terça, 15 de agosto de 2017

Faça em casa: “Ovo” vegano de linhaça

2 Comentários

Aí eu inventei de fazer um cupcake vegano no fim de semana. Por que? Sou vegana? Não. Prefiro comidas veganas? Não exatamente. Tinha ingrediente sobrando? Também. Num geral, minha motivação é sempre “fiz pois estava afim”.
Como tinha linhaça sobrando em casa, juntei o útil ao desejo e comecei fazendo esse famoso ovo de linhaça que roda a internet.

Ovo de linhaça vegano
Ele é um substituto em receitas que levam ovo para criar a liga e estrutura que o ovo traz para receitas assadas. Ou seja, ele funciona melhor em bolos, cupcakes, até panquecas funcionam já que vão “assar” na frigideira.
O porém? Seu resultado final tem um leve gosto de sementes – ora, você está usando sementes, né. Queria o quê? Hahaha. Mas eu aviso porque acho engraçado essa nossa vontade de comer algo, mas não ter o sabor desse algo ali. “Tem gosto de manteiga né?”, ué, foi feito com manteiga. Achou que ia ter gosto de quê, abacaxi?

Então, para fazer o ovo de linhaça é muito simples, mas seguem algumas dicas.

“Ovo” vegano de linhaça
Substituto de ovo em receitas veganas
Rende: o correspondente por 1 ovo na receita

1 colher de sopa de linhaça, moída
2 1/2 colheres de sopa de água filtrada

1 – É só misturar os dois em um potinho. Pronto, hahaha.
2 – No entanto, tem dicas: você tem que esperar um pouco e mexer pra ajudar a linhaça a formar uma gosminha com a água. Eu também optei por esquentar um pouco a mistura no microondas e isso ajudou a ficar mais gosmentinho ainda. Se ficar aguado demais, não faz direito o papel da liga na massa. Então, 7 a 10 segundos na potência alta do microondas já ta bom. Mexa novamente quando remover e espere esfriar completamente antes de usar.

Não tentei esse ovo com farinha de linhaça. Eu tinha linhaça inteira aqui, e usei meu moedor de café que também mói grãos para fazer uma farinha com a linhaça. Mas como podem ver pelas fotos, não fica bem FARINHA. Ficou mais pedaçudinho.
Na próxima é tentar com farinha mesmo e ver se a liga ocorre da mesma forma.
Esse “ovo” de linhaça fica levemente gosmento, se você pegar um pouco do líquido entre os dois dedos. Deve ser isso que simula efetivamente o ovo, porque parece um pouco as claras.
Algumas receitas indicam você testar até encontrar a quantidade certa de água pro preparo que você estiver fazendo. Algumas dizem que é 3 colheres de sopa pra 1 de linhaça, outras colocam só 2 colheres de sopa de água. Eu tentei com 3 e com 2 1/2 e achei que era melhor com menos. Na próxima vez, tentarei reduzir ainda mais pois achei que podia ficar mais gosmento ainda hahaha.

Ovo de linhaça vegano
Agora vamos usar muito isso em receitas por aqui, o que acham? Vocês sempre me pedem sugestões de receitas veganas, e agora vai ter sim. Aguardem!

E você, é vegano? Ou só experimentador da cozinha? Já fez ovo vegano? Tem outros tipos além do de linhaça, qual você fez? Manda a receita!

quinta, 03 de agosto de 2017

O que eu vi por aí – Links legais

3 Comentários

Gente, agora que eu tenho um blog próprio pra falar de tudo com vocês, o Links Legais aqui do Cupcakeando vai ser exclusivo pra mostrar receitinhas legais que eu vi por aí, ok? Espero que gostem da curadoria da Ju hahaha.

 


– Esse fim de semana fiz uns testes veganos por aqui, que vão todos pro blog algum momento, fiquem frios! Mas comprovei o que eu já sabia: comida vegana não tem nada de ruim no sabor. Não sei quem inventou essa de “fica sem sabor”. É só a gente desacostumar com os sabores de leite, manteiga e ovo – esses são os sabores das receitas que fazemos. As veganas trazem outras novidades, apenas isso. Por isso, não me surpreende ver essa “cheesecake” vegan da Coco Cooks. Olhem essa maravilha.

 


– Outra sobremesa que achei linda, simples e saborosa só de imaginar os gostinhos: mousse de s’mores. S’mores são aqueles docinhos, biscoitinhos, americanos um pouco famosos. Misturam biscoito, marshmallow derretido e chocolate, pans! Agora pensa isso no formato mousse.

 


– Oi? Pizza sem massa? Sim! É só o queijo derretido e virando uma casquinha, pode isso?! SEGURA ESSE FORNINHO GIOVANA.

Juliana Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pelo Cupcakeando, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!