Friday, 16 de January de 2015

Homemade Dulce de Leche

39 Comments

Small adventures that take up hours of work to produce are my thing. I love these culinary projects, like croissants, crepe cakes or homemade ice creams. This last one is not even exactly time consuming, but waiting 12 hours for the ice cream maker to get cold enough can make the hungriest bellies very upset.
And since I also love homemade stuff, when I found out I could make dulce de leche at home and that it took some time to finish, oh friends. I was up for the challenge.

doce_de_leite_caseiro2
The challenge is to stir and stir and stir and never take your eye out of the mixture, for about one and a half hours. There are rumours of less time if you do it on high heat, but I didn’t try that. The good thing about making dulce de leche at home? You can make it however you like. I added some vanilla extract, but I’ve began to wonder about the magic of orange dulce de leche, mandarin dulce de leche and such. The sky is the limit.
But houw about the usual sweet condensed milk cooked on a pressure cooker? That’s not the real stuff, you guys. It may look the same but the real dulce de leche is not made like that. Not to mention you could pontentially hurt yourself if the can can’t handle the pressure and explodes.
But if you really want to know how to make canned dulce de leche, all you need to do is remove the sticky paper around the can and cover it with water on a pressure cooker. Then take it to the stovetop and cook for at least 20 minutes after reaching the pressure needed. The consistency depends on what you’re looking for: 20 minutes is a creamy and runny dulce, 35 to 40 is a firmer dulce, and beyond that, up to 50 minutes, it gets really hard, like a tender candy. After ready, remove from the heat, and wait for the cooker and the can to come to room temperature before you open it. I also like to pass it through a sieve afterwards.

doce_de_leite_caseiro3
But if you are up for the challenge of homemade dulce de leche oldschool, then follow my lead!

Homemade dulce de leche
Yields: about 1 1/2 cups

4 cups (approx. 1 l) whole milk
1/2 cup + 3 tablespoons (80g) sugar
1/2 teaspoon baking soda
1/8 teaspoon salt
1 1/2 teaspoon vanilla extract (or the seed of one vanilla pod)

1 – In a big pot, take all ingredients, except the vanilla, to a boil on medium to high heat. Stir until everything is combined and leave it to boil.
2 – You should make it on a big pot, with tall sides, because the mil will eventually boil over. Then, adjust the heat so that it keeps boiling but not going over the pot, and keep stirring. Once in a while, remove the foam that climbs to the top and discard it. As much foam as you can take out of the mixture, the shinier and glossier your dulce de leche will be.
3 – After about 15-20 minutes, the mixture gets a light beige color. Then after 40 minutes, it should me getting to a more brownish, caramel color, and it’s when you should be stirring constantly so it doesn’t burn. From that point on, it depends on how you want your dulce de leche. I like it a bit firmer so I let it cook for another 10 minutes.
4 – However you choose your consistency, at the end of the process, remove from the heat and add the vanilla extract. If it’s not uniform or it has lumps of any sort, pass it through a sieve. Eat as soon as it gets to room temperature or store in the fridge for up to 20 to 30 days.

These pictures will help you with the colors of the dulce de leche. The first is in the beginning, the second is on the 15 minute mark and the last is around the 30 minute mark. The final photos, of course, are after I reached about 50 minutes of cooking.

passo_a_passo_cor_doce_de_leite
doce_de_leite_caseiro
I was so proud of myself when I made this dulce de leche, because its color was the same as the famous Argentinian La Salamandra. So who needs to buy expensive dulce de leche when the homemade version has the same color, texture, and you can enjoy it however you like?

  1. Vivian
    16 de January de 2015 - 09:11

    Ju, que legal, nunca tinha visto receita de doce de leite do zero mesmo! Então a partir dos 40 minutos devo mexer sem parar, mas até lá só de vez em quando né? Essa receita rende mais do que uma lata? Beijos!

    • 16 de January de 2015 - 18:18

      Vivi, exatamente! Como eu estava ansiosa, fiquei mexendo o tempo todo, mas sem muita emoção no começo e depois como um brigadeiro mais pro final. Dá na mesma! :)

  2. Sophia
    16 de January de 2015 - 11:18

    Juu,eu tentei fazer o que a Dani Noce ensinou e ficou duro que nem bala e não ficou tão escuro,porque será ? Passei 1:30h em fogo baixo e não ficou do jeito que eu queria :( heeeelp ! Beijão

    • 16 de January de 2015 - 18:20

      Sophia, ele endurece depois de pronto porque a temperatura abaixa, né. Então é bom nunca passar demais do ponto. Pelo tempo que você deixou, ele pode ter ficado muito tempo mesmo, até ficar duro demais, e daí quando a temperatura abaixa e chega à ambiente, ele endurece mais ainda, né? Tenta de novo deixando menos tempo. Beijos!

