terça, 21 de março de 2017

Brownies com manteiga de amendoim

2 Comentários

Aquele dia que dormi na sua casa sábado, antes de trabalhar no domingo, foi um daqueles dias que eu tenho a certeza de que posso ter pouco, mas tenho muito mais do que já cheguei a pensar que eu merecia.
Fiquei olhando você e o cão da sua janela, enquanto você levava ele pra fazer o xixi pré-sono. Era pra lá de meia noite, depois de um dia inteiro cuidando e brincando com o sobrinho, no fim de uma semana de trabalho cansativo… e você ainda encontrou disposição pra correr com o cão, porque ele adora correr na grama atrás de você.

Brownies com manteiga de amendoim
Nesses momentos simples, eu abro um sorriso sozinha. Gratidão é o que invade meu corpo ao pensar que eu posso ficar sem nada – sem o apê, sem brusinhas da Forever 21, sem meu Notebook, sem minha Nikon, sem tudo de material que o mundo nos convence a ter – mas, se eu ainda puder ver você passeando com o cão, vou continuar feliz.
Feliz porque é difícil encontrar pessoas como você no mundo, com paciência e carinho incondicional. Geralmente, a paciência das pessoas vai até um certo limite. Com você, quando chega no limite, vira piada de alguma forma. “Amor, 125 mais 125 não é 350, minha linda… mas o fundo de investimento Juliana, se rende desse jeito, é bom demais, hein”, risos.

Brownies com manteiga de amendoim

Brownies com manteiga de amendoim
Eu não tenho necessidade pessoal de ser mãe. Nunca tive vontade e definitivamente não sou dessas que acredita que a função de uma mulher é, no fim, ter um filho para “ser completa”. Acho que eu seria uma péssima mãe, pois paciência não é uma virtude ampla em mim.
Mas quando te vejo tão dedicado a dar o melhor do mundo para quem você ama, eu fico a uns passinhos de querer um mini Léo, só pra te ver da sua janela no fim do dia brincando com ele lá embaixo. E de novo ter a certeza de que posso ter pouco, mas tenho você e isso é um universo inteiro.

Brownies com manteiga de amendoim
Receita da Beauty Bites.
Rende: fôrma quadrada de 22cm

2 ovos
1/2 xícara (100g) de manteiga, derretida
3/4 xícara (150g) de açúcar
2 colheres de chá de extrato ou essência de baunilha
pitada de sal
1/3 xícara + 1 colher de sopa (40g) de cacau em pó
1/3 xícara (50g) de farinha
1/2 xícara (140g) de manteiga de amendoim

1 – Ligue seu forno em 180˚C. Peneire os secos juntos: a farinha, o cacau e o sal. Reserve.
2 – Em uma tigela grande, bata os ovos até quebrá-los. Depois acrescente o açúcar e misture bem com o fouet. Adicione a manteiga derretida (garanta que ela não está muito quente) e a baunilha e misture bem para que tudo fique bem incorporado.
3 – Adicione os secos aos poucos, misturando com o fouet com movimentos envolventes. Dê umas batidas na massa, três ou quatro, de leve, para dar estrutura ao brownie.
4 – Cubra sua assadeira com papel manteiga e despeje a massa. Nivele bem.
5 – Leve a manteiga de amendoim para o microondas ou em uma panelinha no fogão, para esquentar ela um pouquinho e ficar mais líquida. No micro, deixe só uns 15 segundos, é coisa rápida mesmo! Com ela mais líquida, coloque por cima da massa com ajuda de uma colher. Para fazer o efeito de mistureba labiríntica, coloque bolotinhas de manteiga de amendoim e depois venha com um palito de dente ou de churrasco, e vá fazendo círculos e “puxando” a massa de brownie para cima de leve. Não mexa muito senão a manteiga e o brownie acabam se misturando e você perde o efeito de redemoinho.
6 – Asse por 25 a 30 minutos, ou até que as laterais do brownie estejam já durinhas. O centro, se você colocar um palito, provavelmente ainda vai estar úmido, mas esse é o certo do brownie! Espere esfriar completamente para cortar e comer – o ideal até é deixar na geladeira, porque ajuda a cortar mais fácil.

Usando uma manteiga de amendoim caseira sem açúcar ou a industrializada também sem açúcar é o ideal, na minha opinião. Fica um sabor levemente salgadinho por cima dos brownies docinhos, uma mistura muito delicinha!

Brownies com manteiga de amendoim
Quais as maiores qualidades da sua cara metade?

quinta, 16 de março de 2017

O que eu vi por aí – Links legais

3 Comentários

banner da sessão_vers13

– Já estou nos meus 28 anos e, a cada dia, tenho menos vontade de ser mãe. Isso choca vocês? Sei lá, não deveria. É uma informação sobre alguém como qualquer outra – como eu não gostar de jiló ou ter poucas roupas da cor verde. É tão relevante quanto saber que minha escova de dentes é rosa porque era a única no mercado. Eu não entendo como isso pode definir alguém – a não vontade de ser mãe ou pai. Vejo é que muita gente ainda julga o próximo com base nesse tipo de informação, aquela que não muda em nada a vida da pessoa que está julgando. Vejam essa pesquisa.

