quinta, 30 de agosto de 2012

Creme de limão siciliano, ou lemon curd

61 Comentários

Finalmente, depois de muitas preparações, entro em férias temporárias com uma linda viagem para o sul do Brasil e Buenos Aires. Embarco ainda hoje e não poderia estar mais ansiosa, por dois motivos. Primeiro, eu nunca visitei nenhum país da América Latina (Cidade Del Leste não conta). Segundo porque não fiz nenhuma parte do planejamento da viagem. Tudo ficou a cargo do Sr. Namorado e eu não faço ideia de onde ele vai nos meter.
Viajar é a minha segunda paixão, depois de cozinhar, portanto meu dinheiro poupado anualmente vai para meus planos de conhecer muitos países. Como ninguém tem sempre a chance de ficar um tempão viajando, os dias geralmente são contadinhos, né? Então eu criei a compulsiva prática de roteirizar todas as minhas viagens. Até o passeio à Goiânia no fim de semana.


Já vieram me dizer que isso era horrível e prejudicava a espontaneidade da viagem… Meus roteiros não servem como obrigatoriedade do que deve ser feito, e sim como um guia para eu não me perder dentro da fascinação e euforia. Às vezes, a gente quer fazer tudo-junto-ao-mesmo-tempo-agora e acaba não fazendo nada.
Mas, dessa vez, me liberei desse vício e determinei que o Sr. Namorado devia fazer tudo sozinho. Ele esperneou, mas cedeu e fez todo o roteiro do que vamos conhecer sem o menor pitaco meu. Logo, dá pra entender porque eu estou tão ansiosa, né?


Essa receita é bem famosa nos EUA e costuma ser consumida pura mesmo, com muffins e um cafezinho. Já vi gente passando em torrada. Gosto muito dela porque sou fã do limão siciliano – aquele amarelinho – e acho a textura ideal para um recheio de cupcake. É de dar água na boca!

Creme de limão siciliano, ou lemon curd
Receita original da Sprinkles Bakes, reduzida.
Rende: 1 1/2 xícara, o suficiente para rechear aproximadamente 25 cupcakes

55g de manteiga
1/2 xícara de açúcar
1 ovo
1 gema
1/6 de xícara e 2 colheres de sopa de suco de limão siciliano, coado

1 – Bata a manteiga e o açúcar por aproximadamente 2 minutos.
2 – Acrescente o ovo e a gema, um de cada vez, e depois o suco de limão. Bata até incorporar. Vai parecer que talhou, como a massa de baunilha clássica, mas é normal.
3 – Leve ao fogo médio, mexendo sempre. Use uma espátula, pois ajuda a raspar o fundo da panela. Quando não aparentar mais ter talhado, aumente o fogo ligeiramente e cozinhe, sem parar de mexer. Finja que é um brigadeiro!
4 – A mistura vai engrossar bastante. Meça a temperatura com um termômetro: quando chegar a 75˚C, pode tirar do fogo! Para quem não tem um, isso leva aproximadamente 3 minutos a partir do momento em que a mistura deixou de parecer talhada.

O ponto certo é assim: quando o creme cobrir a espátula e, passando um dedo, você tem uma linha perfeita que não desaparece.
5 – Transfira para uma tigela e cubra com papel plástico. Ele deve encostar em cima da superfície do creme, para evitar a formação de uma película enquanto ele esfria.


6 – Leve à geladeira até que fique completamente frio, quando estará pronto para ser o recheio dos seus cupcakes!

O creme ainda vai ficar mais grosso conforme for esfriando. Ele dura uma semana na geladeira, com o papel plástico por cima, e até 2 meses no congelador. Você pode facilmente dobrar ou triplicar essa receita, se precisar rechear mais cupcakes.

Portanto, pessoal, o blog entra em férias temporárias até o dia 12 de setembro, quando voltamos à programação normal. Volto com coisas novas para a cozinha – isso é inevitável e espero que o Sr. Namorado tenha colocado uma loja dessas no roteiro, ou eu vou surtar –, novas inspirações e com a cabeça renovada.

Até a volta! :)

segunda, 27 de agosto de 2012

Cupcakes de morango

119 Comentários

Estamos na época do morango, sabiam? De junho a setembro, essa fruta tão gostosa aparece em todos os cantos, por todos os preços. Como não sou boba, fui direto na produção mais barata e fresca da cidade: na Central de Abastecimento do DF, a famosa Ceasa. Se você, brasiliense e fanático por cozinhar, nunca foi lá, reserve seu próximo sábado para isso. Faça esse favor a si mesmo.
Aliás, não precisa nem gostar de cozinhar, mas se você curte economizar rios de dinheiro, também vai amar. Pistache baratinho, amêndoas em lascas ou moídas pelo melhor preço que já vi e queijos importados por pechinchas. Na minha última ida, fali minha mãe, coitada, que foi junto pra fazer as compras da casa.