  3. 16 de January de 2015 - 14:37

    Dica da minha mãe: para o leite não subir, colocar na panela um pires de vidro ou porcelana virado pra baixo.

    • 16 de January de 2015 - 18:22

      Amei a dica de mãe! Mas se a panela for muito grande, o pires fica lá dentro? Não entendi!

      • 21 de January de 2015 - 12:14

        Você põe o pires dentro da panela mesmo. Deixa o pires “cozinhar” junto com o doce, sempre virado pra baixo, entendeu? Por ser pesadinho, ele não deixa o leite subir. Por isso tem que ser de vidro ou porcelana. E você tem que deixar o pires esfriar junto do doce, pra não rachar.

        Eu usava essa técnica pra fazer calda de sorvete em casa.

        • 22 de January de 2015 - 21:19

          Gente, mas parece meio perigoso, não? Hahahahah. Eu conheço a técnica de colocar uma colher de pau em cima da panela também.

          • 27 de January de 2015 - 00:00

            Sempre fiz isso e nunca deu errado, hehehe.

  4. Caciane
    16 de January de 2015 - 14:41

    Ju, adoro doce de leite.
    Bjussss.

  5. ANA KAROLINE DE OLIVEIRA COSTA
    16 de January de 2015 - 17:35

    Doce de leite caseiro, de leite (melhor o de saco!) é o top!!! muito melhor que esses de lata!!!
    Aqui em Fortaleza a gente comia muito quando criança um cheio de gruminhos (se formam naturalmente no processamento do doce). É isso que prova que é artesanal! Pena que sou intolerante à lactose e evito comer essas delícias!

    • 16 de January de 2015 - 18:23

      Ana, ta certíssima! Aqui em Brasília também encontro direto esse doce de leite empelotadinho, é muito bom! Beijos!

  6. Ágatha
    16 de January de 2015 - 21:01

    Caramba Ju! Finalmente vi uma receita de doce de leite sem ser o de cozinhar a lata de leite condensado, agora vou poder fazer, o da lata é perigoso demais, ai prefiro não arriscar!
    Um beijo, adoro seu blog. ^^

  7. Amanda Fogaça
    20 de January de 2015 - 10:31

    Quando li açúcar cristalizado, logo pensei em adicionar uma colherzinha de glucose nessa receita ai. Funciona, ne?

    Essa quantidade de açúcar que você colocou ele fica menos doce que o leite condensado cozido? Acho ele feito assim tão doce que enjoa!

    • 22 de January de 2015 - 21:11

      Amanda, a glucose ajuda sim! Mas mesmo assim é bom cozinhar na temperatura certa, senão mesmo com a glucose ele cristaliza. Essa quantidade de açúcar que usei, na minha opinião, é o ideal pra não ficar doce demais! ;)

  8. Ana Lucia Medeiros
    21 de January de 2015 - 23:49

    Oi Juliana,
    Teu blog é muito fofo! Tudo explicadinho, organizado e a arte gráfica uma graça, cada desenho mais legal…
    Também achei teus posts muito objetivos e espirituosos, tu explica tudo o que é necessário, mas de uma forma gostosa de ler! Parabéns pelo blog!
    Para mim ele está sendo muito útil, estamos ( o ” Sr. Marido”e eu) , com umas idéias bem legais em mente e tuas dicas, receitas e informações são preciosas para quem está pesquisando custos, opções de receitas, utensílios e técnicas…
    Já virei leitora cativa!
    Um abraço, sucesso!! :)

    • 22 de January de 2015 - 21:19

      Ana, que bom que gosta do blog! Obrigada pelos elogios :) Continue sempre visitando!! Beijos mil!

  9. 26 de January de 2015 - 09:53

    Oi Querida! Vc é sensacional!
    Sou do tempo do doce de leite na panela.
    O pires fica dentro sim. Mas aquelas colheres com furo no meio tb ajuda. Inventaram até pires com furo, pra não subir. Mas entendi que vc gosta de ficar la…..mexendo. rss
    Como sou da época de leite de fazenda,tb. O leite muitas vezes azedava…
    Talhava….sabe?
    Fazia doce de leite azedo.
    Delicioso!!! Leva ao fogo com açucar e da o ponto. Onde ta talhado fica macio e a “agua” ou soro do leite parece calda. Eu mexia ate ficar escuro como o seu. Ficava mais firme. Eu gostava assim.
    Pode colocar limão no leite pra ele talhar e vc conseguir fazer. Lembra ambrosia.
    Beijos querida!!