Bolo tradicional de baunilha e chocolate
– Ando na vibe de bolos de mãe/vó, sentindo falta dos bolinhos da mamãe que eu levava pra escola quando tinha festinha. Acho que farei uma série bolos simples por aqui, que acham? Enquanto isso, fiquem com essa foto de dar água na boca desse bolo de baunilha com cobertura de chocolate.

– Ainda não sei o que pensar dessas novidades da aviação civil sobre bagagens e cobranças. Realmente, lá fora, já é normal cobrar por bagagens despachadas. Mas também é ilusório e bobo acreditar que os preços de passagens nacionais realmente vão cair com essa novidade. Se empresas seguissem essa lógica, porque nossa gasolina continua tão absurda? Pois é. A Latam já anunciou suas mudanças. Vamos acompanhar.

Ramen de carne e brócolis
– Aquela hora que você fica com vontade de miojo quando vê esse ramen de carne e brócolis, do Chef Savvy. Claro que não é um miojo mioooooojo, isso aí é bem mais desenvolvido que miojo. Lindão.

Juliana Morgado

Sou uma jornalista com mais paixões do que o tempo me permite cultivar. Descobri na cozinha meu paraíso, meu refúgio depois de um dia cansativo ou estressante. É quase um vício, realmente. Não apenas cupcakes, mas qualquer coisa que eu ache interessante, desafiante ou divertido de fazer. Apesar do nome do blog, não é só de cupcakes que eu vivo. Amo fazer risotos, de todos os sabores, e simplesmente amo qualquer receita que envolva qualquer tipo de queijo.

A história do Cupcakeando

Não sei bem quando ou porquê eu comecei a me interessar por cozinhar. A lembrança mais antiga que tenho é de minha mãe me puxando para a cozinha, para me ensinar a fazer arroz branco, comum, e o molho de macarrão com tomates frescos que só ela sabe temperar.
Tudo que eu sei de cozinha aprendi de um jeito: prática. Minhas receitas são criadas da minha cabeça e implementadas dos meus testes ou então milimetricamente medidas de fontes confiáveis.
Tenho uma verdadeira paixão por cupcakes, pois acho que eles reúnem o que há de melhor na cozinha: manteiga, açúcar, fofurice, capricho e criatividade. Tudo na medida certa para uma pessoa saborear. Gosto de tentar coisas novas com esses pequenos e descobrir jeitos diferentes de decorá-los. Quando não estou fazendo nada, começo a pesquisar e estudar receitas, teorias e decorações de cupcakes. É, isso mesmo, estudar.
O blog também é uma maneira de praticar minha segunda paixão: fotografia. Sou daquelas que, enquanto passeia pelo parque, começa a achar ângulos de fotos que ficariam maravilhosas. Assim como eu estudo gastronomia e culinária, sento para ler sites e livros enormes sobre fotografia.

O gerúndio

Não fale mal dele antes de conhecê-lo melhor. Já ouvi por aí dizerem que jornalista jamais, sob nenhuma circunstância, pode usar o gerúndio. A justificativa fez sentido: “você usa o gerúndio quando não quer dar nenhuma previsão de término para sua a ação”, o que, no jornalismo, é basicamente como deixar o leitor esperando para sempre por aquela obra sanitária que o governo prometeu.
Mas foi exatamente a mesma explicação que me convenceu a usar o gerúndio para o nome do blog: eu não tenho previsão de fim para minha produção de cupcakes, jamais pretendo parar de fazê-los ou de cozinhar em geral. Se não tiver mais encomendas, será para amigos. Se meus amigos enjoarem, será para minha família. Quando minha família me dizer “CHEGA”, será para mim mesma (e talvez meu corgi. Eu tinha uma husky siberiana linda, que infelizmente se foi, mas vai estar sempre na minha memória). Porque é o que eu amo fazer e o que me deixa feliz.

Copyright

Todas as fotos e textos nesse site são produzidos pelo Cupcakeando, a não ser que esteja especificado o contrário. Eles representam muito trabalho e esforço. Caso deseje utilizar alguma foto ou texto do site, por favor, entre em contato. Ficarei imensamente grata em ajudar, mas é importante dar os devidos créditos. :)

Creative Commons License
Essa obra é licenciada perante a
Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Contato

Será que sua pergunta já não foi respondida no FAQ? Dê uma lida nele antes, para ter certeza!

Envie suas dúvidas ou pedidos de encomendas por aqui. Minhas encomendas de cupcakes são apenas para o Distrito Federal (DF). Outros doces e produtos podem ser enviados, a depender do pedido.

Eu respondo a todos os e-mails enviados. Garanta que você receberá minha resposta adicionando o e-mail contato@cupcakeando.com.br na sua lista de endereços seguros, ou minha resposta poderá cair na sua caixa de Spam!