Hmmmmm
A vantagem da Ceasa é mais do que o preço, mas ainda o frescor dos produtos. Enquanto nos aventurávamos atrás dos melhores preços, um senhor – daqueles bem fofos que você tem vontade de apertar até tirar suco – apontou tremulante para minhas bandejinhas de morangos e exclamou: “Nunca vi tão lindos! Olha só!”. Fiz questão de apontar a barraquinha onde comprei os maiores e mais vermelhos morangos da feira por apenas R$ 1,50. Levei oito bandejas.
Então, sim, vamos usar essas frutinhas!

Cupcakes de morango
Receita original de bolo na Sweetapolita, com adaptações.
Rende: 12 cupcakes

3/4 xícaras de açúcar
1 pacotinho (35g) de gelatina de morango
113g de manteiga
2 ovos
1 1/2 xícaras de farinha
1/2 colher de sopa de fermento
1/4 de colher de chá de sal
1/2 xícara de leite
1/2 colher de sopa de extrato de baunilha
65g de purê de morango (aproximadamente 1/4 de xícara, mas o ideal é ser pesado)

1 – Faça o purê de morango: em um multiprocessador ou no liquidificador, bata alguns morangos lavados e sem as folhas. Dependendo do tamanho dos seus morangos, você pode precisar de mais de uma bandejinha das frutas. Faça o suficiente para ter 1/2 xícara, que será usado para a massa, a cobertura e também para a calda. Não esqueça de passar por uma peneira para retirar as sementes!
2 – Ligue o forno em 180˚C. Em uma tigela, misture as 65g do purê, o leite e a baunilha. Em outra tigela, peneire a farinha, o fermento e o sal.
3 – Bata manteiga, gelatina e açúcar, até que fique bem fofo.
4 – Acrescente os ovos, um por um, limpando as paredes da tigela no final.
5 – Alterne a adição dos ingredientes secos e molhados, terminando sempre com os secos.

Prontos pro forno!
6 – Divida nas forminhas e asse por 22 minutos ou até que um palito inserido no centro de cada um saia limpo. Essa massa pode ficar um pouco a mais no forno, uns 3 minutos além do ponto, para retirar a humidade.

Buttercream de morango (com gosto de sorvete!)
Rende: cobrir +ou- 14 cupcakes com a clássica voltinha.

190g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
2 xícaras de açúcar impalpável, peneirado
1 1/2 colheres de sopa de leite integral
1/2 colher de sopa de extrato de baunilha branca
uma pitada de sal
1 1/2 colher de sopa de purê de morango

1 – Bata a manteiga por 8 minutos na velocidade média, até que ela mude de cor e fique pálida, quase bege.
2 – Adicione todo o açúcar, o sal e a colher de sopa de leite de uma vez. Bata devagar a princípio – ou o açúcar vai espirrar na sua cara! – e depois bata sem parar por 6 minutos, na velocidade média.
3 – Por fim, adicione o purê de morango e bata mais um pouco. Teste a consistência: se achar que está muito firme, acrescente o resto do leite. Se achar muito mole, acrescente mais açúcar, 1/2 xícara por vez.

Calda

Com o resto do purê, acrescente um pouco de açúcar à gosto, até que fique doce de acordo com sua preferência. Simples assim, a calda está prontinha!

E essa caldinha...
Finalizei com os morangos mais redondinhos: corte as folhas e apoie a frutinha com a ponta para cima. Faça 4 cortes até quase chegar ao fim. Assim, é só segurar o morango com a ponta dos dedos e cuidadosamente deslizá-los em direções contrárias. As partes vão se separar e fazer aquele efeito de coroa!
Como usamos morangos frescos em todas as partes do cupcake, ele tem um prazo de validade menor: é melhor consumi-lo até, no máximo, um dia depois de pronto. Você pode mantê-lo na geladeira, mas retire pelo menos 30 minutos antes de quando quiser comer, para que o buttercream volte à consistência normal.
Parece estranho colocar gelatina na massa de bolo, mas descobri que é muito comum. Alguns confeiteiros colocam gelatina sem sabor na massa para conferir maior elasticidade e, assim, evitar que o bolo quebre na superfície, por exemplo. No caso desta receita, a gelatina confere mais sabor de morango e também a cor rosada maravilhosa do cupcake. Use uma boa marca de gelatina!

O que você vai fazer com os morangos mais baratos e frescos do ano? Aproveite a temporada!

Ju Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pela confeiteira Ju Morgado, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!