    • 03 de February de 2015 - 23:18

      Preciso testar essa técnica do pires em casa hahahaha Beijos!!

  10. Fernanda
    02 de February de 2015 - 13:14

    Minha avó também botava um pires no fundo da panela quando ia fazer doce de leite, Juliana e Isa Ubaldini. Ela fazia o doce durante quase o dia todo, só que, ao invés de leite normal, fazia com leite em pó Ninho. Ficava maravilhoso!!! Até hoje minhas tias tentam fazer do jeito da vovó e não conseguem. Ficava com um gostinho de leite Ninho, mas pastoso. Eu achava uma delícia.
    Para começar, porque nunca fiz esse doce, comprei o leite comum mesmo e vou fazer de acordo com a receita do site.
    Bjs,

    • 03 de February de 2015 - 23:38

      Fernanda, minha professora de confeitaria já me disse que prefere leite em pó pras receitas porque atualmente tem mais sabor de leite que o leite comum. Então não acharia estranho fazerem doce de leite com leite em pó também. Beijos! :)

  11. Débora
    02 de February de 2015 - 17:34

    Ju, essência de baunilha também funciona?
    Parabéns pelo novo Layout está lindo!!

  12. miriam
    05 de February de 2015 - 15:09

    Ola! Acabei de fazer ficou ótimo! O meu rendeu 250ml. Ai Delicioso!…. Fiquei curiosa com a questao do pieres, pois depois desse que fiz achei pouco kkkkkk, fiquei pensando em cozinhar uns 5 litros de uma vez so. Mas ai cade panela pra isso tudo?! Entao sera que com o pires conseguirei fazer com 5 litros de umas vez so? Outra coisa se for leite em po, seria so dissolver o leite conforme ta escrito na lata e pronto? Grata e Parabens! ai deixa eu ir ali comer mais uma colherinha desse docinho lindo antes que acabe! Beijos Míriam

    • 16 de February de 2015 - 11:19

      Miriam, vou convocar o batalhão das amadoras de doce de leite para responder suas perguntas, já que eu não testei ainda com o pires nem com leite em pó hahahahaha Beijos!

  13. miriam
    05 de February de 2015 - 15:29

    Bom, deixa eu explicar aqui, o meu potinho que usei para colocar o doce pronto tem capacidade para 250ml (liquido). Depois de escrever aqui, fiquei matutando, mas sera que em gramas é a mesma coisa? rs claro que nao ne dona Miriam, entao peguei outro potinho igualzinho vazio pesei e depois fiz a mesma coisa com o que estava cheio, descontando o peso do potinho, ficou 356gramas de doce. Deve ter dado mais ou menos 390 gramas contando com o que eu deixei na panela para “raspar com a colher”. Afinal raspar uma panela de doces é tudo de bom nessa vida uai! Bjs.

  14. Priscila
    08 de February de 2015 - 16:05

    Ju acabei de fazer esse doce, mas não ficou escurinho e ‘molinho’ igual ao seu, olhando sua sequencia de fotos vi que o meu não ficou escuro ainda líquido, ele começou a ganhar consistência lá pelos 25 minutos, mas com a cor levemente caramelizada, fiquei mexendo pra ver se escurecia e nada. Desliguei fogo com uns 40 minutos porque já tava quase em ponto de brigadeiro pra enrolar. Resumindo a textura ficou bem macia, confesso que me surpreendi, mas a cor ficou tão caramelo e o sabor também não achei tão forte, não sei se foi porque ele não escureceu, o sabor ficou lembrando aquelas balas toffee, não que seja ruim, mas não ficou do jeito que deveria.Sabe o que pode ter acontecido?? De inicio deixei o fogo em médio alto, depois quando ganhou a consistência fui pra médio baixo. Adoro seu blog. Beijos

    • 16 de February de 2015 - 14:07

      Priscilla, depende muito do leite que você usou, usou o integral? A quantidade de gordura nele pode influenciar, e a quantidade de açúcar também. Se você seguiu a quantidade da receita, não tem porquê ter dado errado, somente ficar um pouco menos escuro o que é normal. Beijos!

  15. Fernanda
    18 de February de 2015 - 16:37

    Também fiz o doce, Juliana. O meu eu deixei mais tempo, ficou quase com textura de brigadeiro, mas não ficou escuro como o seu. Ficou muito bom!
    Usei fava de baunilha ao invés do extrato, mas não senti qualquer alteração no sabor. Pensei que ao usar a fava, o sabor ficaria mais forte.

