

  22. 07 de February de 2014 - 07:48

    […] manteiga de amendoim pela frente. E obrigada a todos vocês que desejaram tudo de bom para a Yoko no ano passado. Ela viveu mais um lindo ano cheia de energia antes de ir correr por prados mais verdes que os […]

  23. isabelle
    03 de May de 2014 - 22:49

    oi,posso usar essência de baunilha em vez de extrato de baunilha??

  24. Fabio
    23 de February de 2015 - 12:43

    Cara, genial sua idéia.

  25. 25 de June de 2015 - 11:14

    Olá, gostaria de divulgar nosso trabalho. Fazemos bolos para cães! Quem estiver interessado em comemorar o aniversário de seu amigo ou mesmo de dar a ele um quitute gostoso, entre em contato conosco! Obrigada. Equipe Bolo Pet <3

  26. Virginia Estela
    12 de July de 2015 - 16:12

    Olá Juliana!
    Nossa eu nuncaaaaaaaa fiz nem me imaginei fazendo cupcakes, mas a sua receita para nossos “filhos de 4 patas” me chamou atenção, resultado sai correndo fui comprar os ingredientes e vou testar agora rsrsrs, espero conseguir rsrsrs. Tenho a seguinte dúvida, qual a validade desses cupcakes? Pretendo fazer para lembrancinhas do AUniversario do meu Arthur (Shih Tzu). Bjks

    • 14 de July de 2015 - 17:47

      Virginia, eles duram uns 3 dias fora da geladeira. Beijos!

  27. Virginia Estela
    14 de July de 2015 - 21:04

    Juliana obrigada pela resposta, e quero dizer que ficaram maravilhosos! Super mega elogiados e aprovados. Farei novamente para o AUniversario de Arthur. Ah vou abusar mais um pouco de você, posso trocar a cenoura por maçã? Assim faria outros sabores rsrsrs. Novamente obrigada, bjks

    • 25 de July de 2015 - 01:30

      Virginia, acho que você pode tentar com a maçã, apesar de ela ter mais água que a cenoura. Talvez precise de mais tempo no forno! Beijos!

  28. Larissa
    07 de November de 2015 - 00:26

    Amo seus posts,e hoje está procurando algo para fazer no Auniversario da Mei.Uma linda Chow Chow,obrigada pelas dicas te mando fotos da Mei comem

  29. Fernanda
    29 de November de 2015 - 22:40

    Juliana esses cupcakes podem ficar quanto tempo na geladeira?

    • 07 de December de 2015 - 15:33

      Fernanda, eles duram uma semana na geladeira.

  30. 04 de February de 2017 - 22:59

    Não use farinha comum para cães, NUNCA, nem um pouquinho. Eles não digerem bem a farinha branca. Melhor usar a farinha inegral.

  31. 04 de February de 2017 - 23:03

    Outra dica: a manteiga de amendoim deve ser sem açúcar e sem adoçante (adoçante à base de xilitol é TÓXICO para cães). Dá para fazer a manteiga de amendoim em casa: Amendoim triturado + óleo vegetal… vá acrescentando o óleo aos poucos. Cuidado para não colocar demais. Conforme vai batendo veja se a consistência está boa.

    • 02 de March de 2017 - 23:16

      Flávia, obrigada pelas dicas! Tem receita de manteiga de amendoim caseira aqui no blog também :) Beijos!

  32. paola
    20 de February de 2017 - 17:43

    Olá! Meu filhote Bono (westie) vai fazer aniversario amanha e eu ja estou assando o bolo pra ele! Nossa, acho que vai ficar uma delícia! Vou comer junto, com certeza! rsrsrs obrigada pela receita!

    • 03 de March de 2017 - 22:03

      Paola, depois conta como ficou e se ele curtiu! :)

  33. 12 de April de 2017 - 17:41

    […] receita de cupcake do site Cupcakeando e de almôndegas do site Tastemade, aprovadas pela veterinária DogHero Ingrid […]

  34. Marina
    20 de August de 2017 - 20:46

    Meu doguinho vai fazer aniversário e eu pensei em fazer um bolinho pra ele. Posso usar farinha de arroz ou precisa ser de trigo?

    • 26 de September de 2017 - 13:41

      Marina, acho que a farinha de arroz não tem glúten né? O ideal é usar uma que tenha glúten, mas a de arroz deve funcionar também.

  35. Melissa
    21 de July de 2018 - 12:21

    Oi bom dia!
    qual o tamanho da sua forminha de cupcakes, o tamanho deles??

Juliana Morgado

I’m a journalist with more passions than time can allow me to have. I have found in the kitchen my paradise, my resting place after a long and exhausting day. It’s my addiction, really. Not only cupcakes but anything that I find interesting, challenging or fun to do. Despite the blog’s name, it’s not all about cupcakes. I love cooking risotto, of all kinds, and I simply love any recipe with cheese.

Cupcakeando’s History

I’m not sure when or why I started to cook. My memories are of my mother putting me in the kitchen and teaching Brazilian white rice and her awesome pomodoro sauce for spaghetti, with fresh tomatoes just the way only she can do. All I know in the kitchen I’ve learned by one way: practice. My recipes are created from my head and implemented with the tests I run, or even meticulously measured from trusted sources.
I have a true passion for cupcakes, because I believe they represent everything that’s good in the kitchen: butter, sugar, cuteness, dedication and creativity. Everything in the right amount for one person.
I enjoy experimenting with these little ones, and finding out new ways do decorate them. When I have nothing better to do, I start researching and studying recipes, theories and decorations for cupcakes. Yeah, study, that’s right.
The blog is also a place for my second passion: photography. I’m that person who keeps looking for angles and shots while walking on the park. I also study the art of photography through websites and books.

The Name

Cupcakeando means, roughly, cupcakeing in Portuguese. The noun “cupcake” is in a verb tense that most well-schooled Brazilians hate because it means an action that will never stop. That’s precisely my intention. I don’t have any wish to stop my cupcake factory anytime soon, or even stop cooking in general. If I don’t have anymore orders, it will be for friends. If my friends get sick of it, it will be for my family. When my family says “ENOUGH”, it will be for myself (and maybe for my Siberian husky and my Pembroke corgi). Because that’s what I love to do and what makes me truly happy.

Copyright

All photos and texts on this website are produced by Cupcakeando, unless specified otherwise. They represent a lot of work and effort. In case you want to use any photo or text from this website, please make sure to link back to me or even get in touch with me before anything. I’ll be glad to help, but it’s important to give the proper recognition. :)

Creative Commons License
This work is licensed under a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contact

What if your question has already been answered on the FAQ? Read it just to make sure!

Send your questions or doubts through here.
I answer to each and every e-mail sent to me. Make sure you’ll get my e-mail by adding contato@cupcakeando.com.br to your safe contacts, or my answer might just flip into your spam box.