    • 19 de February de 2015 - 07:29

      Fernanda, você pode colocar o extrato ou essência também, junto com as sementes da fava. Fica ainda mais saborizado. Mas como o doce de leite tem um sabor muito forte e marcante, é normal que a baunilha não seja tão perceptível. Beijos!

  16. karol
    19 de February de 2015 - 14:13

    Ola,gostaria de saber se da para fazer essa receita com leite azedo,e qual o prazo de validade na geladeira o fora dela?
    obrigada!!!

    • 07 de March de 2015 - 23:44

      Karol, nunca fiz com leite azedo então não sei se funciona.

  17. 25 de February de 2015 - 07:25

    […] de baunilha 5 xícaras (550g) de farinha 1/2 colher de chá de sal doce de leite a gosto (e se for caseiro, melhor […]

  18. Alda
    27 de February de 2015 - 12:06

    Fiz e aprovei! Ficou delicioso!
    Ju, você tem alguma receita de doce de leite de corte? Ou há algum truque para essa receita mesmo pra gente “transformá-lo” em doce de corte?

    • 08 de March de 2015 - 01:14

      Alda, não tenho! Mas adoraria ter, se souber de alguma me passa!

  19. Bianca Alves
    23 de October de 2015 - 09:46

    Ju!, só pode ser com bicarbonato de sódio ? se eu não acrescentar, muda o resultado final ?

    • 25 de October de 2015 - 16:17

      Bianca, eu já fiz sem o bicarbonato e deu certo, só que ele cristaliza mais rápido e também não fica com tanto brilho. A cor fica diferente também. Mas o sabor, que é o que importa, fica igual! :)

  20. FERNANDO BONFANTE
    04 de January de 2016 - 23:54

    EU E MINHA FILHA LARINHA, ADORAMOS DOCE DE LEITE. NESSE MOMENTO ELA ESTÁ FAZENDO E NÃO VEJO A HORA DE ESFRIAR PARA PODER SABOREAR. LEMOS TODAS AS DICAS E ACHAMOS MUITO IMPORTANTE ESSA TROCA DE INFORMAÇÕES. BEIJO GRANDE PARA VOCÊS E M FELIZ 2016 COM MUITO DOCE DE LEITE!

    • 18 de January de 2016 - 17:43

      Fernando, que bom! Me conte se ficou bom! Beijos grandes para você e Larinha!

Juliana Morgado

I’m a journalist with more passions than time can allow me to have. I have found in the kitchen my paradise, my resting place after a long and exhausting day. It’s my addiction, really. Not only cupcakes but anything that I find interesting, challenging or fun to do. Despite the blog’s name, it’s not all about cupcakes. I love cooking risotto, of all kinds, and I simply love any recipe with cheese.

Cupcakeando’s History

I’m not sure when or why I started to cook. My memories are of my mother putting me in the kitchen and teaching Brazilian white rice and her awesome pomodoro sauce for spaghetti, with fresh tomatoes just the way only she can do. All I know in the kitchen I’ve learned by one way: practice. My recipes are created from my head and implemented with the tests I run, or even meticulously measured from trusted sources.
I have a true passion for cupcakes, because I believe they represent everything that’s good in the kitchen: butter, sugar, cuteness, dedication and creativity. Everything in the right amount for one person.
I enjoy experimenting with these little ones, and finding out new ways do decorate them. When I have nothing better to do, I start researching and studying recipes, theories and decorations for cupcakes. Yeah, study, that’s right.
The blog is also a place for my second passion: photography. I’m that person who keeps looking for angles and shots while walking on the park. I also study the art of photography through websites and books.

The Name

Cupcakeando means, roughly, cupcakeing in Portuguese. The noun “cupcake” is in a verb tense that most well-schooled Brazilians hate because it means an action that will never stop. That’s precisely my intention. I don’t have any wish to stop my cupcake factory anytime soon, or even stop cooking in general. If I don’t have anymore orders, it will be for friends. If my friends get sick of it, it will be for my family. When my family says “ENOUGH”, it will be for myself (and maybe for my Siberian husky and my Pembroke corgi). Because that’s what I love to do and what makes me truly happy.

Copyright

All photos and texts on this website are produced by Cupcakeando, unless specified otherwise. They represent a lot of work and effort. In case you want to use any photo or text from this website, please make sure to link back to me or even get in touch with me before anything. I’ll be glad to help, but it’s important to give the proper recognition. :)

Creative Commons License
This work is licensed under a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contact

What if your question has already been answered on the FAQ? Read it just to make sure!

Send your questions or doubts through here.
I answer to each and every e-mail sent to me. Make sure you’ll get my e-mail by adding contato@cupcakeando.com.br to your safe contacts, or my answer might just flip into your spam box.